Ramones: 2263 shows, setlists, gráficos e muita insônia



O que um sujeito com insônia e uma planilha excel é capaz de fazer? Uma opção é pesquisar os 2263 shows que sua banda preferida (no meu caso, Ramones) fez entre 1974 e 1996. Agora, saber onde e quando ocorreu cada show parece ser uma missão impossível pois não existe uma fonte confiável e que reúna 100% destas informações e muitas delas misturam datas de shows com apresentações em programas de tv, por exemplo, o que excederia os 2263 já citados.

Reza a lenda que Johnny Ramone mantinha um registro minucioso de cada atividade da banda, financeira ou artística. Como parece remota a chance de ter acesso a esse material, resolvi pesquisar em sites especializados, blogs, livros e discos para tentar reconstruir a trajetória da banda ao vivo.

Depois de muita pesquisa e inúmeras fontes o máximo que havia conseguido identificar eram exatas 2129 datas, restando uma centena a ser catalogada. Meses quebrando a cabeça e eis que, graças a uma destas bem-vindas amizades da internet, consigo as datas que faltavam para mapear 100% das turnês feitas ao longo de 22 anos.

O segundo passo era saber que música eles tocaram em cada apresentação, o que até o momento parece ser impossível. Ainda assim, rastrear os setlists de 25% dos shows foi um feito e tanto e dá uma amostragem considerável.

Com apenas um quarto dos setlists conhecido algumas percepções são possíveis embora não possam ser conclusivas. Joguei este monte de datas e dados no excel e Blitzkrieg Bop, hino absoluto da banda, está presente em 99% das vezes (certamente de algum show interrompido ou setlist incompleto – lembre-se, nesta lista também estão apresentações de tv). O homônimo álbum de estréia teve suas músicas executadas à exaustão e Rocket to Russia, um dos melhores discos já feitos na história da música, é um dos que mais contribuiu para composição dos setlists da banda.

Mas nem tudo é tão óbvio. Ter Gimme Gimme Shock Treatment (97%) e Today your love, tomorrow the world (96%) na 2ª e 3ª colocações (ao menos para mim) foi uma surpresa mesmo que em uma leitura ainda preliminar. Pensar que 53rd & 3rd não chegou nem perto me forçou a ver diversas músicas com outros olhos – ou outros ouvidos.


Examinar cada disco detalhadamente também é curioso. Ramones (1976) e Leave Home (1977) tiveram todas as suas músicas executadas diversas vezes e Rocket to Russia (com apenas duas inéditas ao vivo) representava quase metade do setlist à época que fora lançado.

O período de 1977-1980 é o que registra historicamente maior atividade da banda em turnê (quase 600 datas) e uma distribuição quase igualitária entre os cinco discos até então lançados. Outro detalhe interessante: a partir de 1977 até Pleasant Dreams de 1981, cada disco teve no máximo 2 ou 3 músicas que não foram tocadas ao vivo.

Do Subterranean Jungle (1983) apenas metade das músicas figurariam em algum setlist, fenômeno repetido em todos os discos a partir dali e chegando ao mínimo com ¡Adios Amigos! (1995) – 3 de 13 músicas apresentadas ao vivo.

Lá pela metade dos anos 1980 o show tinha o contorno com o qual funcionaria até o fim da banda limitando-se a temporariamente incluir temas recém lançados (figura acima). Poucas destas canções permaneciam na turnê seguinte, vide exemplo do último set da banda quando os cinco primeiros álbuns contribuíram com mais de 60% das músicas (figura abaixo)

A composição dos setlists alternava canções a medida que novos álbuns eram lançados embora a estrutura fosse respeitada (abertura com o tema do filme Três homens em conflito, dois bis de três músicas cada, trinta e poucas canções ao todo e FIM).

Aliás, o tema composto por Ennio Morricone para o filme de Sergio Leone aparece pela primeira vez* no show de 22 de outubro de 1981 na Inglaterra. Já Durango 95 estrearia* em 16 de março de 1983 em lugar do rufar de tambores militares que abriam os shows da banda.

As covers ausentes no estúdio apenas em Pleasant Dreams (1981), Too Tough to Die (1984), Animal Boy (1985) e Halfway to Sanity (1987) com frequência chegavam a 4 por show garantindo Surfin’ Bird entre as 20 mais tocadas.

O último show realizado em agosto de 1996 (We’re outta here) deixou de fora I Wanna Live, frequente desde que fora lançada no álbum Halfway to Sanity e as covers de Acid Eaters (1993). Ainda assim, Any way you want it, cover de Dave Clark Five com acompanhamento (algo praticamente inédito até este show) de Eddie Vedder do Pearl Jam ficou responsável por ser a última canção interpretada por eles ao vivo como banda.

Confira outras curiosidades da pesquisa:

As formações:
A banda tocou pela primeira vez como um trio (Joey – bateria, Johnny – guitarra e Dee Dee – baixo e vocal) no primeiro show (em 30 de março de 1974) e logo incorporou o então produtor Tommy como baterista deixando Joey com os vocais. Esta formação esteve junto por mais de 350 vezes até seu último show (em 04 de maio de 1978) quando Tommy foi substituído por Marky.

Marky tocou em 1500 shows divididos em dois períodos. O primeiro durou até 13 de fevereiro de 1983 quando ele perdeu o posto para Richie (403 shows) e só retornou em 4 de setembro de 1987. Elvis Ramone chegou a se apresentar nos dias 28 e 29 de agosto de 1987 mas não agradou, principalmente a Johnny, que recrutou Marky de volta.

A última mudança na formação da banda aconteceria em setembro de 1989 quando CJ Ramone (no dia 30 daquele mês) estrearia ao vivo assumindo o baixo que fora de Dee Dee até então. Daí por diante foram mais 733 shows completando a segunda fase de Marky nas baquetas.

Ao redor do mundo:
Quase metade dos shows aconteceram fora dos Estados Unidos. Foram 33 países, entre eles o Brasil, onde tocaram 22 vezes. Confira os mais visitados:
Inglaterra 120
Canadá 81
Alemanha 62
Japão 54
Espanha 50

As 10 mais tocadas*:
Blitzkrieg Bop (Ramones) 540
Gimme Gimme Shock Treatment (Leave Home) 534
Today Your Love, Tomorrow the World (Ramones) 525
Pinhead (Leave Home) 523
Sheena Is A Punk Rocker (Rocket to Russia) 520
Cretin Hop (Rocket to Russia) 518
Teenage Lobotomy (Rocket to Russia) 511
Rockaway Beach (Rocket to Russia) 510
I Wanna Be Sedated (Road to Ruin) 496
Rock ‘N’ Roll High School (End of the Century) 492

Os 5 anos mais movimentados:
1979 – 154
1980 – 154
1977 – 147
1978 – 136
1990 – 125

*lembrando que estes números são baseados nos setlists conhecidos (25% do total) e ainda podem ser atualizados.


Anúncios