Série – Generation Kill (2008)


PJ Ransone as a MarineDas tantas séries de qualidade que a HBO tem no seu portfólio, Generation Kill se destaca não só pelo cuidado já habitual mas pelo tema pouco recorrente nas produções da emissora habituada aos dramas.

A peça central da trama é baseada em um livro de Evan Wright onde um repórter da Rolling Stone acompanha o 1º Batalhão de Reconhecimento da Marinha dos Estados Unidos em plena ocupação do Iraque.

Apesar de ambientado em uma guerra moderna, o realismo da série lembra muito Band of Brothers (série sobre a segunda guerra mundial), produção do mesmo canal. As cenas de ação e violência não ficam devendo em nada a série 24 horas, menos ainda a visão distorcida e preconceituosa que americanos tem de outras nações ou a hostilidade com que são recebidos nos vilarejos que precisam patrulhar.

Pra quem esperava um passeio no deserto a realidade não poderia ser mais cruel. Longe de casa e cercado de possíveis inimigos, os soldados são obrigados a lidar com a pressão e perceber que mesmo a mais humilde dona de casa iraquina pode ser uma suicida carregando uma bomba com intuito de levar consigo o máximo possível de invasores infiéis.

Os sete episódios da mini série são o bastante pra perceber o quão absurda e injustificada foi esta guerra e o quanto uma nação consegue achar que é a ‘polícia do mundo’ impondo sua vontade de acordo com sua conveniência.

Anúncios