Livro – Punk, anarquia planetária e a cena brasileira 1999


anarquia interplanetária-0Punk, anarquia planetária e a cena brasileira é um cuidadoso estudo de Silvio Essinger explorando a cena punk desde os primórdios na segunda metade dos anos 1970 em Londres e Nova Iorque.

Foi lá que bandas como Sex Pistols, The Clash, Buzzcocks e, claro, Ramones foram precursores deste movimento social/cultural/musical que atravessaria continentes e transporia hemisférios.

Já no Brasil, o punk paulista (Inocentes, Cólera, Restos de Nada, AI-5, Garotos Podres e Ratos de Porão), carioca (Coquetel Molotov, Descarga Suburbana, Desespero e Eutanásia) e brasiliense (Plebe Rude e Aborto Elétrico) são extensamente abordados. Não ficam de fora Camisa de Vênus e Replicantes, originados em locais mais improváveis.

Essinger ainda inclui o revival nos anos 1990 com Green Day, Offspring e Rancid e as influências das primeiras bandas no emergente som grunge.

A editora 34 apadrinha mais uma grande obra sobre a música a exemplo das biografias do Sepultura e Paralamas do Sucesso mas aqui apresentando um gênero, como feito em Blues, da lama a fama. Editora 34, 224 páginas.




Anúncios