Livro – O Cinema de Quentin Tarantino


cinema de quentin tarantinoMauro Baptista analisa a obra do premiado e polivalente (diretor, roterista, produtor e ator) Quentin Tarantino pela ótica de sete filmes.

Seu começo foi avassalador dirigindo Cães de Aluguel (1992) e escrevendo Amor à queima roupa (1993) e Assassinos por Natureza (1994).

A partir daí, a cada filme, ele homenageia um gênero ou diretor de sua predileção. Em Pulp Fiction, foram os exploitation dos anos 1970 que ganharam uma releitura. Bastardos inglórios reescreve a segunda guerra mundial e o recente Django Livre, os western spaghetti.

Kill Bill, dividido em dois volumes e estrelado por Uma Thurman e David Carradine é um filme de artes marciais como visto nos anos 1960. Aliás, temática familiar a Carradine que capitaneou a série Kung Fu no período 1972-1975.

Alguns atores costumam bater cartão nas obras de Tarantino como Samuel L Jackson, Tim Roth, Steve Buscemi e Harvey Keitel.

Além de admiração, obras como Jackie Brown (1997) e À prova de morte (2007) ainda deram origem a algumas teorias conspiratórias (assista no vídeo abaixo a explicação de Selton Mello). Editora Papirus, 144 páginas.



Anúncios