Marcado como: cj ramone Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • carames 15:02 em 18/03/2017 Link Permanente | Resposta
    Tags: 17 de março, 2017, american beauty, , BuzzBomb Sound Labs, cj ramone, , , Jessica Jill Guerra, Kate Eldridge, , , , , , , ,   

    LP/CD – CJ Ramone: American Beauty 2017 


    Quem procura acha e se você procurar referências no novo disco solo de CJ Ramone, irá encontrar. Lançado em 17 de março de 2017 pela Fat Wreck Chords, American Beauty é o terceiro trabalho solo do ex-baixista dos Ramones.

    O disco começa como se fosse o lado C do LP anterior, Last Chance to Dance de 2014: Let’s Go tem solos faceiros de guitarra, marcação nas palmas e o título mais do que ramônico com uma letra que fala em cair na estrada mais uma vez. Coisa que CJ tem feito bastante, inclusive tocando na Argentina em momento histórico ao acompanhar Richie Ramone na celebração dos 30 anos do primeiro show da banda no país vizinho.

    Yeah Yeah Yeah é sobre fugir de encrenca mas saber que, invariavelmente, ela o encontra. A sirene de carro de polícia é um saudável déjà-vu de Psicho Therapy e a canção lembra trabalhos solo de outro baixista, Dee Dee Ramone.

    Se em 2012 CJ se desculpava com One More Chance e pedia mais uma chance para tentar fazer a coisa certa, em You’ll Never Make Me Believe ele parece ter escrito a resposta cética e taxativa ao pedido: “agora não tem jeito, você nunca me fará acreditar”. E segue, “você age como se fosse especial, vejo nos seus olhos mas sei que você é apenas louca, que grande novidade. não sou tão estúpido e menos ainda você é tão brilhante… estou cansado de todas suas histórias, estou cansado de todas suas mentiras e simplesmente não acredito mais em suas promessas vazias”. Impossível ser mais direto.

    Before the Lights Go Out é uma balada no melhor estilo fim de festa. “por favor, faça uma coisa por mim: sussurre delicadamente antes das luzes se apagarem, diga que me ama girl. pela manhã eu terei partido e você estará sozinha”.

    Girlfriend in a Graveyard lembra composições mórbidas da fase aura dos Ramones. Quem mais escreveria sobre encontrar uma namorada em meio a lápides, que pareça a noiva vampiro, em pleno jardim da sanidade?

    As referências continuam em Tommy’s Gone com o baterista fundador da banda sendo lembrado – Tommy Ramone que morreu em 2014. Os outros três membros originais (Joey, Dee Dee e Johnny já haviam sido celebrados em Three Angels, canção de 2012) mas agora o toque é sutil e mais pessoal, comparável ao poder de The Bowery Electric, ocasião em que CJ e Tommy trabalharam juntos homenageando Joey.

    Run Around (sobre perder mais do que ganhar e mesmo assim não desistir) e Steady as She Goes (exaltando a rotina de turnês, “um dia ruim na estrada é melhor que um dia bom em casa”) são duas levadas pra cima para dançar pelo salão como propunha o álbum anterior. Assim como Without You que empresta o riff inconfundível de The KKK Took my Baby Away e conta com vocais de Kate Eldridge da banda Big Eyes falando da dificuldade de se relacionar à distância.

    Mais uma balada, Be a Good Girl, quebra o ritmo da trinca anterior com “baby baby baby seja uma boa garota e eu serei verdadeiro com você”. Moral to the Story conta três histórias com fim trágico mas deixa uma lição, “viva sua vida, você será lembrado por seu nome e suas histórias através daqueles que te amam”.

    O disco encerra com a única canção que não leva assinatura do baixista e honra a tradição de incluir uma cover. Desta vez de Tom Waits que já havia cedido I Don’t Want To Grow Up para despedida da banda em ¡Adios Amigos! de 1995. Em Pony (original do disco Mule Variations de 1999) o trompete é vigoroso, e bem poderia ter sido gravado pelo próprio Waits.

    A arte da capa ficou a cargo de Jessica Jill Guerra e é impossível não fazer alusão ao filme (também de 1999) com mesmo nome (Beleza Americana no Brasil) e estrelado por Kevin Spacey.

    Embora American Beauty não alcance o êxito do debut Reconquista, também não chega a decepcionar. Os fiéis escudeiros Dan Root e Steve Soto repetem a parceria dos trabalhos anteriores segurando a bronca nas guitarras, desta vez acompanhados de Pete Sosa na bateria. É um disco que certamente irá envelhecer com o tempo a seu favor.

    Ficha Técnica:
    Fat Wreck Chords – produzido por CJ Ramone e Paul Miner

    CJ Ramone – baixo e vocal
    Steve Soto – guitarra e backing vocal
    Dan Root – guitarra e backing vocal
    Pete Sosa – bateria

    Edição Original
    A1 Let’s Go
    A2 Yeah Yeah Yeah
    A3 You’ll Never Make Me Believe
    A4 Before The Lights Go Out
    A5 Girlfriend In A Graveyard
    A6 Tommy’s Gone
    B1 Run Around
    B2 Steady As She Goes
    B3 Without You
    B4 Be A Good Girl
    B5 Moral To The Story
    B6 Pony






     
  • carames 18:10 em 04/10/2016 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , cj ramone, , , , , , , , , , , , , ,   

    Rock n’ Roll High School parte 4: We’re Outta Here (discos solo) 

    14459779_1267259963292857_651256625_n

    Nesta vida, mais cedo ou mais tarde, tudo finda. Os séculos terminam, as bandas acabam e as pessoas morrem. Adios, amigos! Vide os ícones novaiorquinos do punk rock, os Ramones: colocaram um ponto final na carreira em 1996, com mais de três décadas, 14 discos de estúdio e 2263 shows no currículo. Mas o encerramento das atividades foi só o primeiro capítulo do verdadeiro “we’re outta here” que viria na sequência, com a morte de todos os integrantes da formação original. Here today, gone tomorrow! Não havia mais milagres para acreditar. Só que o quarteto quer viver, e faz isso por meio de sua obra e dos fãs que tiveram corações envenenados pelas canções contagiantes que criaram. We can’t get you otta our minds, fast four!

    É por isso que recordaremos o legado ramônico, também em pique de despedida, em 8 de outubro (data do aniversário de Johnny e CJ), no Mondo Cane (Rua João Alfredo, 325). Será durante o quarto e derradeiro Rock’N’Roll High School, ciclo de encontros iniciado em 2013 para homenagear a banda que eternizou o ‘one, two, three, four’. A edição final do evento terá foco na carreira solo dos músicos que adotaram o Ramone em suas alcunhas artísticas.

    Como de costume, rolarão debates, músicas, vídeos, raridades, exposição de material e curiosidades. Participe! We accept you one of us!

    Page do evento: Facebook
    ramones_four
    14442579_1267259973292856_426748489_n

     
  • carames 1:55 em 20/06/2016 Link Permanente | Resposta
    Tags: , 30 de novembro, , cj ramone, , king of the surf, , , , , , Striped Records, surfer girl, the manges   

    Compacto – CJ Ramone And The Manges: Surfer Girl-King of the Surf 2015 

    CJ Ramone feat The Manges 0
    Depois do excelente Last Chance to Dance de 2014, eis que CJ Ramone nos presenteia com este compacto, lançado em 30 de novembro de 2015. As duas canções contidas aqui são resultado da parceria do ex-baixista dos Ramones com a banda italiana The Manges – oriundos de La Spezia, onde o quarteto de Nova Iorque se apresentou em 1991.

    No lado A, Surfer Girl dos Beach Boys e no oposto, King of the Surf da banda Trashmen, da qual os Ramones emprestaram Surfin’ Bird em 1977 no álbum Rocket to Russia (que contava com ilustrações do mesmo John Holmstrom que aqui assina a arte da capa). Detalhe, a tiragem é de apenas 500 cópias.

    Ficha Técnica:
    Striped Records

    Chris Eller/Manuel Manges – Bateria
    Josh Blackway – Guitarra
    Andrea Manges – Guitarra/Vocal
    CJ Ramone – Baixo/Vocal
    Mass Manges – Baixo
    Mayo Manges – Guitarra

    Traklist:
    A1 Surfer Girl (Brian Wilson)
    B1 King of the Surf (Larry LaPole)
    CJ Ramone feat The Manges 0CJ Ramone feat The Manges 1
    CJ Ramone feat The Manges aaCJ Ramone feat The Manges bb



     
  • carames 20:17 em 07/01/2016 Link Permanente | Resposta
    Tags: , 6 de julho, , cj ramone, , , , , la spezia, , Mosrite Recordings, , , , , ,   

    Compacto – Ramones: 1991-07-06 Live Stadio Comunale, La Spezia, Italy – Live Las★Pezia 

    la spezia 1
    Os Ramones com sua NONSTOP TOUR pegaram a estrada fazendo uma incrível média de 100 shows por ano. Fruto desta hiperatividade surgiram diversos bootlegs ao longo dos anos com shows memoráveis ao redor do globo.

    Muitos deles, inclusive, se sobressaem frente a registros oficiais embora boa parte contenha erros grosseiros no crédito das músicas ou mesmo fotos com a formação diferente daquela que se apresentou no referido show. Ossos do ofício do descompromissado mercado de lançamentos não oficiais.

    Não é o caso deste compacto com o registro da banda na Itália em 6 de julho de 1991. A começar pela capa que resume a banda com 3×4 precisas dos integrantes e seus principais símbolos: a guitarra mosrite de Johnny, a máscara do Pinhead e uma jaqueta de couro.

    São apenas quatro canções de um set bem mais extenso mas ainda assim uma boa amostra do que o quarteto apresentou naquela noite. O disquinho vem embalado em um livreto com três belas fotos da banda e um texto (em italiano) sobre a foto de Joey Ramone na praia – clicada originalmente em 1978 para fotonovela Mutant Monster Beach Party da revista Punk Magazine #15 edição de jul/ago-1978.

    Registro à altura do show inaugural da banda pela Europa naquele ano com o detalhe de ter tiragem limitada e ser numerado a mão.

    Ficha Técnica:
    Mosrite Recordings

    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    CJ Ramone – baixo, backing vocal
    Marky Ramone – bateria

    01 – Durango 95
    02 – Teenage Lobotomy
    03 – Psycho Therapy
    04 – Blitzkrieg Bop
    05 – Do You Remember Rock ‘N’ Roll Radio
    06 – I Believe In Miracles
    07 – Gimme Gimme Shock Treatment
    08 – Rock ‘N’ Roll High School
    09 – I Wanna Be Sedated
    10 – The KKK Took My Baby Away
    11 – I Wanna Live
    12 – My Brain Is Hanging Upside Down (Bonzo Goes to Bitburg)

    13 – Commando
    14 – Sheena is a Punk Rocker
    15 – Rockaway Beach
    16 – Pet Sematary
    17 – 53rd & 3rd
    18 – Glad to See You Go
    19 – Mama’s Boy
    20 – Animal Boy
    21 – Wart Hog
    22 – Surfin’ Bird
    23 – Cretin Hop
    24 – I Don’t Wanna Walk Around With You
    25 – Today Your Love, Tomorrow The World
    26 – Pinhead
    la spezia 1la spezia 8
    la spezia 2la spezia 3
    la spezia 4la spezia 5
    la spezia 6la spezia 7
    la spezia 10ala spezia 9a
    punk magazine-0 copy

     
  • carames 22:30 em 11/05/2015 Link Permanente | Resposta
    Tags: , cj ramone, jaquetas de couro, leo drummond, , , ramones reportagem   

    Ramones, movie stars and leather jackets 

    Por Leo Drummond.

    schott-15

    schott-16

    Ilustração na contracapa do cd “Acid Eaters”

    O lendário Lemmy definiu o visual como “black leather, knee-hole pants”. E assim, os Ramones inventaram o visual do que ficaria conhecido como Punk e, por 22 anos ininterruptos, a trajetória do fast four caminhou de mãos dadas com uma das mais icônicas peças de vestuário existentes, a jaqueta de couro.

    A história das emblemáticas jaquetas de couro usadas pela banda confunde-se com a história de uma das mais tradicionais fabricantes de jaquetas dos EUA, a Schott NYC. Criada em 1913 pelos irmãos Irving e Jack Schott, a companhia era responsável pela fabricação de roupas impermeáveis, resistentes e que tinham uma boa resposta contra intempéries.

    Mas foi em 1928 que o mais clássico modelo das jaquetas Schott chegou ao mercado. Alcunhado em homenagem ao charuto preferido de Irving Schott, o modelo chamar-se-ia Perfecto. Em 1940, surge o modelo Perfecto 613, apelidado de “The One Star Jacket”, devido à estrela que trazia nas ombreiras.

    schott (1)

    Schott Perfecto 613

    O pós-guerra trouxe uma grande mudança no ritmo e estilo de vida do cidadão americano. Os garotos que retornavam do front não queriam mais usar o bom e velho terno engomado. Os cabelos já não se apresentavam tão comportados e as jaquetas entram em cena como símbolo de renovação e rebeldia. “É o visual da garotada americana, que está aí há um bocado de tempo, desde os anos 50”, afirma o baixista CJ Ramone. No início da década de 50, o modelo Perfecto 618 chega ao mercado.

    schott (10)

    Schott Perfecto 618

    Apesar de fabricarem inúmeros modelos de jaquetas, as Schott Perfecto 613 e 618 marcaram definitivamente. Ambas ficaram amplamente conhecidas através das telas dos cinemas. Marlon Brando, em “The Wild One”, tornou-se um ícone da cultura pop ao encarnar Johnny Strabler. A jaqueta de couro e o quepe de lado tornaram-se marcas registradas do filme. É possível ver a influência do estilo em diversos outros filmes, como em “Grease” e “Cry Baby”. Mesmo naquelas jaquetas que não eram fabricadas pela Schott Bros., notamos a influência do modelo Perfecto.

    schott (7)

    Marlon Brando, no clássico “The Wild One”

    schott (2)

    Dennis Stewart, no filme “Grease”, usando uma Schott 613 “one star”

    schott (13)

    Johnny Depp, em “Cry Baby”

    Em 1976, uma capa de disco trouxe, em definitivo, a jaqueta de couro para o visual rocker. Punk rocker, pra ser mais específico. Os Ramones, fotografados naquela ocasião por Roberta Bailey, chamaram a atenção pelo visual minimalista e uniforme. “Era o meu ‘uniforme’, quando eu era garoto”, relembra CJ. Literalmente: Jeans, tênis surrados e a jaqueta de couro. Tudo bem, sabemos que, na primeira capa, apenas Johnny vestia uma Schott Perfecto. Mas o estilo estava definido. Daí por diante, poderíamos ver os garotos desfilando suas jaquetas em praticamente todas as capas de álbuns em que apareciam. E o “praticamente” não foi usado por acaso, pois, na capa do álbum “End Of The Century”, fotografada por Mick Rock, eles quebraram o protocolo. Pareciam bons meninos, bem diferentes da foto do encarte.

    schott (4)

    A clássica capa do álbum homônimo

    schott (8)

    No encarte de “End Of The Century”, as jaquetas marcam presença

    A composição das artes dos álbuns era ajudada pelo estilo rústico das jaquetas. Tal característica fica bastante evidente na contracapa do álbum “Too Tough To Die”. O pano de fundo utilizado, com seu zíper devidamente enquadrado, era uma jaqueta Perfecto. Em “Animal Boy”, na atmosfera de backstage criada para sua contracapa, encontramos nada mais nada menos que a boa e velha jaqueta jogada, compondo o visual. Sem mencionar a arte do CD de “Ramonesmania 2”, lançamento exclusivo do Japão.

    schott-14

    “Too Tough To Die”

    schott (9)

    “Animal Boy”

    schott (5)

    Arte do CD “Ramonesmania 2”

    A rotina não seria diferente no que diz respeito ao material promocional da banda. As sessões de fotos deveriam ser feitas com o “uniforme” completo. George DuBose, fotógrafo oficial dos Ramones por cerca de 13 anos, teve a oportunidade de registrar e imortalizar o estilo da banda em diversas ocasiões. Até mesmo Clem Burke, o famoso Elvis Ramone, que posou com uma inusitada camisa Coco Chanel, trazia consigo sua Perfecto.

    schott (3)

    Clem (segundo da esq para dir), em sua breve passagem como Elvis Ramone

    CJ, o último Ramone, teve a responsabilidade de receber não só o baixo de Dee Dee, mas também a jaqueta. “Me deram a jaqueta usada por Dee Dee. Usei durante os sete anos em que estive na banda, exceto por uma vez ou outra, quando usei minha própria”, revela.

    schott (12)

    CJ Ramone, em 1996

    Com mais de 100 anos de estrada, a Schott NYC continua fabricando seus modelos clássicos. É possível encontrá-las, em grande quantidade e variedade, no próprio site da Schott, no Ebay (em especial pra quem está à procura de um modelo vintage) ou numa terceira opção chamada Rakuten Global Market. É nessa hora que surgem as dúvidas relacionadas ao design de cada tipo de jaqueta.

    É muito importante, especialmente para aquisições de jaquetas novas, que seja fielmente seguida a tabela de medidas fornecidas pelo vendedor. As jaquetas costumam ser bem fiéis ao tamanho indicado. Outra dica importantíssima é saber a origem da jaqueta. Ok, todas são fabricadas nos EUA. Mas nem todas são fabricadas para o público americano. Um exemplo clássico disso é o modelo 613US, fabricado nos EUA, mas vendido, exclusivamente, no mercado Japonês.

    schott (11)

    Schott 613, vendida dos EUA

    Exatamente o que você leu. Não é possível, inclusive para cidadãos americanos, adquirir esse modelo nos EUA, mesmo direto com o fabricante. A diferença básica está na largura das mangas. As jaquetas 613 fabricadas atualmente (para o mercado americano) possuem uma circunferência de manga bem exagerada, diferente das vintage.

    Essa tendência pode ser explicada, talvez, pela mudança do perfil corporal do cidadão americano. Resumindo: você fica “bem” na jaqueta, mas seus braços “somem” dentro da jaqueta. Se você não for um bombadinho e nem pensa em viver os próximos anos dentro de uma academia, fuja.

    Em contrapartida, o modelo 613US, fabricado exclusivamente para o Japão, possui um design mais justo. Lembram bastante os modelos usados por Johnny e Dee Dee nos anos 70. As mangas são bem mais ajustadas ao braço.

    schott (6)

    Schott 613US, exclusividade japonesa

    É possível encontrar também a Schott 613US Long Riders, feita para japoneses mais altos que a média do país. A diferença no preço é substancial, normalmente de 50 a 100 dólares.

    O mais importante é encontrar o modelo que lhe agrade. Como mencionado anteriormente, as jaquetas modelo Perfecto não são fabricadas exclusivamente pela Schott Bros. Inúmeras outras fabricantes foram “inspiradas” pelo modelo. É possível encontrar boas jaquetas por aí, como as das marcas Wilson’s e Excelled. Entretanto, vale ressaltar que a verdadeira Perfecto é originalmente fabricada pela Schott.

    Colaboração: CJ Ramone.

    Links úteis:
    http://www.ebay.com
    https://www.schottnyc.com
    http://global.rakuten.com

     
  • carames 10:00 em 28/03/2015 Link Permanente | Resposta
    Tags: , 25 de novembro, , cj ramone, , David Hidalgo Jr, , , last chance to dance, , , , , , , , , The Racket Room, The Raven and The Crow Inc   

    LP/CD – CJ Ramone: Last Chance to Dance 2014 

    CJ Ramone - Last Chance to Dance 0
    Em agosto de 2014 foi anunciado que a gravadora Fat Wreck Chords de Fat Mike (NOFX) iria lançar o novo álbum de CJ Ramone e já no mês seguinte saiu o single com Understand Me? (falando que é preciso acreditar para as coisas darem certo) e Rise Above (cover do Black Flag gravada e mixada por Daniel Rey durante as sessões do álbum anterior de CJ, Reconquista).

    Last Chance To Dance (segundo disco em que o artista assina como CJ Ramone), lançado em 25 de novembro, tem a faixa título do single abrindo caminho para mais onze músicas sendo que algumas delas apresentadas por CJ em sua mais recente turnê no Brasil.

    Para as gravações nada menos que Steve Soto e Dan Root (Adolescents) nas guitarras/backing vocals e David Hidalgo Jr (Social Distortion) na bateria, além da produção executiva de Jiro Okabe (também produtor de Reconquista e baixista em Entitled de Richie Ramone).

    A autobiográfica Won’t Stop Swinging ganhou vídeo gravado no Bar Opinião em Porto Alegre e conta a trajetória do músico antes de ficar conhecido como baixista dos Ramones.

    One More Chance é a promessa de fazer a coisa certa depois de um arrependido pedido de desculpas e Carry Me Away fala sobre ficar três anos no mar longe de Evangeline, suplicando aos amigos que o levem de volta pra casa. O Final é de cortar o coração.

    ‘Til The End é uma bela balada com letra simplista que se encaixaria muito bem em um single com Life’s a Gas enquanto Long Way To Go fecha o lado A deixando claro que há um longo caminho pela frente.

    Mr. Kalashnikov (tributo a Mikhail Kalashnikov, criador da AK-47) dá início à segunda metade da empreitada e é a única a chegar a quatro minutos de duração e precede as rápidas Pitstop e Grunt que logo são interrompidas pela balada You Own Me (que se identifica mais com as primeiras canções do disco).

    Pra fechar, impossível não lembrar de Teenage Lobotomy logo nas primeiras batidas de Last Chance To Dance, canção animada mas também nostálgica. Clusterfuck é um rolo compressor sem freios ladeira abaixo durante 59 segundos.

    A exemplo do single (lançado nas cores preta e verde) o disco ganhou duas edições em LP: rajado em branco/preto e todo preto além do CD em formato digipack.

    Fica a torcida para que CJ continue lançando bons discos como este e que não seja de fato nossa última chance de dançar ao som de um Ramone.

    Ficha Técnica:
    The Raven and The Crow Inc e Fat Wreck Chords – produzido por CJ Ramone, Jim Monroe e Steve Soto.

    CJ Ramone – baixo e vocal
    Steve Soto – guitarra e backing vocal
    Dan Root – guitarra e backing vocal
    David Hidalgo Jr – bateria
    Pete Sosa – percussão

    Edição Original
    01 Understand Me? 2:08
    02 Won’t Stop Swinging 2:00
    03 One More Chance 1:51
    04 Carry Me Away 3:10
    05 ‘Til The End 2:48
    06 Long Way To Go 2:33
    07 Mr. Kalashnikov 4:04
    08 Pitstop 2:26
    09 Grunt 1:33
    10 You Own Me 2:42
    11 Last Chance To Dance 3:12
    12 Clusterfuck 0:59
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 6CJ Ramone - Last Chance to Dance 7
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 8CJ Ramone - Last Chance to Dance 9
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 10CJ Ramone - Last Chance to Dance 11
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 12CJ Ramone - Last Chance to Dance 13

    Edição em CD Digipack:
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 1
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 2
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 3
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 4
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 5

    Edição Argentina em CD:
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 14
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 15
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 16
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 17
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 19CJ Ramone - Last Chance to Dance 18
    CJ Ramone - Last Chance to Dance 20
    pinhead records 1pinhead records 2

    Single:
    CJ Ramone - Understand Me 0CJ Ramone - Understand Me 1
    CJ Ramone - Understand Me 8CJ Ramone - Understand Me 9
    CJ Ramone - Understand Me 4CJ Ramone - Understand Me 5




     
  • carames 10:00 em 15/11/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , cj ramone, mark sheehan, , , , , ,   

    Compacto – The Warm Jets: The Warm Jets 2000 

    CJ Ramones (The Warm Jets) - 2000 - She Says-Diabla A
    Com a dissolução dos Los Gusanos, CJ Ramone partiu para uma nova empreitada. Em princípio o projeto chamava-se The Warm Jets.

    O resultado foi este lançamento feito pela ACME Records que teve tiragem de 113 cópias em vinil branco e outras 783 em vinil transparente. Pouco depois o nome foi deixado de lado e surgia Bad Chopper, disco homônimo lançado em 2007, precedido pelo compacto Real Bad Time.

    Ficha Técnica:
    ACME Records – produzido por The Warm Jets

    John – Guitarra
    CJ Ramone – Baixo/vocal
    Mark Sheehan – Bateria

    Traklist:
    A1 She Says
    B1 Diabla
    CJ Ramones (The Warm Jets) - 2000 - She Says-Diabla ACJ Ramones (The Warm Jets) - 2000 - She Says-Diabla B
    CJ Ramones (The Warm Jets) - 2000 - She Says-Diabla label A2CJ Ramones (The Warm Jets) - 2000 - She Says-Diabla label B2
    CJ Ramones (The Warm Jets) - 2000 - She Says-Diabla C

     
  • carames 10:00 em 08/11/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , cj ramone, , , , , real bad time, ,   

    Compacto – Bad Chopper: Real Bad Time 2002 

    real_bad_time_capa
    Após deixar de lado o projeto com o Los Gusanos, CJ Ramone deu início ao The Warm Jets, que acabou se tornando Bad Chopper.

    Este compacto, lançado pelo selo finlandês Woimasointu, precede o disco de 2007 batizado com o nome da banda. Aqui são duas canções: a faixa título e Diabla – presente também no lançamento do The Warm Jets. Foram lançadas duas versões, em vinil preto e outra em azul.

    Ficha Técnica:
    Woimasointu Records

    Brian Costanza – Guitarra
    CJ Ramone – Baixo/vocal
    Mark Sheehan – Bateria

    Traklist:
    A1 Real Bad Time
    B1 Diabla
    real_bad_time_capareal_bad_time_contra_capa
    CJ Ramone (Bad Chopper) - 2003 - Real Bad Time label aaCJ Ramone (Bad Chopper) - 2003 - Real Bad Time label bb
    real_bad_time_vinyl2

     
  • carames 10:00 em 09/09/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , cj ramone, cond show, , , lugh, , , , , , , , ,   

    CJ Ramone em dose tripla no sul (2014) 

    cj ramone - 6 de setembro
    Tal como ocorrido em sua última passagem pelo Rio Grande do Sul em setembro de 2012, a tour de CJ Ramone pelo estado em 2014 ofereceu três momentos para os fãs interagirem com o músico.

    Começando em Novo Hamburgo na noite de 5 de setembro (após tocar em São Paulo, Goiânia, Santos, Uberlândia, Brasília, Rio de Janeiro, Curitiba e Florianópolis – num ritmo digno das intermináveis turnês dos Ramones) o ex-ramone se apresentou no Rock Show com abertura dos gaúchos da Tequila Baby, que já gravaram cd/dvd com o ex-parceiro de CJ, Marky Ramone.

    Na serra gaúcha o evento aconteceu no Cond Show Bar, em Caxias do Sul, com abertura da banda local Dones Primata. Em seguida foi a vez dos paulistas da Gritando HC com clássicos como Ande de skate e destrua, Quero ser punk com você e a apropriada Quero meu ingresso pro show dos Ramones.

    Em seguida foi a vez dos Replicantes com Festa Punk, Eu Quero é mucra, Astronauta e outras tantas, chamar a galera pra pista. Os veteranos irmãos Cláudio e Heron Heinz, ao lado do batera Cléber Andrade e de Júlia Barth, fizeram jus aos mais de 30 anos de estrada em show rápido mas com pegada que contou com um guitarrista adicional.

    O som, infelizmente deixou a desejar e acabou comprometendo não só as bandas convidadas mas também a atração principal. Após certa demora, CJ subiu ao palco acompanhado de Steve Soto e Dan Root (ambos do Adolescents) nas guitarras e Michael Wildwood (do D Generation– única mudança na formação que passou por aqui dois anos antes) na bateria.

    No setlist, um mix de canções do novo disco que será lançado em novembro, músicas do álbum Reconquista e, claro, vários clássicos dos Ramones. Chama atenção a predileção pelos primeiros discos do grupo. Exceção feita por Strenght to Endure, nenhuma interpretação remete ao tempo de CJ na banda, inaugurado em estúdio com Mondo Bizarro – e a lista não é pequena: Cretin Family, Scattergun, Makin Monsters for my friends, The Crusher, Main Man, My back pages, The Shape of things to come e Journey to the center of the mind.

    No dia em que se comemora a independência do Brasil foi a vez da capital gaúcha receber o último show desta tour no Bar Opinião – palco onde dois anos antes CJ fizera uma participação especial com os Ratos de Porão tocando Commando.

    Na noite de domingo a abertura ficou por conta dos santamarienses da Lugh. Com presença de palco e composições próprias o punk celta logo deu lugar a uma atração de última hora com a proposta de prestar um tributo aos Ramones mas que mostrou-se uma grande roubada.

    O pano de fundo com seu nome e a parede de tijolos do disco de estréia da banda já decoravam o palco pouco antes das 22h quando CJ e cia deram início ao show que durou pouco mais de uma hora mas, mais recheado que o da noite anterior.

    Algumas variações no set valeram o ingresso de quem pode acompanhar mais de um show. Entre as músicas novas destaque para Clusterfuck, hardcore no estilo Wart Hog. Para I wanna be your boyfriend uma mensagem dedicando a canção aos namorados e namoradas mas também namorados e namorados, namoradas e namoradas.

    Não poderia faltar Three Angels, homenagem a Joey, Dee Dee e Johnny (com a adequada menção a Tommy). Dannys Says foi uma das surpresas da noite, incluída de última hora. R.A.M.O.N.E.S. do Motorhead fechou a noite de reencontro, não só de CJ com os fãs mas de amigos que se encontram a cada evento ramônico. Agora é esperar pelo cd em novembro e pela próxima passagem dos caras por aqui.

    Setlist:
    judy is a punk/ understand me/ what we gonna do now/ commando/ king cobra/ judy is a punk/ ghost ring/ low on ammo/ danny says/ carry me away/ last chance to dance/ rockaway beach/ you’re the only one/ strength o endure/ 3 angels/ won’t stop swinging/ i wanna be your boyfriend/ glad to see you go/ clusterfuck/ one more chance/ 53rd and 3rd/ cretin hop/ blitzkrieg bop/ do you wanna dance/ california sun/ i wanna be sedated/ what’s your game/ i just want to have something to do/ sheena is a punk rocker/ r.a.m.o.n.e.s.

     
  • carames 10:00 em 30/08/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , cj ramone, , Editora Pintore, Gabba gabba book! Notizie ramoniche dal 1976 al 2004, , , , , , , , ,   

    Livro – Gabba Gabba Book! Notizie ramoniche dal 1976 al 2004 (2005) 

    ramones gabba gabba book-0Em Ramones Sniffing Poster, lançado em 2013, o italiano Marco Zuanelli em parceria com Martino Simona contou a história dos Ramones a partir de pôsters das incontáveis turnês feitas em seus 22 anos de carreira.

    Gabba Gabba Book! Notizie ramoniche dal 1976 al 2004 lançado em 2005 também é um exercício de resgate. Um excepcional trabalho de garimpo feito em inúmeras publicações – revistas como Dynamo!, Metal Shock, Raro, Rock Sound e Ciao 2001.

    Exceção feita por 1976 (com matérias em publicações francesas) o restante dos recortes é exclusivo de material italiano a partir de 1977, ano em que os italianos descobriam a música do quarteto a partir da coletânea Punk Collection.

    Além das inúmeras matérias, também foram incluídas peças publicitárias usadas para divulgar cada lançamento e as respectivas resenhas dos discos de estúdio, ao vivo, coletâneas e solos até 2004 – culminando com a cobertura da morte do guitarrista Johnny Ramone.

    O acabamento é de luxo e a edição é cuidadosa, daquelas que apenas quem conhece a obra da banda poderia oferecer. Obra feita de fã para fã, mais um item obrigatório na estante dos ramonesmaníacos. Editora Pintore, 324 páginas, em italiano.

     
  • carames 10:00 em 26/08/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , cj ramone, fat wrec chords, , , , , , , understand me   

    CJ Ramone lança novo single pela Fat Wreck Chords 

    cj ramone understand me CJ Ramone lança novo single pela Fat Wreck Chords

    O lendário baixista CJ Ramone assinou com o selo Fat Wreck Chords e novidades muito boas já foram anunciadas.

    A primeira delas é um novo single que será lançado no dia 30 de Setembro. Understand Me? comemorará os 25 anos do primeiro show de CJ com os Ramones, que aconteceu em 30 de Setembro de 1989, na Inglaterra. A segunda é a oficialização do novo álbum, intitulado Last Chance To Dance, ainda sem data de lançamento definida.

    Dan RootSteve Soto (ambos da banda The Adolescents) e David Hidalgo Jr.(Social Distortion) acompanham CJ tanto no single quanto no disco. Os músicos também participaram do primeiro registro solo do baixista (Reconquista, de 2012).

    O lado B de Understand Me? é uma versão da música “Rise Above“, do Black Flag. Dez Cadena (Black Flag, Misfits) toca guitarra e faz os vocais de apoio na faixa.

    Adquira o single na pré-venda clicando aqui e ouça ”Understand Me?” no fim da postagem.

    CJ RAMONE NO BRASIL

    No fim de de Agosto e início de Setembro, CJ Ramone excursionará pelo Brasil. Confira abaixo as datas e os locais por onde a turnê brasileira de CJ passará:

    cj ramone1 CJ Ramone lança novo single pela Fat Wreck Chords

    Post original TMDQA.

 
  • carames 10:00 em 09/08/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: 1234 records, , 2 de dezembro, , cj ramone, germany, , , , offenbach, , , , , , , Solid Gold Easy Action   

    CD – Ramones: 1992-12-02 Live Stadthalle, Offenbach, Germany – Solid Gold Easy Action 

    1992-12-02 Live Stadthalle (Offenbach, Germany) - Solid Gold Easy Action
    CD bootleg trazendo show dos Ramones na noite de 2 de dezembro de 1992 na Alemanha. No set, várias músicas presentes em Mondo Bizarro (lançado três meses antes).

    Destaque para Poison Heart, Take it as it comes e Strength to endure – esta última, no bis, com CJ nos vocais e sem Joey que volta ao palco para fechar o show com Beat on the brat e California sun.

    Ficha Técnica:
    1,2,3,4 Records – Bonzo 32

    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    CJ Ramone – baixo, backing vocal
    Marky Ramone – bateria

    Tracklist:
    01 – Durango 95
    02 – Teenage lobotomy
    03 – Psycho therapy
    04 – Blitzkrieg bop
    05 – Do you remember rock ‘n’ roll radio
    06 – I believe in miracles
    07 – Gimme gimme shock treatment
    08 – Rock ‘n’ roll high school
    09 – I wanna be sedated
    10 – Censorshit
    11 – I wanna live
    12 – Bonzo goes to Bitburg
    13 – Tomorrow she goes away
    14 – Sheena is a punk rocker
    15 – Rockaway beach
    16 – Pet sematary
    17 – I wanna be well
    18 – Glad to see you go
    19 – Take it as it comes
    20 – Somebody put something in my drink
    21 – Commando
    22 – Wart hog
    23 – Cretin hop
    24 – Judy is a punk
    25 – Today your love, tomorrow the world
    26 – Pinhead
    27 – Poison heart
    28 – Chinese rock
    29 – We’re a happy family
    30 – Strength to endure
    31 – Beat on the brat
    32 – California sun
    1992-12-02 Live Stadthalle (Offenbach, Germany) - Solid Gold Easy Actionramones-solidgoldeasyaction (2)
    ramones-solidgoldeasyaction (1)Ramones - 1992-12-02 Live Stadthalle (Offenbach, Germany) - Solid Gold Easy Action

     
  • carames 10:00 em 26/07/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , cj ramone, classics, , , , , , , , , , ,   

    CD – Ramones: Classics 2008 

    2008-xx-xx Classics
    Lançada em 2008 pela EMI apenas no mercado finlandês, Classics é na verdade um compilado de canções dos últimos discos dos Ramones. Pet Sematary (única da fase com Dee Dee no baixo) abre os trabalhos e é seguida por outras 12 músicas extraídas dos álbuns derradeiros da banda.

    Na arte da capa, uma das melhores fotos do onipresente George DuBose (sem os devidos créditos, diga-se de passagem), clicada na época para divulgação do álbum Acid Eaters.

    Ficha Técnica:
    EMI Finland

    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    Dee Dee Ramone/ CJ Ramone – baixo, backing vocal
    Marky Ramone – bateria

    Tracklist:
    01 – Pet Sematary (Brain Drain)
    02 – Cabbies On Crack (Mondo Bizarro)
    03 – Rock and Roll High School (Loco Live)
    04 – I Don’t Want To Grow Up (¡Adios Amigos!)
    05 – Blitzkrieg Bop (Loco Live)
    06 – She Talks To Rainbows (¡Adios Amigos!)
    07 – I Wanna Be Sedated (Loco Live)
    08 – Somebody To Love (Acid Eaters)
    09 – Cretin Hop (Loco Live)
    10 – Substitute (Acid Eaters)
    11 – Take It As It Comes (Mondo Bizarro)
    12 – Rockaway Beach (Loco Live)
    13 – Sheena Is A Punk Rocker (Loco Live)
    2008-xx-xx Classics 1
    2008-xx-xx Classics 2
    2008-xx-xx Classics 3
    2008-xx-xx Classics 4
    2008-xx-xx Classics 52008-xx-xx Classics 6
    2008-xx-xx Classics 7

     
  • carames 10:00 em 12/07/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , cj ramone, Collection, , , , , , , , , , , ,   

    CD – Ramones: Collection 2001 

    ramones - collection 1
    Coletânea bootleg que abrange as diferentes fases na carreira dos Ramones. Canções menos óbvias em compilações oficiais como Daytime dilemma (dangers of love), Garden Of Serenity e Tomorrow She Goes Away dividem espaço com as sempre presentes Blitzkrieg Bop, Psycho Therapy e Pet Sematary.

    De fato, dos 14 discos de estúdio, apenas Acid Eaters foi deixado de fora. Ainda assim a versão de R.A.M.O.N.E.S. tem CJ nos vocais ao invés de Joey – oficialmente esta versão está disponível apenas na reedição de Adios Amigos de 2004.

    Em destaque, a famosa foto de George DuBose com a banda num tapete e ao lado do The Clash no começo da carreira.

    Ficha Técnica:
    MONE-01

    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    Dee Dee Ramone/ CJ Ramone – baixo, backing vocal
    Tommy Ramone/ Marky Ramone – bateria

    Tracklist:
    01 – Blitzkrieg Bop
    02 – Beat On The Brat
    03 – I Wanna Be Your Boyfriend
    04 – I Remember You
    05 – Sheena Is A Punk Rocker
    06 – Rockaway Beach
    07 – Teenage Lobotomy
    08 – Surfin’ Bird
    09 – I Wanna Be Sedated
    10 – She’s The One
    11 – Needles & Pins
    12 – Rock ‘N’ Roll High School
    13 – Do You Remember Rock ‘N’ Roll Radio-
    14 – The KKK Took My Baby Away
    15 – She’s A Sensation
    16 – Psycho Therapy
    17 – Daytime dilemma (dangers of love)
    18 – My Brain Is Hanging Upside Down (Bonzo Goes To Bitburg)
    19 – Garden Of Serenity
    20 – Merry Christmas
    21 – Pet Sematary
    22 – I Believe In Miracles
    23 – Tomorrow She Goes Away
    24 – Poison Heart
    25 – I Don’t Wanna Grow Up
    26 – R.A.M.O.N.E.S
    ramones - collection 2
    ramones - collection 3
    ramones - collection 4
    ramones - collection 5ramones - collection 6
    ramones - collection 7

     
  • carames 10:00 em 08/07/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , cj ramone, d generation, , Michael Wildwood, , , , , ,   

    CJ Ramone anuncia datas de nova turnê pelo Brasil 

    CJ Ramone anuncia datas de nova turnê pelo Brasil

    Publicado em ZonaPunk.

    Após ser a primeira atração confirmada do renomado Porão do Rock, CJ Ramone, ex-baixista dos Ramones, anuncia praticamente todas as datas da terceira turnê consecutiva pelo Brasil.

    Acompanhado dos renomados Steve Soto (guitarra – Adolescents), Dan Root (guitarra – Adolescents) e Michael Wildwood (bateria – D Generation), CJ Ramone excursionará, entre 26 de agosto e 7 de setembro, em cidades as quais ainda não havia se apresentado.

    Considerado um dos artistas mais carismáticos da música mundial, o ex-integrante da histórica banda americana de punk tem os seguintes shows confirmados:
    28/08 – Bolshoi Pub – Goiânia/GO
    29/08 – Tribal Club – Santos/SP
    30/08 – TBA
    31/08 – Porão do Rock – Brasília/DF
    01/09 – TBA
    02/09 – TBA
    03/09 – Espaço Cult – Curitiba /PR
    04/09 – John Bull – Florianópolis/SC
    05/09 – Rock and Roll Sinuca Bar – Novo Hamburgo/RS
    06/09 – Associação Rural – Pelotas/RS
    07/09 – Opinião – Porto Alegre/RS

    O repertório será recheado por diversos clássicos dos Ramones, além das excelentes composições de seu álbum solo “Reconquista”. Também existe a possibilidade de que canções de seu novo disco integrem o set list.

    São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Brasília (DF), Curitiba (PR), Santos (SP), Florianópolis (SC), Palmas (TO), Taguatinga (DF), Maringá (PR), Bragança Paulista (SP), Fortaleza (CE), Estância Velha (RS) e Betim (MG) são as cidades que já receberam o ilustre músico.

    Christopher Joseph Ward foi escolhido para substituir Dee Dee, o lendário baixista dos Ramones, em 1989, e ficou até o fim da banda em 1996. Com o grupo, e já usando nome de CJ Ramone, lançou os álbuns Loco Live (1991), Mondo Bizarro (1992), Acid Eaters (1994) e Adios Amigos (1995). Depois disso, o artista montou outros projetos como o Los Gusanos e Bad Chopper, e inclusive chegou a receber um convite para tocar no Metallica, mas recusou a oferta para cuidar do filho, que havia sido diagnosticado com autismo.

    Promotores interessados em contratar o espetáculo devem entrar contato através dos e-mails contato@cacapratesmanagement.com.br, runawayrec@hotmail.com, cacaprates@live.com ou pelos telefones ID 55*11*43758, (55 11) 98149.9987 e (55 11) 99557.8358.

     
  • carames 10:00 em 28/06/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , cj ramone, , , No Tomorrow Records, , , , , , , The Bowery Electric, , Tribute to Joey Ramone   

    Compacto/CD – VA: The Bowery Electric A Tribute to Joey Ramone 2004 

    TheBoweryElectricATributetoJoeyRamoneF
    Com a morte de três dos quatro integrantes originais (Joey, Dee Dee e Johnny) sobrou para os Ramones remanescentes administrar a expectativa dos fãs de algum projeto conjunto nos moldes do que ocorrera no final dos anos 1990 quando Marky e Dee Dee se reuniram para alguns shows sob o nome de The Ramainz.

    CJ e Richie integraram a banda em fases distintas mas tocaram juntos recentemente. Apesar disto, Marky já declarou que não tem o menor interesse em se reunir com os demais já que se considera o único em condições de tocar o legado da banda adiante.

    No entanto, The Bowery Electric A Tribute to Joey Ramone, lançado em 1º de maio de 2004 como tributo a Joey serve como registro de um momento único. Arturo Vega, mentor de toda concepção artística da banda foi produtor executivo deste encontro.

    As duas sessões em março de 2002 tiveram Daniel Rey (produtor de Halfway to Sanity e Adios Amigos além de diversos projetos solo dos ex-integrantes) na guitarra, Tommy (baterista nos três primeiros discos e produtor de Ramones, Rocket to Russia, Road to Ruin e Too Tough to Die) na percussão além de Marky na bateria e CJ no baixo e vocais de Jed Davis.

    Foi a primeira vez que Tommy e CJ tocaram juntos – o primeiro deixou a banda em 1978 e o segundo só ingressou em 1989. Apesar de ter produzido Marky no já citado Road to Ruin, foi a primeira vez que Tommy tocou com seu sucessor.

    No EP (pink e azul com tiragem de 500 cópias em cada cor) três canções: no lado A em 33RPM o registro dos ex-ramones sob o nome de The Bowery Electric Crew e Going Places com a música Never Forget. No lado B, em 45RPM, Suzy & Los Quattro com I’m Not Glad To See You Go presta sua homenagem a Dee Dee.

    A versão em cd repetia estas três acrescidas de outras três músicas (entre elas, Why, presente no LP que CJ lançou com sua banda Bad Chopper).

    Como diz a letra de Jed Davis, i put my headphones on and you are never really gone.

    Ficha Técnica:
    No Tomorrow Records – produzido por Tommy Ramone e Arturo Vega

    Daniel Rey – guitarra
    CJ Ramone – baixo
    Marky Ramone – bateria
    Tommy Ramone – percussão
    Jed Davis – teclados e vocal

    Tracklist EP:
    A1 The Bowery Electric (The Bowery Electric Crew)
    A2 Never Forget (Goin’ Places)
    B1 I’m Not Glad To See You Go (Suzy & Los Quattro)

    Tracklist CD:
    01 The Bowery Electric (The Bowery Electric Crew)
    02 Never Forget (Goin’ Places)
    03 I’m Not Glad To See You Go (Suzy & Los Quattro)
    04 Joey’s Song (The Kowalkis)
    05 I Don’t Wanna be a Schnook (Mensch)
    06 Why Why Why Why Why Why? (Bad Chopper)
    VA - 2004 - The Bowery Electric A Tribute To Joey Ramone (5)VA - 2004 - The Bowery Electric A Tribute To Joey Ramone (6)
    VA - 2004 - The Bowery Electric A Tribute To Joey Ramone (7)VA - 2004 - The Bowery Electric A Tribute To Joey Ramone (8)
    VA - 2004 - The Bowery Electric  Tribute To Joey Ramone (7)VA - 2004 - The Bowery Electric  Tribute To Joey Ramone (8)
    VA - 2004 - The Bowery Electric A Tribute To Joey Ramone (4)VA - 2004 - The Bowery Electric A Tribute To Joey Ramone (1)

     
  • carames 10:00 em 07/06/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , cj ramone, , , , , John Giddings, , , , , , , , , , , Tony Fletcher, videobiography   

    DVD – Ramones: VideoBiography 2007 

    2007-xx-xx Video BiographyWeird Tales of The Ramones tem tudo para ser o guia definitivo dos Ramones. São, ao todo, 85 canções e 18 vídeos superando inclusive Hey Ho! Let’s Go: The Anthology (coletânea dupla com 58 músicas).

    Anthology trazia um livreto exclusivo com textos assinados por Danny Fields (primeiro empresário do grupo), Monte Melnick (diretor de arte da banda) e pelos próprios integrantes da banda enquanto Weird Tales apresenta uma HQ caprichada com arte de nomes consagrados como John Holmstrom.

    O que nenhum deles pode contar é com um guia faixa-a-faixa de cada canção lançada pelo quarteto ao longo de 22 anos de carreira e review de outros tantos discos lançados após sua separação em 1996.

    É este o diferencial de VideoBiography, lançado em 2007. O livreto de 72 páginas ainda conta com diversas fotos e de quebra, um dvd cobrindo os principais fatos da carreira do grupo.

    O vídeo, em sua essência é True Story com um corte diferente mas com a importante adição de entrevistas com Tony Fletcher (autor de Walk on the Wild Side: The Music of New York City), John Giddings (responsável pelo Isle of Wight Festival) e CJ Ramone.

    De resto, depoimentos de Tommy Ramone (ex-baterista e produtor), Monte Melnick, Hilly Kristal e Arturo Vega são intercalados com trechos da banda no Don Kirshner’s Rock Concert e algumas cenas do (hoje falecido) CBGB’s – vazio mas com a aura que o tornou a meca do punk novaiorquino.

    A baixa em relação ao dvd True Story é a falta de Arturo Vega explicando as origens da famosa logo da águia, utilizada a partir do disco Leave Home de 1977. Ainda assim é uma obra caprichada para fã nenhum botar defeito.

    Ficha Técnica:
    Sandbeach Holdings Ltd

    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    Dee Dee Ramone – baixo, backing vocal
    Marky Ramone – bateria

    Ramones - Video Biography 1
    Ramones - Video Biography 10
    Ramones - Video Biography 16
    Ramones - Video Biography 41

     
  • carames 18:12 em 10/05/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , 24 de novembro, , cj ramone, , , Long Knife Records, , , , , , ,   

    CD – Ramones: 1990-11-24 Live Sport Palace, Zagreb, Yugoslavia – Escape From Zagreb 

    escape from zagreb front cover
    CD não oficial trazendo o show dos Ramones na noite de 24 de novembro de 1990 no Sport Palace em Zagreb (Iugoslávia).

    Com a formação que fecharia a carreira da banda anos mais tarde (Marky de volta e sóbrio, além do gás novo que o recém empossado baixista CJ Ramone trouxe para o grupo), a banda seguia a todo vapor excursionando sem parar – só naquele ano foram 125 shows, o quinto mais movimentado dos 22 em que estiveram em atividade.

    O setlist não trazia maiores surpresas e praticamente serve de prévia para o que seria o lançamento oficial do ano seguinte Loco Live, gravado meses mais tarde na Espanha.

    Ficha Técnica:
    Long Knife Records

    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    CJ Ramone – baixo, backing vocal
    Marky Ramone – bateria

    Tracklist:
    01. The Good, The Bad & The Ugly
    02. Durango 95
    03. Teenage Lobotomy
    04. Psycho Therapy
    05. Blitzkrieg Bop
    06. Do You Remember Rock ‘N’ Roll Radio?
    07. I Believe In Miracles
    08. I Wanna Be Sedated
    09. Beat On The Brat
    10. I Wanna Live
    11. Bonzo Goes To Bitburg + Commando
    12. Sheena Is A Punk Rocker
    13. Rockaway Beach
    14. Pet Sematary
    15. 53rd & 3rd
    16. Now I Wanna Sniff Some Glue
    17. Mama’s Boy
    18. Animal Boy
    19. Wart Hog
    20. Surfin’ Bird
    21. Cretin Hop
    22. I Don’t Wanna Walk Around With You
    23. Today Your Love, Tomorrow The World
    24. Pinhead
    25. Chinese Rock
    26. Somebody Put Something In My Drink
    27. We’re A Happy Family
    28. Do You Wanna Dance?
    29. California Sun
    30. Judy Is A Punk
    escape from zagreb front coverescape from zagreb disk label
    escape from zagreb back cover


     
  • carames 10:00 em 19/04/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , cj ramone, , , , , , , Martino Simona, , , , Ramones Sniffing Poster, ,   

    Livro – Ramones Sniffing Poster 2013 

    2013-10-08 Ramones Sniffing PosterNos últimos tempos as camisetas dos Ramones são tema de uma grande polêmica a exemplo do que acontece com outras bandas que caíram na graça do grande público.

    Fãs mais fervorosos não escondem a insatisfação ao perceber que um sem número de desavisados passaram a usar roupas com a ‘marca’ Ramones – muitas vezes sem saber sequer que se trata de uma banda.

    Na contramão desta corrente, alguns colecionadores se empenham em manter vivo o legado da banda. Com honras, destacam-se dois fãs italianos responsáveis pelo livro Ramones Sniffing Poster.

    A idéia executada com maestria compila posters do quarteto punk ao longo da carreira. Cartazes promocionais de shows, discos e filmes são apresentados em impressão de alta qualidade em uma seleção invejável.

    DSC02621

    Nem só de fotos é feito o livro de Marcos Zuanelli e Martino Simona. Textos em italiano e inglês trazem depoimentos de Arturo Vega, John Holmstrom, Monte Melnick, Richie Ramone, CJ Ramone, Daniel Rey, George DuBose entre outros.

    1496035_10203048592005711_2037700576_o

    Revistas e pôsters brasileiros também fazem parte da compilação lançada em 8 de outubro de 2013 – aniversário de CJ e Johnny Ramone e data que marcou também o lançamento do primeiro álbum solo de Richie Ramone. Espressione Editore, 320 páginas, em italiano e inglês.

     
  • carames 10:00 em 22/02/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , cj ramone, , , , , , , , , , , , Teenage Blitzkrieg A Collection of The Rarest Tracks, ,   

    CD – Ramones: Teenage Blitzkrieg A Collection of The Rarest Tracks 

    teenage blitzkrieg 4
    Teenage Blitzkrieg A Collection of The Rarest Tracks reúne faixas escolhidas aleatoriamente nos bootlegs Unreleased Tracks (faixas 5 a 17) e More Unreleased Tracks (1 a 4 e 18 a 26), ambos de 1996 – o resultado foi um legítimo sanduíche.

    Serve como curiosidade para quem não ainda não teve acesso aos citados e já clássicos discos de outtakes. Mas não chega a ser a mais completa (perde de longe para Demos 1975-1995) nem a melhor do gênero (deixa muito trabalho solo presente em Unreleased Tracks de fora – e neste ponto Family Tree é até hoje imbatível).

    Ficha Técnica:
    Ramona U S S

    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    Dee Dee Ramone/CJ Ramone – baixo, backing vocal
    Tommy Ramone/ Marky Ramone/Richie Ramone – bateria

    Tacklist:
    01. Chop Suey (Get Crazy soundtrack)
    02. Merry Christmas (Extended version)
    03. Burns (Song from The Simpsons)
    04. 1969 (‘We Will Fall’ Stooges cover)
    05. Spiderman (Adios Amigos American Edition)
    06. RAMONES (Adios Amigos Japanese Edition)
    07. Surfin’ Safari (Acid Eaters Japanese Edition)
    08. Carbona Not Glue (Leave Home First Press)
    09. Rockaway Beach (Joey & General Johnson)
    10. Life Goes On (UK single A Real Cool Time)
    11. Smash You (UK single Howling At The Moon)
    12. Street Fighting Man (UK single Howling At The Moon)
    13. Can’t Say Anything Nice (UK single Somebody Put Something In My Drink)
    14. Blitzkrieg Bop (Joey & Die Toten Hosen)
    15. See My Way (Sibling Rivalry)
    16. On The Beach (Sibling Rivalry)
    17. Don’t Be So Strange (Sibling Rivalry)
    18. Sonic Reducer (Joey & Pearl Jam, ‘Dead Boys’ cover)
    19. The Wonderful Widow of Eighteen Springs (‘John Cage tribute’ CD)
    20. I am Seeing UFO´s (Dee Dee solo single)
    21. Boomerang (Marky & The Intruders Japanese Edition)
    22. Blank Generation (Marky & The Intruders Japanese Edition)
    23. Sleeping Troubles (Unreleased Pleasent Dreams Demo)
    24. Baby Say You Beg (Pleasent Dreams Demo)
    25. 7-11 (Pleasent Dreams Demo)
    26. I Wasn´t Looking For Love (Pleasent Dreams Demo)
    teenage blitzkrieg 1
    teenage blitzkrieg 3teenage blitzkrieg 2


     
  • c
    escrever novo post
    j
    post seguinte/ comentário seguinte
    k
    post anterior/comentário anterior
    r
    Resposta
    e
    Editar
    o
    mostrar/esconder comentários
    t
    voltar ao topo
    l
    vá para login
    h
    mostrar/ocultar ajuda
    shift + esc
    Cancelar
    %d blogueiros gostam disto: