Atualizações de dezembro, 2010 Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • carames 11:13 em 31/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , ,   

    Feliz 2011 

    Meu sincero desejo de um feliz 2011 a todos.

    Anúncios
     
  • carames 11:08 em 31/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , ,   

    Que em 2011… 

    todos os amigos que me mandaram correntes que prometiam fortuna e dinheiro em 2010, saibam que:

    NÃO DEU CERTO!

    Por isso, para 2011, por favor, mandem o dinheiro diretamente! hehehe

    Muito obrigado!!

     
  • carames 11:05 em 31/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , Editora Brasiliense, , , , O Que é Punk, , , , , ,   

    Livro – O Que é Punk 

    Integrante da Coleção Primeiros Passos, O Que é Punk de Antonio Bivar, traça um panorama do movimento punk na América do Sul começando pelo surgimento dos Sex Pistols na Inglaterra no final dos anos 1970. Sucesso absoluto, agora em sua 5ª edição, o livro de Bivar conta com imagens escolhidas a dedo e texto impecável para representar a história deste movimento que antes de ser música é atitude e que está presente há 30 anos em nosso país. Começando com Sex Pistols e passando por Bad Religion, Dead Kennedys e Circle Jerks até chegar nos nossos Hino Mortal, Ratos de Porão e Dead Fish. O festival O Começo do Fim do Mundo, marco importante na consolidação da identidade nacional, e a cobertura tendenciosa da mídia mainstream não foram deixados de lado. Se Mate-me por favor pode ser considerada a bíblia do movimento punk novaiorquino e londrino, O Que é Punk cumpre este papel pelo movimento em terra brasilis. Editora Brasiliense, 184 páginas.

     
  • carames 11:03 em 31/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , , , , , ,   

    CD – Chickenfoot: Chickenfoot 2009 

    Supergrupo formado pelo vocalista Sammy Hagar, o baixista Michael Anthony (ambos do Van Halen), o guitarrista Joe Satriani e o baterista Chad Smith (Red Hot Chili Peppers). Apesar de Smith e Satriani continuarem com seus projetos oficiais, a reunião dos músicos já rendeu um álbum e um dvd, este gravado no Dodge Theater em Phoenix. Smith, Hagar e Anthony reuniam-se com frequência para fazer jam sessions até que convidaram Satriani e resolveram levar a brincadeira um pouco mais a sério. Um álbum razoável, com bons momentos mas, prefiro os artistas em suas bandas de origem. Em todo caso, vale a pena conferir.

    01.”Avenida Revolucion” – 5:56
    02.”Soap on a Rope” – 5:32
    03.”Sexy Little Thing” – 4:14
    04.”Oh Yeah” – 4:54
    05.”Runnin’ Out” – 3:52
    06.”Get It Up” – 4:41
    07.”Down the Drain” (Hagar, Satriani, Michael Anthony, Chad Smith) – 6:17
    08.”My Kinda Girl” – 4:32
    09.”Learning to Fall” – 5:13
    10.”Turnin’ Left” – 5:48
    11.”Future in the Past” (Hagar, Satriani, Anthony, Smith) – 6:38
    12.”Bitten By the Wolf” (Hagar, Satriani, Smith) – 4:24

     
  • carames 22:32 em 30/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , chech marin, danni trejo, freak show, jessica alba, , lindsay lohan, , , Nude Nuns with Big Guns, , , robert rodriguez, , vingança   

    Vingança num prato frio e com muito sangue: Machete / Nude Nuns with big Guns 

    Lado A – Machete (Machete) 2010
    Robert Rodriguez (Sin City e Era uma vez no México) criou um trailer fictício exibido em Grindhouse (produção conjunta com Quentin Tarantino) e a partir daí surgiu a idéia para Machete, que é candidato a virar um clássico já que lembra muito os violentos filmes de Tarantino e conta com um time de estrelas como Robert De Niro, Steven Seagal, Jessica Alba e Cheech Marin da dupla Cheech e Chong.
    Machete (Danny Trejo) é um agente federal mexicano que tem sua família morta por um traficante (Seagal), mas consegue sobreviver. Contratado para assassinar um senador americano (De Niro) que defende a morte de imigrantes ilegais, ele descobre que o plano era uma cilada.
    Machete então parte em busca de vingança com a ajuda da policial interpretada por Jessica Alba. Destaque para o herói mexicano não usa tecnologia (celular, por exemplo) nem armas de fogo, somente facas e instrumentos cortantes.
    Tão inacreditável quanto as exageradas cenas de ação, é a performance de Machete, que traça todas as mulheres do filme, incluindo mãe e filha (Lindsay Lohan e Jeff Fahey) durante um banho de piscina.

    Lado B – Nude Nuns with Big Guns (Nude Nuns with Big Guns) 2010
    A recém ordenada freira, irmã Sarah, é drogada e violentada logo após presenciar a morte de suas colegas que fazem parte de um clero corrupto que inclui padres e freiras que traficam drogas para a gangue de motoqueiros Los Muertos.
    Sarah consegue se recuperar após estar à beira da morte e parte em busca de vingança. Armada até os dentes ela elimina um a um de seus oponentes. Esta é uma produção da Freak Show Entertainment, responsável também por Run! Bitch! Run!. Não faltam belas mulheres nuas e miolos voando pra todo lado, produção interessante, mas para poucos. Não vai passar na sessão da tarde.

     
  • carames 21:09 em 30/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , ruby soho   

    Pra quem acha que o Punk morreu 

     
  • carames 13:22 em 30/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , Editora L&PM, gillian mccain, , , mate-me por favor, , , , , , , , , , velvet underground   

    Livro – Mate-me por favor, uma história sem censura do Punk 

    Mate-me por Favor é um registro definitivo do começo deste movimento que antes de política e estilo é um movimento artístico que salvou o rock da mesmice.

    Deixe de lado tudo que você sabe (ou pensa que sabe) a respeito da criação do Punk. Achar que os Sex Pistols foram os responsáveis por tudo, por exemplo, ou que usar corte de cabelo moicano é obrigação.

    Tudo começou com Velvet Underground, Iggy Pop and The Stooges, New York Dolls e MC5 que criaram os alicerces para mais tarde abrir espaço para os Ramones e estes, influenciaram toda uma geração – The Clash, Sex Pistols e todos que vieram depois como Green Day, Offspring e Rancid.

    Cansados dos longos solos de guitarra e dos visuais pomposos que dominavam o cenário rock n’ roll da época, este movimento surgiu como reflexo do que acontecia nas ruas e nos palcos precários do Bowery e, do hoje lendário, CBGB’s.

    O título do livro é uma referência a uma camiseta de Richard Hell (ex-Television e Richard Hell & the Voidoids) com a inscrição Please Kill Me.

    Gillian McCain junto com Legs McNeil (ex-editor da Punk Magazine) compilaram uma série de entrevistas que incluem Lou Reed (Velvet Underground), Iggy Pop (Stooges), Ray Manzarek (The Doors), Joey e Dee Dee Ramone (Ramones), Cheetah Chrome e Stiv Bators (Dead Boys) entre outros artistas e produtores criando um relato absolutamente exclusivo e sem censuras.

    Você fica por dentro de todas as brigas, os problemas com as drogas e claro, a verdade por trás de cada banda que fez deste estilo, único, contestador e vivo até hoje. Editora L&PM, 444 páginas ou em versão pocket dividida em dois volumes.

    matemeporfavorlegsmcneil-2matemeporfavorlegsmcneil-3

     
  • carames 14:00 em 29/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , Goodbye Ellston Avenue, , pinhead gunpowder, ,   

    CD – Pinhead Gunpowder: Goodbye Ellston Avenue 1997 

    Terceiro álbum dos californianos da Pinhead Gunpowder, lançado originalmente em 1997 e re-lançado este ano em vinil pela Lookout Records. O selo conta em seu catálogo com discos do Rancid e Green Day – que divide Billie Joe Armstrong neste projeto. Além do consagrado vocalista/guitarrista, Jason White (guitarra), Bill Schneider (baixo) e Aaron Cometbus (bateria) fazem parte do grupo. Mike Kirsch deixou a banda em 1994 por não aceitar que o Green Day assinasse contrato com uma grande gravadora.
    A grande parte das músicas deste disco (que lembra o Green Day ainda em sua fase undeground), além da arte usada na capa, são concepção do baterista Aaron Cometbus.

    01.”Life During Wartime” – 1:49
    02.”Without Me” – 1:29
    03.”High Maintenance” (Aaron Cometbus, Jason White) – 1:36
    04.”Backyard Flames” (Bill Schneider) – 1:30
    05.”Song of My Returning” (Phil Ochs) – 2:28
    06.”Once More Without Feeling” – 1:47
    07.”I Walk Alone” – 1:17
    08.”Train Station” – 1:30
    09.”Homesick Hopes” (Jason White) – 1:48
    10.”Brother” – 3:20
    11.”Swan Song” – 1:38
    12.”Work for Food” (Eric Baffert) – 1:32
    13.”The Great Divide” – 2:15

     
  • carames 11:24 em 29/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , bill gates, , , Mark Zuckerberg, piratas da informática, , , steve jobs   

    Nerds e bilionários: Piratas do Vale do Silício / A Rede Social 

    Lado A – Piratas do Vale do Silício (Pirates of Silicon Valley) 1999
    Baseado no livro Fire in the Valley: The Making of The Personal Computer, de Paul Freiberger e Michael Swaine, este filme narra o nascimento de dois gigantes que ditaram a maneira como hoje encaramos a informática. A partir dos anos 1970, Bill Gates e Steve Jobs desenvolveram os moldes da informática doméstica a partir de uma garagem. Utilizando métodos não muito éticos e um tanto questionáveis, criaram a Microsoft e a Apple, os maiores conglomerados do ramo (Jobs roubando a ideia da Xerox e Gates roubando e adaptando as ideias de Jobs). “Ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão”, mesmo que a máxima não seja verdadeira, Gates, ao invés do perdão conseguiu tornar-se o homem mais rico do planeta a partir de sua criação. Essencial para conhecer um pouco da história destes dois polêmicos impérios.

    Lado B – A Rede Social (The Social Network) 2010
    Mark Zuckerberg levou um fora e para se recuperar foi direto para seu apartamento. Era outono de 2003 em Harvard. No auge dos blogs ele roubou informações da base de dados da universidade e utilizou a foto das alunas para criar o Facemash, uma espécie de ranking onde internautas poderiam votar e eleger a estudante que consideravam mais bonita.
    O resultado foi ter 450 pessoas cadastradas e 22 mil visitas em poucas horas causando uma pane no servidor de Harvard. Com a mesma velocidade, Zuckerberg foi descoberto e sua notoriedade chamou atenção não só das autoridades locais como dos irmãos Winklevoss que tinham a pretensão de criar uma ferramenta de interação social via web. O filme retrata não só como os irmãos foram passados pra trás pelo jovem nerd como também o brasileiro Eduardo Saverin (companheiro de quarto de Mark Zuckerberg e co-fundador do Facebook) que financiou do seu próprio bolso os primeiros 20 mil dólares da empreitada.
    Com tanta polêmica e ao mesmo tempo, genialidade, Zuckerberg é considerado o Bill Gates de sua geração tendo se tornado o mais jovem bilionário da história.
    O filme é dirigido por David Fincher (Seven, Clube da Luta e O Curioso Caso de Benjamin Button) e está sendo apontado como certo na corrida pelo Oscar. Destaque também para atuação de Justin Timberlake fazendo o papel de Sean Parker – criador do Napster.

     
  • carames 0:12 em 29/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , feliz natal, Joyeux Noël, , primeira guerra mundial, ,   

    Ainda, o Natal: Feliz Natal 

    Lado A – Feliz Natal (Joyeux Noël) 2005
    Esta história real aconteceu no natal de 1914 em plena primeira guerra mundial. De um lado do campo de batalha abrigam-se escoceses e franceses e do lado oposto, alemães. Numa incrível demonstração de confiança na noite de natal os soldados deixam de lado suas diferenças e confraternizam com direito a compartilharem música, cerimônia religiosa, comida e bebida. Contrariando a vontade do alto comando de ambos os lados, que esperavam que houvesse confronto e consequentemente avanço de cada tropa, a trégua reina ao menos nesta data importante para todos.
    Um padre anglicano, um tenente francês, um grande tenor alemão e sua companheira, uma soprano terão sua vida modificada para sempre após este episódio. Destaque para cena em que, avisados do bombardeio ao campo inimigo, os adversários buscam abrigo na mesma trincheira garantindo a sobrevivência de todas as tropas. Representou a França concorrendo ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

    Lado B – Feliz Natal 2008
    Feliz Natal marca a estréia de Selton Mello na direção de um longa-metragem. Aqui ele retrata de maneira impressionante as relações familiares, em especial a família de Caio que aos 40 anos é dono de um ferro-velho no interior. Em meio às odiadas e ao mesmo tempo necessárias festas de natal e de final de ano ele se depara com a realidade de sua família onde sua mãe é uma viciada, o irmão enfrenta uma crise no casamento e seu pai não o aceita. Ele parte em direção a capital onde reencontra dois amigos decadentes que passam o tempo em noitadas de excessos enquanto ele busca se reencontrar.

     
  • carames 11:24 em 24/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , ,   

    Minha mensagem de natal 

    Boas festas a todos, menos pra este velho assistencialista e pedófilo que gosta de botar criancinha no colo, invade a casa dos outros e emprega menores.

     
  • carames 11:18 em 24/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , jeff ament, , , , , stone gossard,   

    LP – Temple of the Dog: Temple of the Dog 1991 

    O Temple of the Dog foi um projeto formado por membros do Soundgarden e alguns amigos (que mais tarde acabariam formando o Pearl Jam – incluindo Eddie Vedder, aniversariante da semana) para homenagear Andrew Wood, vocalista de outra mítica banda de Seattle, a Mother Love Bone. A banda gravou apenas este disco que trás excelentes músicas, dignas das bandas de origem de seus integrantes.

    01.Say Hello 2 Heaven
    02.Reach Down
    03.Hunger Strike
    04.Pushin Forward Back
    05.Call Me A Dog
    06.Times Of Trouble
    07.Wooden Jesus
    08.Your Savior
    09.Four Walled World
    10.All Night Thing

     
  • carames 10:08 em 22/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: aumento de salário, , deputados, , , velhus decreptus, vergonha   

    Presente de Natal 

    Pois é, nem todos podem aprovar aumentos espontâneos que quase dobram o próprio salário. Enquanto isso, saúde, educação e segurança pública ficam a ver navios. Que maravilha!!

     
  • carames 15:34 em 21/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , caminando y cantando, , , macondo, , , sangue sujo, ,   

    Wander Wildner e Inseto Social se reencontram em Santa Maria 

    Em 19 de novembro fui no show dos Replicantes, aqui em Santa Maria. Um mês depois, fecho a cota hard core deste final de ano com Wander Wildner tocando com a Inseto Social, neste caso, no Macondo Lugar. O show comemorou os 10 anos em que ambos se encontraram em palcos santamarienses, na época a Inseto Social viajou 11 dias a pé no trajeto Santa Maria/Porto Alegre para ganhar direito a se apresentar no Planeta Atlântida daquele ano.
    Diferente da impressão que tive horas antes ao assistir Ratos de Porão, desta vez a frustração foi muito grande. Talvez pelo show dos RDP ter sido memorável. Ou, talvez, por ter ido a um show marcado para começar onze da noite que começou depois das duas da manhã – um completo absurdo.
    Com o show rolando, Wander fez um set solo acompanhado apenas de sua guitarra, apresentando músicas de seu mais novo cd (Caminando y Cantando) e a clássica Sandina, do seu tempo de Replicantes. Nos dois terços seguintes do show ele teve a companhia da Inseto Social, agora interpretando seus sucessos com uma levada rock n’ roll de maneira competente (mesmo sendo chamado de traidor e playboy por alguns presentes).
    Além de músicas do novo álbum, canções de sua carreira solo como Eu tenho uma camiseta escrita eu te amo, Sou feio mas sou bonito também foram lembradas. Destaque para as covers 2×2 e Amigo Punk além de Eu acredito em milagres (versão para I Believe in Miracles dos Ramones) e Garoto Solitário (Lonely Boy dos Sex Pistols) que fizeram parte do EP da Sangue Sujo, banda de Wander Wildner após sua saída dos Replicantes.
    Simplesmente fui embora na quinta música da excelente Inseto Social sem poder aproveitar o restante do show já que o cansaço naquela altura era demais. Fui, com a certeza que quando os Ramones se apresentarem no Macondo, eu volto lá. Antes disso, NÃO.

     
  • carames 0:08 em 21/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , ,   

    Ratos de Porão consolidando o mito 

    Já era sábado, por volta de 1:30, quando João Gordo (vocal), Jão (guitarra), Boka (bateria) e Juninho (baixo) subiram no palco do Studio Rock Bar em Canoas. A proposta era tocar a íntegra do disco Anarkophobia que completa 20 anos de seu lançamento e de quebra, outras músicas, tantas quantas fosse possível lembrar apesar da falta de ensaios da banda. Em cerca de uma hora de show deu tempo de apresentar, além das músicas do álbum, hits como Beber até Morrer e Crocodila.
    Quem esteve lá e também já teve oportunidade de assistir ao documentário Guidable, voltou pra casa com a sensação de consolidação do mito Ratos de Porão que completa 30 anos de atividades no ano que vem. O que se vê no documentário é o retrato daquilo que a banda é no palco e também no backstage, exemplo da entrevista de Gordo e Jão e da receptividade de cada membro da banda, fosse para posar para fotos ao lado dos muitos fãs ou para autografar seus discos. No palco, o principal nome do hardcore nacional fez um show memorável que justifica este posto. Ficar das 4 às 8 da manhã na rodoviária esperando o ônibus de volta pra casa não desfizeram a impressão de que acabara de ver o melhor show da minha vida.

    Entrevista exclusiva a Homero Pivotto:

     
  • carames 9:25 em 20/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , periferia sa, , ,   

    CD – Periferia SA: Periferia SA 2005 

    O trio que conta com Jão nas guitarras e vocais, Jabá no baixo e Betinho na bateria é na verdade, a primeira formação do Ratos de Porão de 1981. Tempos depois Jabá e Betinho deixariam a banda para dar lugar a João Gordo e cia. Em 2005 eles se juntaram para lançar este cd que conta com algumas músicas novas e outras ainda compostas nos tempos de RDP. Punk rock de primeira.

    01.Facit Indgnation Versum
    02.Eles
    03.A Farsa do Entretenimento
    04.Segunda-Feira
    05.Devemos Protestar
    06.Recomeçar
    07.Maria Mole
    08.Festeja
    09.Tinguá
    10.Fissura
    11.Não Sei
    12.Padre Multimedia
    13.Peão / Tostão
    14.Destruição
    15.O Ataque das Testemunhas de Jeová
    16.Somos Vítimas
    17.Reality
    18.Wild Weekend

     
  • carames 2:25 em 17/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , ,   

    Macacão e violão de Johnny Cash vendidos em leilão 

    Outro dia fui num brechó tentar me desfazer de uma camisa velha que ocupava espaço em meu roupeiro. Não deu certo, não quiseram nem de graça. Já o macacão usado por Johnny Cash durante a polêmica sessão de fotos feita dentro da prisão de San Quentin (vide foto abaixo) foi leiloada por 50 mil dólares superando a expectativa inicial dos organizadores que esperavam arrecadar em torno de 5 mil. Outros 50 mil foram pagos pelo violão com o qual Cash escrevera os quatro primeiros versos de I Walk the Line. Espero que não comecem a juntar peças do vestuário do Restart achando que terão retorno um dia.

     
  • carames 9:32 em 16/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , ,   

    Brinquedo de gente grande 

    Tem brinquedos que definitivamente não foram feitos para criança. Um exemplo é o vinil 7″ de Lafayette Blues do White Stripes comprado por Ben Blackwell, fã da banda. O single foi lançado em 1998 e na ocasião com o atraso na impressão das capas o próprio Jack White pintou a mão a capa de 15 exemplares, vendidos na época por 6 dólares cada. Pois Blackwell arrematou o raríssimo item por 18 mil dólares em um leilão recentemente. Além da capa pintada a mão, o vinil foi prensado em vermelho e branco.

     
  • Leandro Araujo 2:07 em 16/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: celso roth, , ministro, turismo   

    Vamo da um tempo pra futebol 

    DILMA APROVA NOVO MINISTRO

    CELSO ROTH – Ministro do Turismo

     
  • Leandro Araujo 2:00 em 16/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: fiasco, , , , piada   

    ABU não DHA “BI” 

    Depois das meninas de Sex and The City 2, outra turma viajou pra Abu Dhabi a passeio. 😀

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: