O verdadeiro FDP 

Fui a uma loja hoje de manhã e estive lá por uns 5 minutos. Quando eu saí, vi um azulzinho (agente de trânsito em Porto Alegre), com sua motocicleta, todo prepotente (eles se sentem ‘otoridade’) preenchendo uma multa. Corri até ele e soltei o famoso:

  • Peraí, amigão, não faz isso não, dá uma chance!

Ele me ignorou e continuou a escrever a multa. Então eu o chamei de babaca metido a polícia. Ele me olhou e, sem dizer nada, deu uma olhada em um dos pneus do carro, começando a anotar outra multa. Então eu falei:

  • Que merdinha de profissão a sua, hein?

Ele começou a escrever uma terceira multa! Foram mais uns 5 minutos ali fora, discutindo ou tentando discutir. E quanto mais eu xingava, mais multas ele preenchia.

Depois que eu vi que aquilo não iria resolver, saí dali e fui pegar o meu carro no estacionamento, na outra quadra. Mas tudo bem, o importante mesmo é ter tentado ajudar o outro coitado, que eu nem sei quem é!
Sempre que possível, devemos tentar ajudar alguém! A gente se sente com a alma lavada!!!