Livro – Ramones: Hey! Ho! Let’s Go! A História dos Ramones 

Houve um tempo em que os fãs brasileiros dos Ramones tinham grande dificuldade em encontrar revistas que falassem sobre a banda. O único livro então, surgiu em 1993 (An American Band de Jim Bessman) e além de não ser traduzido dependia de importação, algo também difícil naquela época.

De lá pra cá, inúmeras publicações passaram a dedicar espaço ao quarteto saído do Queens, em Nova Iorque. De editoriais a matérias de capa em revistas chegando por fim aos livros.

Felizmente os tempos são outros, melhores, e exemplo disto é Mate-me por favor (a história do punk contada por Legs McNeil e Gilliam McCain) e Coração Envenenado (biografia de Dee Dee Ramone) disponíveis em bom português há pelo menos uma década e a recém lançada autobiografia de Johnny Ramone (Commando) que apesar de ainda não ter sido traduzida pode ser facilmente importada.

A cereja do bolo, digamos assim, é Hey! Ho! Let’s Go! A História dos Ramones, escrita pelo jornalista e fã de longa data Everett True. Everett entrevistou a banda diversas vezes e aproveitou estes relatos em seu livro além de usar citações de várias revistas musicais e dos já mencionados An American Band e Coração Envenenado.

Tudo isto faz desta obra, se não definitiva, a mais interessante possível para fãs tupiniquins até o momento. Privilegiado em relação aos demais principalmente por seu lançamento tardio (aborda, inclusive, a morte de Johnny Ramone em 2004) ele consegue pinçar o que há de melhor nos outros livros indo além.

A biografia de cada um dos que passaram pela banda é contada desde seu nascimento, passando pelos 22 anos em que os Ramones fizeram 2263 shows e lançaram 14 discos de estúdio e a vida pós 1996 quando deixaram de existir como grupo – incluindo as mortes de Johnny, Joey e Dee Dee.

O livro tem alguns deslizes na tradução e apesar de contar com uma discografia selecionada ficou devendo a relação dos shows que o quarteto fez – disponível em outros títulos. É ainda assim a melhor forma de mergulhar na história de uma banda que, sem dúvida, mudou a história. Editora Madras, 480 páginas.


Anúncios