Marcado como: 1997 Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • paulocarames 10:00 em 28/11/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: 1997, , , , , , , , , oz, prisão, , violência   

    Série – Oz (1997-2003) 

    Oz - Temporada 1A série criada por Tom Fontana (de Homicide) não tem nada em comum com a obra de L. Frank Baum, O Mágico de Oz.

    A vida em Oswald (Oz como é conhecida), uma prisão de segurança máxima, não tem magia alguma. Um retrato fiel do cotidiano duro das prisões com tensão entre gangues rivais, etnias e religiões que não se toleram e um sistema carcerário incapaz de recuperar os presos.

    A corrupção e a brutalidade dos carcereiros também não ajudam. Dirigida por Leo Glynn, a prisão tem um projeto piloto (chamado Emerald City) conduzido por Tim MacManus onde, como premissa, não é permitido abuso sexual ou drogas em uma tentativa de reintegrar os detentos à sociedade. Claro que não funciona.

    Apesar de cada gangue ter o mesmo número de detentos para evitar que alguma delas se sobressaia, os mafiosos controlam a cozinha, enquanto supremacistas brancos dominam a correspondência e por consequência o contrabando e assim por diante.

    O prisioneiro Augustus Hill é quem narra o cotidiano recheado de abusos, conflitos e mortes. Ainda tem o governador que, sempre que pode, usa o que acontece na prisão para tirar proveito político.

     
  • paulocarames 15:30 em 02/11/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: 11 de novembro, 1997, 22 jacks, Bill Fraenza, , , , , , Kelly LeMieux, Live at the Viper Room, , , , , ,   

    LP – Joey Ramone with 22 Jacks: Live at the Viper Room 2003 

    joey ramone viper room
    Formada em 1995 por Steve Soto (Adolescents e Agent Orange) e Joe Sib (Wax) a 22 Jacks teve diversas formações incluindo CJ Ramone.

    Joey Ramone já havia gravado com eles a música I’ll Be With you Tonite para um tributo ao Cheap Trick. Na noite de 11 de novembro de 1997 no Viper Room, a formação que acompanhou o ex-vocalista dos Ramones tinha Jose Medeles e Steve Soto (ambos participaram do álbum Reconquista de CJ) além do produtor Daniel Rey.

    O setlist apresentado por Joey e cia inclui What a Wonderful World e 1969 que estariam presentes em seus disco póstumo Don’t Worry About Me (de onde este bootleg lançado em 2003 empresta a mesma foto para contracapa), clássicos dos Ramones como California Sun e a censurada Carbona Not Glue (Leave Home), Sheena is a Punk Rocker e I Don’t Care (Rocket to Russia), o hino Blitzkrieg Bop (Ramones) e a ignorada Danny Says (End of the Century).

    O The Viper Room fica na Sunset Strip e até 2004 tinha Johnny Depp como um dos proprietários. O local também é conhecido pelo ator River Phoenix ter morrido lá, vítima de uma overdose no halloween de 1993, pouco após a inauguração do lugar.

    Fato curioso são as músicas de estúdio usadas para fechar cada lado do LP ao vivo. Negative Creep no lado A e Jump in The Fire no Lado B – ambas gravadas por Dee Dee Ramone para discos tributo ao Nirvana e Metallica, respectivamente.

    Ficha Técnica:
    Joey Ramone – vocal
    Daniel Rey – guitarra
    Steve Soto – guitarra
    Bill Fraenza – guitarra
    Kelly LeMieux – baixo
    Jose Medeles – bateria

    Lado A:
    01 What a Wonderful World (Robert Thiele Jr. / George David Weiss) – 02:36
    02 Rockaway Beach (Ramones) – 02:05
    03 Carbona Not Glue (Ramones) – 01:52
    04 Sheena Is a Punk Rocker (Ramones) – 02:21
    05 Danny Says (Ramones) – 04:20
    06 Negative Creep* (Kurt Cobain) – 02:53
    Lado B:
    07 1969 (Dave Alexander / James Osterberg / Ron Asherton / Scott Asherton) – 04:26
    08 I Don’t Care (Ramones) – 01:59
    09 Blitzkrieg Bop (Ramones) – 02:07
    10 California Sun (Henry Glover / Morris Levy) – 02:06
    11 I Wanna Be Sedated (Ramones) – 02:57
    12 Jump In the Fire** (James Hetfield / Lars Ulrich / Dave Mustaine) – 03:14
    joey ramone viper roomjoey ramone viper room (1)
    joey ramone viper room (2)joey ramone viper room (3)



     
  • paulocarames 10:00 em 08/08/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: 1997, , , Celtic Frost, Diamond Head, , guitarras em fúria, , , , Mutilator, , , , tom leão, Twisted Sister, , Whitesnake   

    Livro – Heavy Metal, guitarras em fúria 

    livro-heavy metal guitarras em fúriaHeavy Metal, guitarras em fúria de Tom Leão é leitura obrigatória para todo headbanger que se prese.

    Tudo começa com as bandas consideradas Proto-Metal, o princípio do Heavy Metal clássico e se aventura por subgêneros como Death, Doom, Thrash e Glam metal. Não bastasse estes, o Punk Rock, o Grunge e o Metal Eletrônico também são retratados assim como a influência destes estilos que misturados mudaram o metal e, em alguns casos, geraram ainda mais subprotudos.

    Dividido em capítulos e muito bem ilustrado com fotos e capas de discos clássicos a narrativa é costurada considerando a importância que cada período teve na consolidação do Metal como um dos mais populares e influentes do rock mundial.

    O fechamento é feito com chave de ouro tratando das bandas nacionais dedicadas a este estilo que abriga sons distintos e de épocas variadas como Iron Maiden, Metallica, Sepultura, Whitesnake, White Zombie, Black Sabbath, Overdose, Mutilator, Diamond Head, Twisted Sister e Celtic Frost. Pra bater cabeça enquanto lê. Editora 34, 230 páginas.



     
  • paulocarames 12:00 em 20/10/2012 Link Permanente | Resposta
    Tags: 14 de outubro, 1997, ain't it fun, , , , , , , , , , , , zonked   

    CD – Dee Dee Ramone: Zonked 1997 


    Disco de inéditas lançado por Dee Dee Ramone, em 14 de outubro de 1997 – um ano após a dissolução dos Ramones. Aqui ele está acompanhado pelo produtor Daniel Rey, sua esposa Barbara Zampini e por Marky Ramone na bateria.

    Dee Dee participou da composição de todas as faixas neste disco que ainda tem Joey Ramone nos vocais de I Am Seeing UFOs e pérolas como Victim Of Society e Never Never Again (esta interpretada por sua esposa).

    O disco foi lançado também na Europa mas com o título de Ain’t It Fun e contendo a bônus track Please Kill Me pela Blackout – responsável pelo álbum de estréia de Marky Ramone and The Intruders.

    Ficha Técnica:
    Other Peoples Music – produzido por Daniel Rey

    Dee Dee Ramone – guitarra e vocal
    Barbara Zampini – baixo e vocal
    Daniel Rey – guitarra e backing vocal
    Marky Ramone – bateria

    Traklist:
    01 I’m Zonked, Los Hombres – 1:56 (Dee Dee Ramone)
    02 Fix Yourself Up – 2:51 (Dee Dee Ramone – John Carco)
    03 I Am Seeing UFOs – 4:04 (Dee Dee Ramone – Daniel Rey)
    04 Get Off Of The Scene – 2:10 (Dee Dee Ramone)
    05 Never Never Again – 2:39 (Dee Dee Ramone)
    06 Bad Horoscope – 2:24 (Dee Dee Ramone)
    07 It’s So Bizarre – 3:32 (Dee Dee Ramone)
    08 Get Out Of My Room – 2:49 (Dee Dee Ramone)
    09 Someone Who Don’t Fit In – 2:05 (Dee Dee Ramone – Daniel Rey)
    10 Victim Of Society – 2:16 (Dee Dee Ramone – Daniel Rey)
    11 My Chico – 2:38 (Dee Dee Ramone)
    12 Disguises – 3:54 (Dee Dee Ramone – Daniel Rey)
    13 Why Is Everybody Always Against Germany – 2:37 (Dee Dee Ramone – Daniel Rey)



    dee dee ramone - AIN'T IT FUN (1)
    dee dee ramone - AIN'T IT FUN (2)
    dee dee ramone - AIN'T IT FUN (3)
    dee dee ramone - AIN'T IT FUN (4)



     
  • paulocarames 15:11 em 21/01/2012 Link Permanente | Resposta
    Tags: 18 de novembro, , 1997, , , , Ben Shepherd, , , , , , , , , jim jarmusch, , , Kevin Kerslake, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , vincent gallo   

    LP/CD/VHS/DVD/Boxset – Ramones: We’re Outta Here 1997 


    Tratando-se de We’re Outta Here já vi quase tudo. Umas tantas versões do LP, umas 3 do CD e o vídeo em VHS e DVD. Ah, claro, ainda tem o box com CD e VHS numa embalagem bem interessante. Aliás, no dia 25 de novembro de 1997, pela primeira vez 6 ex-integrantes (Johnny, Joey, Dee Dee, Tommy, Marky e CJ) se reuniram em um mesmo local para sessão de autógrafos deste boxset.

    Gravado ao vivo no The Palace em Los Angeles no dia 6 de Agosto de 1996, este é o registro oficial da última apresentação dos Ramones. Após 22 anos de carreira e 2263 shows chegava a hora de pendurar as jaquetas de couro.

    Se Greatest Hits Live (lançado no ano anterior) levou cerca de 4 meses para ver a luz do dia, desta vez o produtor Gary Kurfirst levou mais de um ano entre o espetáculo propriamente dito e o produto final fazendo valer a pena apesar das ressalvas.

    A estranheza fica por conta do local escolhido que parece deslocado. Talvez por ter sido definido de última hora ou talvez por não ter ocorrido em Nova Iorque, na Argentina ou no Brasil como seria mais óbvio. Sem o tradicional fundo de palco com a águia símbolo da banda e com um salão longe de estar lotado que nada lembra os shows na América do Sul como o da Argentina em março daquele ano.

    Johnny preferia não ter mais fotos da banda na capa (ou que eles estivessem de costas como na contracapa de ¡Adios Amigos!) para não dar sinais de que o tempo havia passado.

    Desta forma, a arte do disco deixa mais uma vez a banda de fora (como acontecera em Brain Drain, ¡Adios Amigos! e Greatest Hits Live) estranhamente dando ênfase para fotos dos convidados. Pensar que Any Way You Want It é a última música que eles tocaram juntos também causa espanto. Impossível agradar a todos.

    outta here (3)

    Mas o disco cumpre seu papel encerrando as atividades da banda e com méritos, já que no máximo duas vezes na carreira os Ramones haviam dividido o palco com alguém. Desta feita sobrou espaço para meio time do Rancid e também Eddie Vedder (Pearl Jam), Lemmy kilmister (Motorhead), a dupla Chris Cornell/Ben Shepherd (Soundgarden) além do ex-baixista Dee Dee Ramone.

    Uma festa registrada também em vídeo que foi mais tarde lançada no formato de um documentário. Ficou faltando um lançamento com a íntegra, já que a performance completa foi editada com trechos do show mescladas entre depoimento de amigos, produtores e integrantes da família Ramone. Tinha ainda a participação deles nos Simpsons e trechos de shows ao longo da carreira.

    outta here (2)

    Na filmagem, destaque para os cortes rápidos com câmeras muitas vezes apontadas para o nada, para o chão ou para os pés dos músicos. Ângulos inusitados e enquadramento nada convencional além de muitas vezes os cinegrafistas operarem no estilo ‘câmera na mão’ ou como um voyeur espiando de algum ponto do palco.

    Em certo momento Chris Cornell anuncia: “é sua última chance de vê-los ao vivo”. É o registro final da maior banda de todos os tempos com convidados que lhes fizeram companhia na turnê do festival Lollapalooza e repetidamente citavam os Ramones como principal influência. Dalí por diante seriam apenas projetos solo de um ou outro integrante e as tradicionais reedições caça-níquel das gravadoras.

    Ficha Técnica:
    Radioactive Records/Eagle Vision – produzido por Gary Kurfirst, dirigido por Kevin Kerslake

    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    Dee Dee Ramone/CJ Ramone – baixo, backing vocal
    Tommy Ramone/Marky Ramone – bateria

    Edição Original (Radioactive Records)
    Lado A:
    01 “Durango 95”
    02 “Teenage Lobotomy”
    03 “Psycho Therapy”
    04 “Blitzkrieg Bop”
    05 “Do You Remember Rock ‘n’ Roll Radio?”
    06 “I Believe in Miracles”
    07 “Gimme Gimme Shock Treatment”
    Lado B:
    08 “Rock ‘n’ Roll High School”
    09 “I Wanna Be Sedated”
    10 “Spider-Man”
    11 “The KKK Took My Baby Away”
    12 “I Just Wanna Have Something to Do”
    13 “Commando”
    14 “Sheena Is a Punk Rocker”
    15 “Rockaway Beach”
    Lado C:
    16 “Pet Sematary”
    17 “The Crusher”
    18 “Love Kills” (com participação de Dee Dee Ramone)
    19 “Do You Wanna Dance”
    20 “Somebody Put Something in My Drink”
    21 “I Don’t Want You”
    22 “Wart Hog”
    23 “Cretin Hop”
    24 “R.A.M.O.N.E.S.” (com participação de Lemmy Kilmister do Motörhead)
    25 “Today Your Love Tomorrow the World”
    Lado D:
    26 “Pinhead”
    27 “53rd & 3rd” (com participação de Tim Armstrong e Lars Frederiksen do Rancid)
    28 “Listen to My Heart”
    29 “We’re a Happy Family”
    30 “Chinese Rocks” (com participação de Chris Cornell e Ben Shepherd do Soundgarden)
    31 “Beat on the Brat”
    32 “Any Way You Want It” (com participação de Eddie Vedder do Pearl Jam)


    Versão em CD









    O disco fez parte ainda de uma compilação que incluía 29 músicas da versão original e a íntegra de Halfway to Sanity:
    Halfway to Sanity - We're Outta Here 1
    Halfway to Sanity - We're Outta Here 2
    Halfway to Sanity - We're Outta Here 3
    Halfway to Sanity - We're Outta Here 5Halfway to Sanity - We're Outta Here 4
    Halfway to Sanity - We're Outta Here 6

    Versão em K7
    ramones-wereouttaherek7

    Box com CD e VHS

    Versão em VHS

    Versão em DVD

    Mais sobre o disco*:

    outta here (1)





     
  • paulocarames 1:54 em 04/08/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: 10 melhores roqueiros no cinema, , , , 1997, , , , , , , , Afinado no Amor, , , Alta Fidelidade, Billy Idol, , , , Clube da Luta, Coffee and Cigarettes, , Exterminador Implacável, Fight Club, Flea, Floresta do Mal, , , High Fidelity, , , , , Little Nicky, Little Nicky - Um Diabo Diferente, , O Grande Lebowski, O Mensageiro, Os Cabeças de Vento, , , Piratas do Caribe, Pirates of the Caribbean: At World's End, Quanto Mais Idiota Melhor, , Singles, Sobre Café e Cigarros, Tenacious D - Uma Dupla Infernal, Tenacious D in The Pick of Destiny, The Big Lebowski, The Postman, The Wedding Singer, , , Vida de Solteiro, Wanted: Dead or Alive, Wayne's World, Wrong Turn 2: Dead End, Zoolander   

    As 10 melhores performances de roqueiros no cinema 

    A Ultimate Classic Rock (sempre ela) divulgou uma lista mais do que interessante. Desta vez foram escolhidas as 10 melhores performances de roqueiros no cinema. Acrescentei ainda outras participações dignas de destaque e que não figuram ente os 10 escolhidos:

    10 Tom Petty em ‘O Mensageiro (The Postman)’ (1997)

    09 Ozzy Osbourne em ‘Little Nicky – Um Diabo Diferente (Little Nicky)’ (2000)

    08 Ronnie James Dio em ‘Tenacious D – Uma Dupla Infernal (Tenacious D in The Pick of Destiny)’ (2006)

    07 David Bowie em ‘Zoolander (Zoolander)’ (2001)

    06 Keith Richards como Capitão Teague em ‘Piratas do Caribe – No Fim do Mundo (Pirates of the Caribbean: At World’s End)’ (2007)

    05 Flea como Kieffer em ‘O Grande Lebowski (The Big Lebowski)’ (1998)

    04 Bruce Springsteen em ‘Alta Fidelidade (High Fidelity)’ (2000)

    03 Billy Idol em ‘Afinado no Amor (The Wedding Singer)’ (1998)

    02 Meat Loaf como Robert Bob Paulson em ‘Clube da Luta (Fight Club)’ 1999

    01 Alice Cooper em ‘Quanto Mais Idiota Melhor (Wayne’s World)’ (1992)

    Minhas indicações:

    Lemmy em ‘Os Cabeças de Vento (Airheads)’ (1994)

    Gene Simmons em ‘Exterminador Implacável (Wanted: Dead or Alive)’ (1987)

    Henry Rollins em ‘Floresta do Mal (Wrong Turn 2: Dead End)’ (2007)

    Iggy Pop e Tom Waits em ‘Sobre Café e Cigarros (Coffee and Cigarettes)’ (2003)

     
  • paulocarames 14:00 em 29/12/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: 1997, , Goodbye Ellston Avenue, , pinhead gunpowder, ,   

    CD – Pinhead Gunpowder: Goodbye Ellston Avenue 1997 

    Terceiro álbum dos californianos da Pinhead Gunpowder, lançado originalmente em 1997 e re-lançado este ano em vinil pela Lookout Records. O selo conta em seu catálogo com discos do Rancid e Green Day – que divide Billie Joe Armstrong neste projeto. Além do consagrado vocalista/guitarrista, Jason White (guitarra), Bill Schneider (baixo) e Aaron Cometbus (bateria) fazem parte do grupo. Mike Kirsch deixou a banda em 1994 por não aceitar que o Green Day assinasse contrato com uma grande gravadora.
    A grande parte das músicas deste disco (que lembra o Green Day ainda em sua fase undeground), além da arte usada na capa, são concepção do baterista Aaron Cometbus.

    01.”Life During Wartime” – 1:49
    02.”Without Me” – 1:29
    03.”High Maintenance” (Aaron Cometbus, Jason White) – 1:36
    04.”Backyard Flames” (Bill Schneider) – 1:30
    05.”Song of My Returning” (Phil Ochs) – 2:28
    06.”Once More Without Feeling” – 1:47
    07.”I Walk Alone” – 1:17
    08.”Train Station” – 1:30
    09.”Homesick Hopes” (Jason White) – 1:48
    10.”Brother” – 3:20
    11.”Swan Song” – 1:38
    12.”Work for Food” (Eric Baffert) – 1:32
    13.”The Great Divide” – 2:15

     
  • paulocarames 15:38 em 02/09/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: 1997, , advogado do diabo, , , , Charlize Theron, constantine, , , Keanu Reeves, ,   

    Além da Matrix: Advogado do Diabo / Constantine 

    Keanu Charles Reeves nasceu em Beirute, no Líbano no dia 2 de Setembro de 1964. Estrelou filmes importantes como Velocidade Máxima, Doce Novembro, A Casa do Lago e a trilogia Matrix além de dois filmes onde seu personagem está no caminho do coisa ruim. Apesar dos bons filmes, foi indicado três vezes ao Framboesa de Ouro como pior ator.
    Lado A – Advogado do Diabo (The Devil’s Advocate) 1997

    Reeves é Kevin Lomax, um advogado que nunca perdeu um caso e é contratado por John Milton (Al Pacino), dono de uma grande firma de advocacia. Kevin e a esposa Mary Ann (Charlize Theron), apesar da desaprovação da mãe dele, mudam-se de uma cidade pequena do interior para a grande Nova York onde ele passa a morar num apartamento enorme com alto salário e uma série de mordomias.
    A partir de então, sua mulher fica cada vez mais solitária em seu grande apartamento enquanto ele está cada vez mais empenhado em defender os clientes com as causas mais estranhas que lhe são apresentadas por seu chefe. Mary Ann começa a ter visões demoníacas enquanto ele é assediado no trabalho por uma linda assistente de Milton.

    Lado B – Constantine (Constantine) 2005

    O filme é baseado na HQ Hellblazer, da DC/Vertigo e conta a história do detetive sobrenatural John Constantine (Reeves), que literalmente vai ao inferno e volta.
    Junto com a policial Angela Dodson (Rachel Weisz) ele investiga o suicídio da irmã gêmea dela enfrentando para isto anjos malignos e demônios que habitam um mundo paralelo à Los Angeles contemporânea. Participação especial do músico Gavin Rossdale (Bush, Institute).

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: