Atualizações de junho, 2011 Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • paulocarames 21:24 em 01/06/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , banda mais influente, , , bullet for my valentine, , , , linkin park, , my chemical romance, , slipknot   

    As bandas mais influentes dos últimos 30 anos 

    A revista Kerrang nomeou os americanos do Metallica como a banda mais influente dos últimos 30 anos. O baterista da banda Lars Ulrich comemorou a escolha dizendo-se um fã da publicação britânica desde o seus primórdios. Confira os 10 melhores colocados:

    01. Metallica
    02. Green Day
    03. Iron Maiden
    04. Slipknot
    05. My Chemical Romance
    06. Linkin Park
    07. Bullet for my Valentine
    08. Blink 182
    09. Ozzy Osbourne
    10. Foo Fighters

     
  • paulocarames 2:20 em 01/06/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , enio morricone, , por um punhado de dólares, por uns dólares a mais, , três homens em conflito, trilogia   

    Filme – Trilogia do Homem Sem Nome (1964/1965/1966) 

    Clinton Eastwood Jr nasceu em San Francisco no dia 31 de maio de 1930. No final dos anos 1950 Clint Eastwood começou sua carreira em filmes como a ficção Tarântula (1959) e seriados de tv como Rawhide, um faroeste com o qual ele teve sua ambientação com o gênero que o consagraria nos anos seguintes.

    Por um Punhado de Dólares (Per un pugno di dollari) 1964:

    Na década de 1960 o cinema sofria com a concorrência da tv, fato que enfraquecia o faroeste, gênero consolidado na tela grande. Eis que o diretor Sergio Leone convida o jovem Clint para filmar na Europa. O projeto é inspirado em Yojimbo (1961), de Akira Kurosawa.

    Na trama, Clint interpreta um pistoleiro que chega à cidade de San Miguel, na fronteira dos Estados Unidos com o México. A cidade é disputada por duas gangues de pistoleiros, uma contrabandeia armas e a outra, bebidas.

    O pistoleiro sem nome (em momento algum dos três filmes ele diz o próprio nome) passa a matar sob ordem dos dois grupos, ganhando dinheiro de ambos lados e causando uma guerra de consequências irreparáveis.

    Este foi o pontapé do que seria conhecido como Western Spaghetti, faroestes sanguinolentos ambientados na Itália que desmontaram o mito do oeste americano justo. Com pistoleiros solitários e lacônicos que era uma mera aposta de filme barato e violento foi um tremendo sucesso garantindo mais duas sequências. Por um punhado de dólares e o próprio Yojimbo ainda seriam inspiração para O Último Matador (1996) com Bruce Willis.

    Por alguns Dólares a mais (Per Qualche Dollaro in Più) 1965:

    Gravado na região de Almeria (Espanha), a segunda parte da saga apresenta o herói sem nome como um caçador de recompensas que rivaliza com o coronel Douglas Mortimer (Lee Van Cleef) na caça a um bandido procurado, El Indio.

    Vagando pelo oeste em busca de novos alvos ele se depara com o cartaz oferecendo recompensa pela captura do personagem interpretado por Gian Maria Volonté.

    Diante da impossibilidade de eliminar um ao outro e não tendo conseguido capturar seu alvo, eles resolvem unir forças e tentam infiltrar-se disfarçados no bando de El Índio na tentativa de prendê-lo.

    Ennio Morricone marca presença nos três filmes da franquia criando a trilha sonora definitiva do gênero.

    Três Homens em Conflito (The Good, The Bad and The Ugly) 1966:

    O episódio final desta trilogia apresenta o personagem de Clint Eastwood (o bom do título) com uma pontaria sem igual. Ele é responsável por prender Tuco (o mal) e entregá-lo à justiça recebendo uma recompensa por isso.

    Tuco é solto por seu comparsa momentos antes de ser enforcado. Cada vez que fazem isto o valor pela sua captura aumenta e eles vão faturando cada vez mais às custas da ingenuidade das autoridades.

    Após uma ruptura entre os dois eles se juntam ao imoral personagem de Lee Van Cleef (o feio) em busca de um tesouro abandonado pelo exército confederado em meio à guerra civil americana.

    O final do filme reserva um duelo a três, ao embalo da emblemática trilha de Morricone, para decidir quem ficará com o tesouro. A câmera registra cada momento de tensão no rosto dos pistoleiros culminando num final mais do que original. Toque de mestre para encerrar esta obra-prima que revigorou um gênero e revelou um astro.

    Clint Eastwood voltaria a ter um papel marcante em um faroeste com seu Os Imperdoáveis (1992), filme que lhe rendeu Oscar de melhor filme e melhor diretor. Dirigiu a cinebiografia do saxofonista Charlie Parker, fez sucesso ao interpretar o violento policial Harry Callahan na franquia de sucesso Magnum 44. Voltou a ganhar um Oscar, desta vez pela direção de Menina de Ouro (2004). Eastwood, já com oito décadas de vida atuou como ator em mais de 60 filmes, foi diretor e produtor de pelo menos 30 nos mais variados gêneros demonstrando sua versatilidade. Go ahead, make my day.

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: