Lobisomem do arvoredo: Crepúsculo / Anjos da Noite


Lado A – Saga Crepúsculo:
Crepúsculo (Twilight) 2008
Lua Nova (The Twilight Saga New Moon) 2009
Eclipse (The Twilight Saga Eclipse) 2010

Uma história de vampiros parece absurda nos dias de hoje. Uma história de homens que se transformam em lobos parece tão absurda quanto uma de vampiros. Pois bem, para parecer mais absurdo junte as duas histórias e desrespeite todas as ‘regras’ que foram escritas durante séculos para descrever tanto lobisomens quanto vampiros e faça um melodrama para adolescentes.
Foi o que fez Stephenie Meyer com extrema maestria, ao menos do ponto de vista comercial (a franquia faturou U$ 400 milhões com o primeiro filme, U$ 700 milhões com o segundo e outros tantos com o terceiro, isso sem falar nos livros que inspiraram os filmes).
Isabela Swan, filha de pais divorciados, muda-se para uma cidade pequena para morar com seu pai pois sua mãe resolveu casar-se novamente. Na nova escola conhece o misterioso Edward Cullen e os dois se apaixonam, embora ele saiba que seus segredos podem ameaçar a segurança da sua amada. Na verdade ele e sua família são vampiros que, contrariando tudo que se pregou até hoje a respeito deles, brilha quando exposto ao sol ao invés de arder em chamas.
Edward ainda precisará disputar o amor de Bela com Jacob, um nativo norte-americano que é na verdade um lobisomem (não confundir com a clássica definição metade-homem/metade-lobo, aqui ou ele é lobo ou é humano, sem meio termo). Deixando de lado outros furos consideráveis que o enredo apresenta e como a série ainda está na metade, resta saber o que ainda vem por aí.
Depois do hardcore ficar melódico e dos vampiros brilharem ao sol, só falta tocarem forró nos CTGs.

Lado B – Anjos da Noite:
Anjos da Noite – Underworld (Underworld) 2003
Anjos da Noite – A Evolução (Underworld Evolution) 2006
Anjos da Noite – A Rebelião (Underworld Rise of the Lycans) 2009
Anjos da noite mostra o conflito secular entre duas espécies de criaturas da noite que tanto aterrorizam os humanos há gerações. Disputando a supremacia, de um lado refinados vampiros sugadores de sangue e de outro, selvagens homens lobo. Michael Sheen (Frost/Nixon, Maldito Futebol Clube) fez papel de lobisomem em Anjos da noite e de vampiro em Crepúsculo, apesar da diferença de tratamento que as lendas receberam nas duas sagas.