Marcado como: guerra do iraque Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • paulocarames 10:00 em 09/01/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , guerra do iraque, over there,   

    Série – Over There (2005) 

    over thereBand of Brothers de 2001 abordava a segunda guerra com muita competência mas com uma distância segura pelos 60 anos que separam os acontecimentos reais da produção da série.

    Over There cobre acontecimentos em outra guerra, a do Iraque, quase que à medida em que eles aconteciam. Dividida em treze episódios, a série conta a incursão da 3ª Divisão da Infantaria do Exército dos Estados Unidos no Iraque em plena guerra ao terror.

    No front a vida não é fácil enfrentando tempestades de areia, missões noturnas em vilas no meio do nada, snipers e homens-bomba. Por outro lado, os poucos que conseguem voltar pra casa (feridos muitas vezes) sofrem com a reabilitação e o processo de se adaptar em uma rotina longe da adrenalina do front.

    Filmada em grande parte no deserto da Califórnia, mostra não só a unidade em missão no front como as famílias que permaneceram nos Estados Unidos. Três anos mais tarde seria a vez de Generation Kill abordar o tema.

     
  • paulocarames 10:00 em 28/02/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , guerra do iraque, , house of saddam,   

    Série – House of Saddam (2008) 

    houseofsaddamApesar de ser uma co-produção entre a britância BBC e a americana HBO, House of Saddam consegue retratar a intimidade do ditador Saddam Hussein sem puxar a brasa pra lado algum. Aliás, seria até incoerente pintar o iraquiano como mero tirano após sua acensão ter recebido apoio da coalizão anglo-americana no final dos anos 1970.

    Abastecido com armamentos pela CIA, só recentemente ele virou inimigo declarado da conveniência americana. Com o exército ianque batendo à sua porta, Saddam fica cada vez mais encurralado e paranóico temendo invasores extrangeiros e inimigos domésticos. Sua ex-esposa, seus filhos e mesmo os principais comandantes de seu exército são como ratos esperando a hora certa de pular do barco que está para afundar.

    Detalhe, a série é um drama sobre a família Hussein, portanto não espere grandes cenas de ação ou guerra a exemplo do que acontece em Generation Kill – série da HBO que estreiou no mesmo ano e também aborda o conflito no Iraque, mas do ponto de vista de um jornalista que acompanha as tropas durante a invasão.

    Após a invasão do Iraque, uma longa busca resultou em sua captura e Saddam Hussein acabou julgado e condenado a morte em 2006.

     
  • paulocarames 10:00 em 21/02/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , guerra do iraque, , ,   

    Série – Generation Kill (2008) 

    PJ Ransone as a MarineDas tantas séries de qualidade que a HBO tem no seu portfólio, Generation Kill se destaca não só pelo cuidado já habitual mas pelo tema pouco recorrente nas produções da emissora habituada aos dramas.

    A peça central da trama é baseada em um livro de Evan Wright onde um repórter da Rolling Stone acompanha o 1º Batalhão de Reconhecimento da Marinha dos Estados Unidos em plena ocupação do Iraque.

    Apesar de ambientado em uma guerra moderna, o realismo da série lembra muito Band of Brothers (série sobre a segunda guerra mundial), produção do mesmo canal. As cenas de ação e violência não ficam devendo em nada a série 24 horas, menos ainda a visão distorcida e preconceituosa que americanos tem de outras nações ou a hostilidade com que são recebidos nos vilarejos que precisam patrulhar.

    Pra quem esperava um passeio no deserto a realidade não poderia ser mais cruel. Longe de casa e cercado de possíveis inimigos, os soldados são obrigados a lidar com a pressão e perceber que mesmo a mais humilde dona de casa iraquina pode ser uma suicida carregando uma bomba com intuito de levar consigo o máximo possível de invasores infiéis.

    Os sete episódios da mini série são o bastante pra perceber o quão absurda e injustificada foi esta guerra e o quanto uma nação consegue achar que é a ‘polícia do mundo’ impondo sua vontade de acordo com sua conveniência.

     
  • paulocarames 0:32 em 29/11/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , alex gansa, , , , damian lewis, guerra ao terror, guerra do iraque, , morena baccarin, , ,   

    Série – Homeland (2011-) 

    Homeland conta a história do soldado Scott Brody, interpretado por Damian Lewis (de Band of Brothers). Dado como desaparecido no Iraque ele reaparece após nove anos quando um grupo de elite americano invade uma base inimiga e o descobre prisioneiro.

    Levado de volta aos Estados Unidos ele reencontra seus filhos e sua esposa Jessica (a brasileira Morena Baccarin). Além das lembranças de torturas recebidas enquanto estava no cativeiro ele terá que lidar com a adaptação em um lar que esteve ausente por quase uma década e se deparar com segredos que não serão fáceis de digerir.

    Outro problema será Carrie Anderson (Claire Danes), uma agente da CIA em seu encalço que desconfia que Brody é na verdade um soldado convertido em terrorista da Al-Qaeda e que sua volta à América seja um plano de ataque inimigo.

    Tão logo ele desembarca em sua terra natal é convenientemente apresentado como herói e, símbolo da persistência americana, serve como garoto propaganda de uma guerra já sem prestígio e sem apoio de boa parte da população.

    Brody não permite ao telespectador decifrar a verdade por trás de seu personagem ambíguo. Espionagem e suspense ditam o ritmo da trama que nos conduz habilmente em meio às desconfianças de Carrie e o circunstancialismo de suas suspeitas.

    Ele precisa mentir sobre as reais circunstâncias da morte de seu colega de farda, Tom Walker (detalhe: no filme Fuga de Colditz de 2005, Damian Lewis interpreta um soldado durante a segunda guerra que escapa de um campo de concentração e ao regressar pra casa mente sobre a morte de um colega para ficar com sua noiva).

    Baseada na série israelense Hatufim, a série é mais uma atração da emissora Showtime, canal pago responsável por outros destaques como Californication, Dexter e Fear itself e antes mesmo do final da primeira temporada, já foi renovada para o segundo ano.

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: