Português correto 

01 – Prosopopéia flácida para acalentar bovinos.
(Conversa mole pra boi dormir);

02 – Colóquio sonolento para bovino repousar.
(História pra boi dormir);

03 – Romper a face.
(Quebrar a cara);

04- Creditar o primata.
(Pagar o mico);

05 – Inflar o volume da bolsa escrotal.
(Encher o saco);

06 – Derrubar, com a extremidade do membro inferior, o suporte sustentáculo de uma das unidades de proteção solar do acampamento.
(Chutar o pau da barraca);

07 – Deglutir o batráquio.
(Engolir o sapo);

08 – Derrubar com intenções mortais.
(Cair matando);

09 -Aplicar a contravenção do João, deficiente físico de um dos membros superiores.
(Dar uma de João sem braço);

10 -Sequer considerando a utilização de um longo pedaço de madeira.
(Nem a pau);

11 – Sequer considerando a possibilidade da fêmea bovina expirar fortes contrações laringo-bucais.
(Nem que a vaca tussa);

12 – Sequer considerando a utilização de uma relação sexual.
(Nem fudendo);

13 – Derramar água pelo chão, através do tombamento violento e premeditado de seu recipiente com a extremidade do membro inferior.
(Chutar o balde);

14 – Retirar o filhote de eqüino da perturbação pluviométrica.
(Tirar o cavalinho da chuva);

Essa última foi tirada do mais culto livro de palavras clássicas da língua
portuguesa:

15 – A bucéfalo de oferendas não perquiris formação ortodôntica!
(A cavalo dado não se olham os dentes!);

ADVERTÊNCIA PARA FINS DE SEMANA OU FERIADOS:
O orifício circular corrugado, localizado na parte ínfero-lombar da região glútea de um indivíduo em alto grau etílico, deixa de estar em consonância com os ditames referentes ao direito individual de propriedade.
(Cu de bêbado não tem dono)