Marcado como: Elvis Presley Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • paulocarames 15:07 em 01/09/2018 Link Permanente | Resposta
    Tags: 2018, , , , coronel tom parker, dj fontana, , Elvis Presley, , , red west, , , , sam phillips, scotty moore, sun records, the searcher, thom zinny,   

    Documentário – Elvis Presley The Searcher 2018 


    Relato íntimo, minucioso e apurado da vida do maior artista que o rock n’ roll já produziu. Não por acaso aclamado como Rei do Rock, Elvis Presley nos deixou em agosto de 1977 e ainda assim continua presente no imaginário popular.

    O flashback e flashfoward do diretor Thom Zimny funcionam muito bem tendo como pivô o show feito em 1968 para NBC. 68 Comeback Special, como ficou conhecido, não só pôs Elvis novamente em evidência como aqui é referência para entendermos o artista, suas angústias, seus desafios e sua música – de onde partiu e onde se propôs a chegar.

    A produção da HBO soma três horas e acabou dividida em duas partes, o que se mostra desnecessário pois a incomparável seleção de fotografias e filmagens cobrindo a trajetória de Elvis (das suas origens à sua morte e consequente criação do mito) torna impossível pausa ou adiamentos.

    A ousada aposta da narrativa cem por cento em voz over permitiu o máximo proveito em tela do garimpo feito pelo diretor. E a seleção de narradores e entrevistados também é luxuosa: Priscilla Presley, Coronel Tom Parker, Tom Petty, Bruce Springsteen, Sam Phillips, Red West, Scotty Moore e DJ Fontana, para citar alguns.

    Uma aula, para entender a vida de uma das figuras mais emblemáticas do show business mas também, de como se produz um documentário com eficiência e apuro visual.

    A trilha sonora oferece um belo resumo da obra deste artista sem igual, em CD ou LP com 18 canções que sintetizam os diferentes momentos narrados em vídeo.

    Como se não fosse o bastante, a versão de luxo com três cds inclui um livreto de 40 páginas com fotografias raras além de 37 canções extras. O último disco apresenta composições originais de Mike McCready (Pearl Jam), uma seleção de artistas que influenciaram a obra de Presley: Arthur “Big Boy” Crudup (That’s All Right), The Blackwood Brothers (Rock-A-My Soul), Lloyd Price (Lawdy Miss Clawdy) e uma versão de Tom Petty para Wooden Heart.

    Descrever aqui a trajetória de Elvis seria um desperdício para iniciantes e desnecessário para iniciados. Assistir The Searcher, no entanto, trata-se de uma experiência não só obrigatória, mas também, definitiva.

    Elvis Presley: The Searcher (The Original Soundtrack) – CD/Digital

    01. Trouble / Guitar Man
    02. My Baby Left Me
    03. That’s All Right
    04. Baby Let’s Play House
    05. Heartbreak Hotel
    06. Lawdy, Miss Clawdy
    07. Hound Dog
    08. Crawfish
    09. Mona Lisa
    10. Milky White Way
    11. Like A Baby
    12. Are You Lonesome Tonight?
    13. It’s Now Or Never
    14. Tomorrow Is A Long Time
    15. Suspicious Minds (take 6)
    16. Separate Ways (rehearsal version)
    17. Hurt (take 5)
    18. If I Can Dream

    Elvis Presley: The Searcher (The Original Soundtrack) [Deluxe] – 3CD Deluxe Box Set

    Disco 1
    01. Trouble / Guitar Man
    02. My Baby Left Me
    03. Baby, What You Want Me To Do
    04. Old Shep
    05. That’s When Your Heartaches Begin
    06. That’s All Right
    07. Blue Moon Of Kentucky
    08. Fool, Fool, Fool
    09. Tweedlee Dee
    10. Baby Let’s Play House
    11. Good Rockin’ Tonight
    12. Trying To Get To You
    13. Blue Moon
    14. When It Rains It Pours
    15. Blue Christmas
    16. Heartbreak Hotel
    17. Lawdy, Miss Clawdy
    18. Money Honey
    19. Hound Dog
    20. (There’ll Be) Peace In The Valley (For Me)
    21. Crawfish
    22. Trouble
    23. Farther Along
    24. Mona Lisa
    25. Hide Thou Me
    26. Loving You (end title take 16)
    27. Lonely Man (solo version)
    28. Power Of My Love

    Disco 2
    01. Milky White Way
    02. A Mess Of Blues
    03. Fame And Fortune
    04. Love Me Tender / Witchcraft (duet with Frank Sinatra)
    05. Like A Baby
    06. Are You Lonesome Tonight?
    07. It’s Now Or Never
    08. Wooden Heart
    09. Swing Down Sweet Chariot
    10. Reconsider Baby
    11. Bossa Nova Baby
    12. C’mon Everybody
    13. Tomorrow Is A Long Time
    14. Take My Hand, Precious Lord
    15. Run On
    16. Baby What You Want Me To Do
    17. Suspicious Minds (take 6)
    18. Baby Let’s Play House (rehearsal)
    19. Words (rehearsal)
    20. That’s All Right
    21. Never Been To Spain
    22. An American Trilogy
    23. You Gave Me A Mountain
    24. Burning Love (rehearsal version)
    25. Separate Ways (rehearsal version)
    26. Hurt (take 5)
    27. If I Can Dream

    Disco 3
    01. Dissolution 2 – Mike McCready
    02. Satisfied – The Blackwood Brothers
    03. That’s All Right – Arthur “Big Boy” Crudup
    04. She May Be Yours But She Comes To See Me Sometimes – Joe Hill Louis
    05. Mystery Train – Little Junior’s Blue Flames
    06. Smokestack Lightning – Howlin’ Wolf
    07. Rock-A-My Soul – The Blackwood Brothers
    08. Just Walkin’ In The Rain – The Prisonaires
    09. Rocket 88 – Jackie Brenston and his Delta Cats
    10. Write Me A Letter – The Ravens
    11. Blue Moon Of Kentucky – Bill Monroe
    12. Ain’t That Right – Eddie Snow
    13. Just Walkin’ In The Rain – Johnnie Ray
    14. Lawdy Miss Clawdy – Lloyd Price
    15. Home Sweet Home – Gladys Presley
    16. Blowin’ In The Wind – Odetta
    17. Tomorrow Is A Long Time – Odetta
    18. The Weight – The Staple Singers
    19. Heartbreak Hotel – The Orlons
    20. Wooden Heart – Tom Petty and the Heartbreakers
    21. Rebound – Mike McCready

    Elvis Presley: The Searcher (The Original Soundtrack) – 2LP

    Lado A
    1. Trouble / Guitar Man
    2. My Baby Left Me
    3. That’s All Right
    4. Baby Let’s Play House
    5. Heartbreak Hotel

    Lado B
    1. Lawdy, Miss Clawdy
    2. Hound Dog
    3. Crawfish
    4. Mona Lisa
    5. Milky White Way

    Lado C
    1. Like A Baby
    2. Are You Lonesome Tonight?
    3. It’s Now Or Never
    4. Tomorrow Is A Long Time

    Lado D
    1. Suspicious Minds (take 6)
    2. Separate Ways (rehearsal version)
    3. Hurt (take 5)
    4. If I Can Dream

    Anúncios
     
  • paulocarames 10:00 em 22/03/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , 8 de fevereiro, , , , , Elvis Presley, , , , , , , , , , Swing Cats ‎A Special Tribute To Elvis,   

    CD – VA: Swing Cats ‎A Special Tribute To Elvis 2000 

    Swing Cats - A Special Tribute To Elvis
    Lançado em 8 de fevereiro de 2000, Swing Cats ‎A Special Tribute To Elvis é um projeto conjunto do baterista Slim Jim Phantom (The Stray Cats) e do guitarrista Danny B. Harvey.

    Ao lado de vários convidados eles apresentam 14 versões de clássicos do Rei do Rock como Little Sister, Stuck on You e Burning Love.

    Em uma sessão que contou com Johnny Ramone (Ramones) e Lemmy Kilmister (Motorhead) surgiram as versões de Good Rockin’ Tonight e Viva Las Vegas. Com estúdio à disposição e tempo sobrando após Johnny finalizar seu trabalho, Kilmister, Phantom e Harvey gravaram mais algumas versões (agora de Johnny Cash, Buddy Holly e Eddie Cochran) com o baixista tocando guitarra acústica.

    Resultou desta junção o projeto The Head Cat, mistura dos nomes Motorhead e Stray Cats e o disco Lemmy, Slim Jim & Danny B que foi lançado ainda em 2000 com as gravações desta sessão. O disco do The Head Cat em 2006, a exemplo deste tributo a Elvis em 2008, seria relançado com arte e sequência das músicas diferentes da edição inicial.

    Ficha Técnica:
    Cleopatra Records – produzido por Danny B. Harvey

    Tacklist:
    01 Good Rockin’ Tonight 3:19
    02 Trying To Get To You 1:42
    03 Viva Las Vegas 3:00
    04 Stuck On You 2:24
    05 Can’t Help Falling In Love 3:51
    06 Crawfish 4:49
    07 I Need Someone To Lean On 3:45
    08 T-R-O-U-B-L-E 3:54
    09 Little Sister 4:02
    10 Burning Love 3:15
    11 Steamroller Blues 4:47
    12 That’s All Right 3:22
    13 Tigerman 3:28
    14 Young & Beautiful 3:26
    Swing Cats - A Special Tribute To Elvis (2)
    Swing Cats - A Special Tribute To Elvis (1)
    Swing Cats - A Special Tribute To Elvis (7)Swing Cats - A Special Tribute To Elvis (8)
    Swing Cats - A Special Tribute To Elvis (9)Swing Cats - A Special Tribute To Elvis (10)
    Swing Cats - A Special Tribute To Elvis (11)Swing Cats - A Special Tribute To Elvis (12)


     
  • paulocarames 10:00 em 08/03/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , , Elvis Presley, , , , , No Balls Records, , , , , , Ramones' Solo Performances, , ,   

    EP – Ramones: Ramones’ Solo Performances 2007 

    VV.AA. - Ramones' solo performances EP (6)
    Compacto lançado em 2007 contendo o histórico registro de Johnny Ramone em estúdio pós Ramones. Com a separação da banda em 1996 ele foi o único que se aposentou de fato e, exceto pelas duas canções contidas neste EP, Johnny não se envolveria mais com música após a dissolução do grupo.

    Nas seções em que revisita dois clássicos imortalizados pelo seu ídolo Elvis Presley (Good Rockin Tonight e Viva Las Vegas), o ex-guitarrista dos Ramones tem a companhia de Lemmy Kilmister do Motorhead, o baterista Slim Jim Phantom e o guitarrista Danny B. Harvey.

    Incluídas inicialmente no tributo Swing Cats A Special Tribute To Elvis (2000) estas duas músicas também estão presentes no boxset argentino The Family Tree que contempla vários trabalhos solo de ex-ramones.

    Johnny, que sempre foi fã de Elvis, após se retirar da música foi morar em Los Angeles e ficou amigo de Lisa Marie, filha do Rei do Rock.

    Este compacto intitulado Ramones’ Solo Performances poderia também se chamar Cover Performances pois além das duas versões já citadas tem ainda Marky Ramone com versão de Cherry Bomb das Runaways (ao lado de Cherie Currie e do MC5, Wayne Kramer) e Dee Dee Ramone com Jump in The Fire do Metallica (retirada de A Punk Tribute to Metallica)

    Foi feito com tiragem limitada e em diferentes versões numerados a mão. A edição com capa vermelha (29 ao todo) teve 19 discos roxos/branco e 10 roxos. A edição com capa azul (100 no total) eram exclusivamente em vinil roxo/branco enquanto as demais 400 tinham capa preta e o disco roxo.

    Ficha Técnica:
    No Balls Records/ Cleopatra Records

    Tacklist:
    Lado A
    01 – Good Rockin Tonight (Johnny Ramone / Danny B. Harvey / Lemmy / Slim Jim Phantom)
    02 – Viva Las Vegas (Johnny Ramone / Danny B. Harvey / Slim Jim Phantom)
    Lado B
    01 – Cherry Bomb (Marky Ramone / Cherie Currie / Wayne Kramer)
    02 – Jump in The Fire (Dee Dee Ramone)
    KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERAKONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA
    KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERAKONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA


     
  • paulocarames 10:00 em 25/01/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , 6 de março, , , , , , , Brassneck TV, , , , Elvis Presley, , , , , , , , , , , , , , , , Rock 'N' Roll Exposed: The Photography of Bob Gruen, , , Sky Arts, , , , , , ,   

    Documentário – Rock ‘N’ Roll Exposed: The Photography of Bob Gruen 2011 

    SkyArts_RocknRollExposed_Title-348x196bob gruen
    Com sua obra divulgada em livros como Rock Seen, Rockers, The Clash: Photographs by Bob Gruen e John Lennon: The New York Years eis que surge a cereja no bolo do fotógrafo Bob Gruen.

    Rock ‘N’ Roll Exposed: The Photography of Bob Gruen, documentário lançado em 6 de março 2011, é uma obra de arte. Dirigido por Don Letts (The Punk Rock Movie, The Clash: Westway to the World e Punk Attitude) conta com depoimentos do próprio Gruen e muito mais.

    Tommy Ramone, Legs Mcneil, Iggy Pop, Billie Joe Armstrong, Debbie Harry, Alice Cooper, Yoko Ono e Sean Lennon põe a cara na tela para atestar a importância do fotógrafo que entrou pra história da música empunhando sua câmera.

    Praticamente imperceptível em ação, ele registrou as principais bandas de seu tempo sem poses combinadas – tudo com muita autenticidade e com poucos cliques. Segundo ele, só depois de muito tempo percebeu a importância do seu trabalho ao proporcionar a fãs a sensação de estar em uma época que ainda nem haviam nascido.

    Nas quase duas horas de documentário onde suas fotos desfilam na tela a trilha sonora é impecável: Rock n Roll All Night (Kiss); Lucille (Chuck Berry); Immigrant Song (Led Zeppelin); Dont Look Back (Bob Dylan); Brown Sugar, It’s Only Rock and Roll (Rolling Stones); Walk this way (Aerosmith); Eighteen (Alice Cooper); I Wanna Be Your Dog (Iggy and The Stooges); I Wanna Be Your Boyfriend, I Don’t Wanna Walk Around With You (Ramones); Horses (Patti Smith); Woman is The Nigger of The World (John Lennon); Personality Crisis, Looking for a Kiss (New York Dolls); Psycho Killer (Talking Heads); Blank Generation (Richard Hell and the Voidoids); Anarchy in The UK, Submission, Pretty Vacant (Sex Pistols); Complete Control, The Call Up, Radio Clash, Brand New Cadillac (The Clash); New York, New York (Frank Sinatra); Born to Run (Bruce Springsteen); Welcome to Paradise (Green Day); Seven Nation Army (White Stripes).

    Com uma seleção tão robusta e inúmeros detentores de direitos autorais o vídeo foi licenciado, por enquanto, apenas para tv a cabo – ou seja, nada de dvd à venda. Ainda assim vale a pena garimpar na programação e acompanhar esta aula de música e fotografia.

    Ficha Técnica:
    Brassneck TV – produzido por John Osborne

    ramonesbob_gruen_5
    Bob-Gruen_-1976BobGruen_008

     
  • paulocarames 10:00 em 04/01/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , Cosac Naify, , Elvis Presley, , , , , , , , , , , , , rockers, , , , , , ,   

    Livro – Rockers 2007 

    bob gruen - rockersI Speak Music de George DuBose e Ramones Photographs de Chip Dayton são belos registros fotográficos de parte da trajetória dos Ramones – infelizmente nenhum lançado no Brasil.

    Rockers de Bob Gruen também mostra os Ramones com fotos icônicas, mas vai muito além. Conhecido como o fotógrafo do rock, Bob registrou os Ramones indo para o ensaio carregando seus instrumentos em sacolas de mercado e em momentos íntimos no backstage.

    Esteve frente a frente com John e Yoko por muito tempo enquanto viviam em Nova Iorque a poucas quadras de distância de onde morava – o livro John Lennon: The New York Years é dedicado a este período.

    Registrou também o Green Day reproduzindo uma sessão que já havia entrado para história ao clicar o The Clash no topo de um prédio e se não fosse o bastante, foi o único fotógrafo a acompanhar a famigerada última turnê dos Sex Pistols pelo território americano viajando no ônibus da banda.

    Este livro é resultado de uma exposição em São Paulo com mais de 270 fotos do catálogo de Gruen e que aconteceu entre maio de julho de 2007.

    Além dos já citados, a exibição incluiu fotos de Elvis Presley, Tina Turner, Rolling Stones, Led Zeppelin, The Who, Alice Cooper, Queen, Kiss, New York Dolls, Blondie, e o brasileiro Supla. Lançado por aqui com texto português/inglês é no mínimo, obrigatório. Cosac Naify, 220 páginas.

    NYCbig_Gruenstrummer-nyc-gruen
    Ramones-Bob-Gruen-Subway-1975R-2_Gruen


     
  • paulocarames 10:00 em 24/10/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , A Grande Volta De Elvis Presley, , , Elvis Presley, O Retorno Do Rei,   

    Livro – O Retorno Do Rei – A Grande Volta De Elvis Presley 

    a grande volta de elvis presleyApós ir para Alemanha com o exército americano, Elvis havia se dedicado ao cinema. Foram praticamente 30 filmes em 10 anos. Com esta rotina de filmagens, sobrava pouco tempo para música e sua carreira naquele período se resumiu quase exclusivamente a trilha sonora dos filmes que estrelava.

    Consciente do efeito que isto teve ao distanciá-lo de seu público, em junho de 1968 aconteceria o show da volta. Embora tivesse se mantido em atividade, este show é um marco de afirmação na carreira do cantor.
    68 Comeback Special iria ao ar em 3 de dezembro de 1968 e mostraria o Rei em diferentes sets.

    Uma mescla de video clips, performances gravadas e um set acústico com o público literalmente a seus pés. Dali por diante ele iria encarar uma rotina de shows, principalmente em Las Vegas, que incluía até 3 apresentações por dia.

    Neste livro, Gillian G. Gaar faz um retrato não só dos bastidores da produção do show mas também dos fatos que fizeram com que esta guinada fosse fundamental para o legado de Elvis.

    Soma-se a estas e outras histórias, entrevistas com músicos e fãs além de uma bela seleção de fotos. Para complementar a leitura, sugiro também a versão Deluxe Edition com 3 dvds que inclui todos os takes do programa. Madras Editora, 272 páginas.

     
  • paulocarames 15:43 em 19/08/2012 Link Permanente | Resposta
    Tags: , Elvis Presley, , , , , , ,   

    8º Tributo a Johnny Ramone acontece dia 19 de agosto 


    Acontece no dia 19 de agosto no Cemitério Hollywood Forever, na Califórnia, o oitavo tributo a Johnny Ramone. O ex-guitarrista dos Ramones que era um grande fã de Elvis Presley após o fim da banda tornou-se amigo de Lisa Marie Presley, filha do rei do rock.

    A organização do evento ficou por conta de Linda Cummings (viúva de Johnny) e terá, além da presença de Lisa e sua mãe Priscilla a exibição do filme Balada Sangrenta (King Creole) de 1958.


     
  • paulocarames 19:10 em 05/02/2012 Link Permanente | Resposta
    Tags: , blood sugar sex magic, , Capas de álbuns feitas de Lego, dark side of the moon, dinasty, Elvis Presley, , , , , , , , , there is nothing left to lose, unfinished music nº 1, yoko ono   

    Capas de álbuns feitas de Lego 

    O artista britânico Aaron Savage resolveu juntar suas duas paixões, Lego e música, para recriar capas de álbuns famosas. E o resultado é divertidíssimo.

    Nirvana – Nevermind

    Foo Fighters – There is Nothing Left to Lose

    Red Hot Chili Peppers – Blood Sugar Sex Magik

    Elvis Presley – Elvis as Recorded at Madison Square Garden

    John Lennon e Yoko Ono – Unfinished Music Nº 1

    Kiss – Dynasty

    Blur – Best Of

    Queen – Queen II

    Pink Floyd – The Dark Side of The Moon

     
  • paulocarames 0:28 em 19/12/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , Elvis Presley, , , , O estilo da música,   

    O estilo da música 

    Série de pôsteres com elementos icônicos do guarda-roupa de astros da música como Bob Dylan, Elvis Presley, Jimi Hendrix, Johnny Cash, Kurt Cobain e Ramones entre outros. A criação é de James Alexander para o portal Every Guyed.







     
  • paulocarames 0:18 em 11/11/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , discografia, Elvis Presley, , The Complete Elvis Presley Masters   

    CD – Elvis Presley: The Complete Elvis Presley Masters 2010 


    Quantas músicas Elvis Presley gravou? Quantos discos foram lançados? Todo ano uma avalanche de discos do rei do rock chegam ao mercado (oficiais ou não) e inundam as prateleiras com compilações requentadas e agrupadas por segmentos como country, gospel, trilhas de filme e até mesmo seleção das piores – exemplo de Elvis Greatest Shit, 50.000 fans can be wrong, coletânea que reúne as piores interpretações que Elvis registrou ao longo da carreira.

    Alheio a tudo isto a RCA lançou um pacote definitivo que compila em ordem cronológica a totalidade da obra do Rei e dispensa outros discos já lançados até então. São 711 músicas remasterizadas incluindo gravações de estúdio e os shows no Madison Square Garden em 1972 e o Aloha from Hawaii de 1973 além de outras 103 gravações raras como lados B de singles.

    O boxset The Complete Elvis Presley Masters ainda conta com um livro de luxo com 240 páginas comentando faixa-a-faixa cada um dos 30 cds integrantes do mega pacote que tem edição limitada e numerada. Mais de 35 horas de música do maior artista de todos os tempos.

    Confira a lista completa das músicas e os álbuns em que foram originalmente lançadas.

     
  • paulocarames 10:32 em 06/11/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , Elvis Presley, marilyn monroe, mundo retrô, retro world, videogame   

    Elvis vira personagem de vídeogame 


    Segundo notícia publicada no site do jornal O Globo, deve ser disponibilizado na próxima semana o jogo para Facebook Mundo Retrô que trás Marilyn Monroe e Elvis Presley como atração principal. O objetivo é atrair gamers na faixa dos quarenta anos, segmento que vem crescendo nos últimos anos.

    “Achamos que a nova geração de ‘gamers’ é a galera com mais de 40, e eles não querem jogos que pareçam desenhos animados de sábado de manhã”, disse Gene Mauro, presidente da Entertainment Games.

     
  • paulocarames 22:55 em 21/10/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , Elvis Presley, Elvis Presley in Concert no Brasil em 2012   

    Elvis Presley in Concert no Brasil em 2012 

    Elvis Presley In Concert é o nome do espetáculo que promete vir ao Brasil no aniversário de 35 anos da morte do Rei do Rock que ocorre no ano que vem. Com apresentações em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, o show deve acontecer em maio e é uma boa pedida para fãs do roqueiro que não poderão ir até Memphis para vigília em homenagem ao artista que morreu em agosto de 1977.

    No palco, a banda que servia de apoio ao cantor será acompanhada desta vez por uma imagem de Elvis projetada em um telão. Elvis já ‘se apresentou’ desta maneira há dois anos em um dueto com a cantora Celine Dion na final do American Idol.

    Apesar das datas ainda não terem sido confirmadas, a revista Rolling Stone noticiou que é certo que uma exposição com cerca de mil itens da memorabilia do artista (entre eles: carros, roupas e vídeos) deve integrar as celebrações.

    É esperar E ver.


     
  • paulocarames 1:43 em 16/08/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , elvis não morreu, Elvis Presley, remember the king, the king is gone but not forgotten   

    Antes de Elvis, não havia nada. 

    A frase acima, do ex-Beatle John Lennon, resume bem a importância que Elvis Aaron Presley (8 de janeiro de 1935) teve para música mundial. Há um vasto leque de opções para quem se propõe a descrever este mito.

    Podemos, por exemplo, dividir sua carreira em três. De forma quase hermética, anos 1950, 60 e 70.

    A origem apoteótica e a consagração como Rei do Rock aconteceram ainda nos anos 50 quando virou a sociedade americana de cabeça para baixo. Ele, na época um motorista de caminhão, fez algumas gravações nos estúdios da Sun Records e não parou mais.

    Apesar de branco, cantava como negro e em suas apresentações se valia de um requebrado que seria mais tarde censurado na tv americana.

    Em 1958 alistou-se no exército e foi servir na Alemanha. Neste período perdeu sua mãe (fardo que carregou pro resto da vida).

    Seu casamento com Priscilla Beaulieu, que conhecera em 1959 com então 14 anos, duraria até 1972 e seria responsável por sua única herdeira – Lisa Marie Presley.

    Dedicou praticamente toda a década ao cinema fazendo uma média de 3 filmes por ano (sendo muitos de qualidade questionável) lançando trilhas sonoras à medida que seus filmes eram produzidos em um processo quase de linha de montagem.

    Balada Sangrenta (1958), Feitiço Havaiano (1961), Saudades de um Pracinha (1960) e Seresteiro de Acapulco (1963) destacam-se entre um total de 33 filmes que ele estrelou em toda carreira.

    Com o famoso ‘show da volta‘ em 1968 mostrou que ainda tinha bala na agulha após ter seu talento e sua majestade questionadas por público e crítica.

    Os anos 1970 seriam marcados pelas turnês (incluindo inúmeras apresentações em Las Vegas – com direito a até 3 shows por dia) que só teriam fim com sua morte em 16 de agosto de 1977.

    Graceland (mansão que ele comprara para sua mãe e onde hoje repousa seu corpo) recebe peregrinação de fãs comparável a de fiéis em visita a Terra Santa.

    Nascia assim o mito. Diversas teorias de que Elvis não teria morrido tiveram origem desde então e foram endossadas por um sem número de fãs que todos os anos alegam ter estado com o Rei em toda parte do globo.

    Cunhou-se a partir de então a expressão “Elvis não morreu” que para muitos se aplica a sua obra. Para outros tem um sentido literal e indicaria que ele não morreu naquele fatídico dia de agosto de 1977.

    Algumas das tantas teorias dão conta de que Elvis seria agente do FBI viajando pelo mundo. Na Argentina cartazes com uma simulação de sua fisionomia caso continuasse vivo alimentam a paranóia.

    Outra faceta passível de ser explorada para compreender seu legado é por meio dos números. Mesmo após sua morte, continua sendo um dos artistas mais rentáveis do mundo, superando inclusive artistas ainda em atividade (o total de vendas supera 1 bilhão de discos comercializados).

    Foi indicado 14 vezes ao Grammy e seu especial de tv direto do Hawaii em 1973 foi assistido por 1,5 bilhão de pessoas – audiência maior do que os primeiros passos do homem na lua.

    Único artista indicado para três diferentes Halls da Fama: Rock and Roll (1986), Música Country (1998) e Música Gospel (2001). Teve seu rosto impresso em um selo comemorativo que teve mais de 500 milhões de unidades produzidas. Fez ao todo 1145 shows e recebeu discos de ouro, prata e platina por seus 150 álbuns (incluindo singles) e a cada anos são lançados outros boxes e edições especiais que mantém a lenda viva.

    Ou como diz Neil Young, “o Rei está morto mas não esquecido“.

     
  • paulocarames 15:05 em 31/07/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , aloha from hawaii, , Elvis Presley, steamroller blues   

    Elvis Presley: Steamroller Blues (Aloha From Hawaii) 1973 

     
  • paulocarames 21:53 em 22/07/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , Elvis Presley, , ,   

    Documentário – Vinyl (Vinyl) 2000 

    Documentário do cineasta canadense Alan Zweig, conforme ele mesmo define, a respeito de coleções, não a respeito de música.

    O enfoque dado pelo também colecionador (que faz questão de deixar claro que se desfez de toda sua coleção) é nas coleções de discos de vinil espalhadas pelo país.

    Entrevistando desde colecionadores especializados (um deles tem 600 LPs somente de Elvis Presley, por exemplo) a pessoas que colecionam qualquer obra que tenha sido registrada nesta centenária mídia – uma verdadeira salada de fruta musical.

    Desfilam também pelas lentes de Zweig colecionadores metódicos que catalogam e limpam seus bolachões sistematicamente em oposição a outros que simplesmente estocam seus tantos discos, muitas vezes sem conseguir localizar ou conservar de maneira adequada suas obras.

    Uma câmera na mão, uma coleção na estante e uma obsessão na cabeça.

     
  • paulocarames 13:53 em 13/07/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , Elvis Presley   

    Video – Elvis Presley: Blue Suede Shoes 

     
  • paulocarames 1:01 em 30/06/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , Elvis Presley, nbc tv special,   

    DVD – Elvis Presley: ’68 Comeback Special 1968 

    Era 29 de junho de 1968 quando Elvis Presley finalizava a gravação do programa que ficaria conhecido como “o show da volta”. Gravado em junho (foi ao ar em dezembro daquele ano) é comumente lembrado como ’68 Comeback Special embora sua trilha sonora tenha sido lançada simplesmente como NBC TV Special. O show representou a volta de Elvis à televisão depois de uma ausência de oito anos.

    Após quase uma década se dedicando a estrelar filmes (33 ao todo), muitos de gosto questionável, Elvis havia se distanciado de seu público e trabalhava na gravação de filmes e no lançamento de suas trilhas sonoras.

    Este vídeo não só marcou a volta do Rei do rock (ele excursionaria e faria shows memoráveis a partir de então) como entrou para história como um dos melhores vídeos de rock já feitos além de podermos considerá-lo como um precursor do formato acústico utilizado mais tarde pela MTV.

    O programa mesclava clássicos e as inéditas “Memories”, “If I Can Dream” e “Saved” em vídeos (estilo videoclipe mesmo) e uma apresentação com a banda em um tablado com o público bem próximo, no melhor estilo Unplugged.

     
  • paulocarames 23:19 em 28/10/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , Elvis Presley,   

    Viva Elvis 

     
  • paulocarames 16:30 em 12/09/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , Elvis Presley, , , , , , Reese Whiterspoon, , , , walk the line   

    Então, Johnny Cash e Elvis Presley são irmãos?: Elvis, Início de uma Lenda / Johnny and June 

    Lado A – Elvis O Início de uma Lenda (Elvis) 2005
    Nos anos 50 Elvis Presley (Jonathan Rhys Meyers) gravou pela Sun Records a música That’s Alright, Mama e a partir de então obteve sucesso meteórico, tornando-se o maior artista da época. Presley teve de servir o exército na Alemanha, neste período perdeu sua mãe, fato que influenciou sua vida desde então.
    Ironicamente, deste ponto em diante tornou-se praticamente um mito. Após sucessos de vendagem Elvis dedicou-se ao cinema nos anos 1960 tendo feito 32 filmes, nem todos aclamados pelo público ou pela crítica.
    Neste filme, além dos maiores sucessos do Rei do Rock, conhecemos seu problema com a dependência em remédios, seu casamento com Priscilla e o misterioso relacionamento com o coronel Tom Parker, seu empresário desde o período seguinte à sua saída da gravadora Sun Records.
    Assim como em Johnny and June que retrata a vida de Johnny Cash, contemporâneo de Elvis, o filme não aborda todo período de vida do astro. Ao invés disto temos 4 horas de uma riquíssima reconstrução dos primórdios da carreira até o show Comeback Special que marcou a volta triunfal do rei após um período de trabalhos criticados no cinema.

    Lado B – Johnny and June (Walk the Line) 2005
    A vida do rebelde e polêmico cantor Johnny Cash (Joaquin Phoenix) desde sua infância, o começo da carreira com as primeiras gravações para a lendária Sun Records e as turnês com Elvis Presley e Jerry Lee Lewis.
    Seu casamento conturbado, sua prisão em decorrência do vício em anfetaminas e sua obsessão pelo seu verdadeiro amor June Carter (Reese Whiterspoon) – que o ajudou a recuperar-se da dependência e retomar o caminho do sucesso com o disco At Folsom Prison de 1968. A história deste ícone da música, permeada pelos seus maiores hits.
    Assim como em Elvis O Início de uma Lenda, Robert Patrick (Arquivo X, e eterno T-1000 de Exterminador do Futuro 2) – que interpretou o pai de Elvis, aqui, interpreta o pai de Johnny Cash.

     
  • paulocarames 4:52 em 10/09/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , Eddie Cochran, Elvis Presley, , , , , , Rockin' the Cat Club   

    DVD – The Head Cat: Rockin’ the Cat Club 2007 

    DVD registrando a apresentação da The Head Cat, banda com dois cds lançados e composta por Lemmy Kilmister (lendário frontman do Motorhead) acompanhado de uma competente banda de apoio.
    No repertório, Good Rockin’ Tonight, Blue Suede Shoes, Lawdy Miss Clawdy e Matchbox entre outros hits compostos ou no passado interpretados por roqueiros do calibre de Elvis Presley, Chuck Berry, Buddy Holly, Carl Perkins, Eddie Cochran e Johnny Cash. Pra curtir no final de semana.

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: