LP – Garotos Podres: Canções para Ninar 1993 

Lançado ainda em vinil, este é o terceiro disco de estúdio desta lendária banda punk oriunda do ABC paulista. O título do disco, assim como várias das músicas da banda, é puro sarcasmo, o difícil é pegar no sono com um set list destes. Já na abertura, Oi, Tudo Bem? é um tapa na cara desconstruindo esta clássica pergunta em apenas 39 segundos. Na sequência, uma singela homenagem a duas figuras bem conhecidas, o ex-presidente Fernando Collor em Fernandinho Veadinho e o ex-ditador iraquiano em Sadam Hussein is Rock’N’Roll.
Rock de Subúrbio não deixa a peteca cair e é um hino ao inconformismo e a revolta que se tornou seu primeiro vídeoclipe enquanto a já clássica Verme fecha o lado do LP com muito escracho: “o seu sangue é tão gostoso, vou chupar ele todinho. Vai ficar mais saboroso se eu chupar de canudinho…”
O lado B do disco tem quatro pérolas. Começa com Censura idiota e segue com Mordomia onde o sistema político brasileiro é a vítima da vez (o pogo nos shows é certeiro com esta batida). Surfista de Pinico é uma espécie de Retrato de um playboy do Gabriel o pensador em versão punk rock, ridicularizando os desmiolados de plantão. Para encerrar este clássico, Aos Fuzilados da CSN homenageia os três operários mortos pelo exército durante a greve na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) em 1988.
A produção ficou por conta de Roger Moreira do Ultraje a Rigor. Lançado no formato cd em 1999 com produção da própria banda, conta com as músicas bônus “Johnny”, “Anarquia Oi!” e “Papai Noel, velho batuta”.

Faixas:
01.”Oi, Tudo Bem?” (Mauro/Mao/Ciro)
02.”Fernandinho Veadinho” (Mauro/Mao)
03.”Sadam Hussein is Rock’N’Roll” (Mauro/Mao/Sukata)
04.”Rock de Subúrbio” (Mauro/Mao)
05.”Verme” (Mao/Renato)
06.”Censura Idiota” (Mauro/Mao)
07.”Mordomia” (Mauro/Mao/Sukata)
08.”Surfista de Pinico” (Mao)
09.”Aos Fuzilados da C.S.N.” (Mao/Ciro/Darwin)