Marcado como: hbo Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • paulocarames 15:07 em 01/09/2018 Link Permanente | Resposta
    Tags: 2018, , , , coronel tom parker, dj fontana, , , hbo, , red west, , , , sam phillips, scotty moore, sun records, the searcher, thom zinny,   

    Documentário – Elvis Presley The Searcher 2018 


    Relato íntimo, minucioso e apurado da vida do maior artista que o rock n’ roll já produziu. Não por acaso aclamado como Rei do Rock, Elvis Presley nos deixou em agosto de 1977 e ainda assim continua presente no imaginário popular.

    O flashback e flashfoward do diretor Thom Zimny funcionam muito bem tendo como pivô o show feito em 1968 para NBC. 68 Comeback Special, como ficou conhecido, não só pôs Elvis novamente em evidência como aqui é referência para entendermos o artista, suas angústias, seus desafios e sua música – de onde partiu e onde se propôs a chegar.

    A produção da HBO soma três horas e acabou dividida em duas partes, o que se mostra desnecessário pois a incomparável seleção de fotografias e filmagens cobrindo a trajetória de Elvis (das suas origens à sua morte e consequente criação do mito) torna impossível pausa ou adiamentos.

    A ousada aposta da narrativa cem por cento em voz over permitiu o máximo proveito em tela do garimpo feito pelo diretor. E a seleção de narradores e entrevistados também é luxuosa: Priscilla Presley, Coronel Tom Parker, Tom Petty, Bruce Springsteen, Sam Phillips, Red West, Scotty Moore e DJ Fontana, para citar alguns.

    Uma aula, para entender a vida de uma das figuras mais emblemáticas do show business mas também, de como se produz um documentário com eficiência e apuro visual.

    A trilha sonora oferece um belo resumo da obra deste artista sem igual, em CD ou LP com 18 canções que sintetizam os diferentes momentos narrados em vídeo.

    Como se não fosse o bastante, a versão de luxo com três cds inclui um livreto de 40 páginas com fotografias raras além de 37 canções extras. O último disco apresenta composições originais de Mike McCready (Pearl Jam), uma seleção de artistas que influenciaram a obra de Presley: Arthur “Big Boy” Crudup (That’s All Right), The Blackwood Brothers (Rock-A-My Soul), Lloyd Price (Lawdy Miss Clawdy) e uma versão de Tom Petty para Wooden Heart.

    Descrever aqui a trajetória de Elvis seria um desperdício para iniciantes e desnecessário para iniciados. Assistir The Searcher, no entanto, trata-se de uma experiência não só obrigatória, mas também, definitiva.

    Elvis Presley: The Searcher (The Original Soundtrack) – CD/Digital

    01. Trouble / Guitar Man
    02. My Baby Left Me
    03. That’s All Right
    04. Baby Let’s Play House
    05. Heartbreak Hotel
    06. Lawdy, Miss Clawdy
    07. Hound Dog
    08. Crawfish
    09. Mona Lisa
    10. Milky White Way
    11. Like A Baby
    12. Are You Lonesome Tonight?
    13. It’s Now Or Never
    14. Tomorrow Is A Long Time
    15. Suspicious Minds (take 6)
    16. Separate Ways (rehearsal version)
    17. Hurt (take 5)
    18. If I Can Dream

    Elvis Presley: The Searcher (The Original Soundtrack) [Deluxe] – 3CD Deluxe Box Set

    Disco 1
    01. Trouble / Guitar Man
    02. My Baby Left Me
    03. Baby, What You Want Me To Do
    04. Old Shep
    05. That’s When Your Heartaches Begin
    06. That’s All Right
    07. Blue Moon Of Kentucky
    08. Fool, Fool, Fool
    09. Tweedlee Dee
    10. Baby Let’s Play House
    11. Good Rockin’ Tonight
    12. Trying To Get To You
    13. Blue Moon
    14. When It Rains It Pours
    15. Blue Christmas
    16. Heartbreak Hotel
    17. Lawdy, Miss Clawdy
    18. Money Honey
    19. Hound Dog
    20. (There’ll Be) Peace In The Valley (For Me)
    21. Crawfish
    22. Trouble
    23. Farther Along
    24. Mona Lisa
    25. Hide Thou Me
    26. Loving You (end title take 16)
    27. Lonely Man (solo version)
    28. Power Of My Love

    Disco 2
    01. Milky White Way
    02. A Mess Of Blues
    03. Fame And Fortune
    04. Love Me Tender / Witchcraft (duet with Frank Sinatra)
    05. Like A Baby
    06. Are You Lonesome Tonight?
    07. It’s Now Or Never
    08. Wooden Heart
    09. Swing Down Sweet Chariot
    10. Reconsider Baby
    11. Bossa Nova Baby
    12. C’mon Everybody
    13. Tomorrow Is A Long Time
    14. Take My Hand, Precious Lord
    15. Run On
    16. Baby What You Want Me To Do
    17. Suspicious Minds (take 6)
    18. Baby Let’s Play House (rehearsal)
    19. Words (rehearsal)
    20. That’s All Right
    21. Never Been To Spain
    22. An American Trilogy
    23. You Gave Me A Mountain
    24. Burning Love (rehearsal version)
    25. Separate Ways (rehearsal version)
    26. Hurt (take 5)
    27. If I Can Dream

    Disco 3
    01. Dissolution 2 – Mike McCready
    02. Satisfied – The Blackwood Brothers
    03. That’s All Right – Arthur “Big Boy” Crudup
    04. She May Be Yours But She Comes To See Me Sometimes – Joe Hill Louis
    05. Mystery Train – Little Junior’s Blue Flames
    06. Smokestack Lightning – Howlin’ Wolf
    07. Rock-A-My Soul – The Blackwood Brothers
    08. Just Walkin’ In The Rain – The Prisonaires
    09. Rocket 88 – Jackie Brenston and his Delta Cats
    10. Write Me A Letter – The Ravens
    11. Blue Moon Of Kentucky – Bill Monroe
    12. Ain’t That Right – Eddie Snow
    13. Just Walkin’ In The Rain – Johnnie Ray
    14. Lawdy Miss Clawdy – Lloyd Price
    15. Home Sweet Home – Gladys Presley
    16. Blowin’ In The Wind – Odetta
    17. Tomorrow Is A Long Time – Odetta
    18. The Weight – The Staple Singers
    19. Heartbreak Hotel – The Orlons
    20. Wooden Heart – Tom Petty and the Heartbreakers
    21. Rebound – Mike McCready

    Elvis Presley: The Searcher (The Original Soundtrack) – 2LP

    Lado A
    1. Trouble / Guitar Man
    2. My Baby Left Me
    3. That’s All Right
    4. Baby Let’s Play House
    5. Heartbreak Hotel

    Lado B
    1. Lawdy, Miss Clawdy
    2. Hound Dog
    3. Crawfish
    4. Mona Lisa
    5. Milky White Way

    Lado C
    1. Like A Baby
    2. Are You Lonesome Tonight?
    3. It’s Now Or Never
    4. Tomorrow Is A Long Time

    Lado D
    1. Suspicious Minds (take 6)
    2. Separate Ways (rehearsal version)
    3. Hurt (take 5)
    4. If I Can Dream

     
  • paulocarames 10:00 em 25/11/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , Aidan Gillen, Alfie Allen, Ben Crompton, , Charles Dance, Conleth Hill, Daniel Portman, Emilia Clarke, Finn Jones, , Gwendoline Christie, hbo, Iain Glen, Ian McElhinney, Isaac Hempstead Wright, Jack Gleeson, Jerome Flynn, Joe Dempsie, John Bradley, Julian Glover, Kit Harington, Kristian Nairn, Lena Headey, Liam Cunningham, Maisie Williams, Mark Stanley, Michelle Fairley, Natalie Dormer, Nathalie Emmanuel, Nikolaj Coster-Waldau, Peter Dinklage, Richard Madden, Rory McCann, Rose Leslie, , Sibel Kekilli, Sophie Turner, Stephen Dillane,   

    Trailer: Game of Thrones 2011 

     
  • paulocarames 10:00 em 28/11/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , , , , hbo, oz, prisão, , violência   

    Série – Oz (1997-2003) 

    Oz - Temporada 1A série criada por Tom Fontana (de Homicide) não tem nada em comum com a obra de L. Frank Baum, O Mágico de Oz.

    A vida em Oswald (Oz como é conhecida), uma prisão de segurança máxima, não tem magia alguma. Um retrato fiel do cotidiano duro das prisões com tensão entre gangues rivais, etnias e religiões que não se toleram e um sistema carcerário incapaz de recuperar os presos.

    A corrupção e a brutalidade dos carcereiros também não ajudam. Dirigida por Leo Glynn, a prisão tem um projeto piloto (chamado Emerald City) conduzido por Tim MacManus onde, como premissa, não é permitido abuso sexual ou drogas em uma tentativa de reintegrar os detentos à sociedade. Claro que não funciona.

    Apesar de cada gangue ter o mesmo número de detentos para evitar que alguma delas se sobressaia, os mafiosos controlam a cozinha, enquanto supremacistas brancos dominam a correspondência e por consequência o contrabando e assim por diante.

    O prisioneiro Augustus Hill é quem narra o cotidiano recheado de abusos, conflitos e mortes. Ainda tem o governador que, sempre que pode, usa o que acontece na prisão para tirar proveito político.

     
  • paulocarames 10:00 em 04/07/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , David Morse, hbo, john adams, Laura Linney, , , Rufus Sewell,   

    Série – John Adams (2008) 

    JohnAdams_AD_REVMuito antes do filme Lincoln (2012) e a atuação irretocável de Daniel Day-Lewis interpretando o presidente americano morto no exercício do mandato, John Adams (desta vez na telinha ao invés da telona) retratou a vida de outro icônico líder da hoje maior potência mundial.

    John Adams (interpretado com maestria por Paul Giamatti) foi um dos fundadores dos Estados Unidos da América que emancipou-se do império britânico. Ele acabaria por ser também o primeiro vice-presidente e no mandato seguinte, se tornaria o segundo presidente da nova nação. A série, ganhadora de 4 Globos de Ouro e 13 prêmios Grammy destaca não só a carreira do político e advogado mas também apresenta um panorama dos primeiros cinquenta anos do país.

    Tom Hanks foi um dos responsáveis por produzir a série que teve sete episódios e foi dirigida por Tom Hooper – que tem em seu currículo a biografia de Elisabeth I (2005) e do Rei George VI em O Discurso do Rei (2010).

     
  • paulocarames 10:00 em 16/05/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , apostas, , corrida de cavalos, dustin hoffman, hbo, luck, michael mann, , , turfe   

    Série – Luck (2011) 

    luckRubicon e Day Break são exemplos de ótimas séries que, injustiçadas, tiveram um fim prematuro.

    Infelizmente elas não estão sozinhas. Luck, produção de 2011 ambientada no universo das apostas e corridas de cavalo aumenta a lista dos cancelamentos que parecem não ter lógica.

    Ace Bernstein (Dustin Hoffman) é um chefão do crime organizado que após três anos deixa a prisão e vai atrás dos responsáveis pelo seu encarceramento. Toda a trama se dá no universo que envolve apostas, cavalos e jóqueis.

    Um dos motivos para o fim precoce da produção que já teria uma segunda temporada aprovada pela HBO foi a morte de três cavalos durante a produção – o que rendeu além de processos, protestos de entidades ligadas a defesa dos direitos dos animais.

    A alegação de que seria impossível garantir a segurança dos cavalos nas filmagens pesou na decisão final mas, considerando o recente Cavalo de Guerra, parece não fazer muito sentido.

    A direção é de Michael Mann (Miami Vice e Inimigos Públicos) e de quebra a série ainda tem Nick Nolte (indicado ao Oscar por O Guerreiro).

     
  • paulocarames 10:00 em 02/05/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , Enrique Diaz, Felipe Camargo, filhos do carnaval, hbo, Jece Valadão, jogo do bicho, , Rodrigo dos Santos, Thogun   

    Série – Filhos do Carnaval (2006/2009) 

    filhosdocarnavalA estreita relação dos bicheiros com o carnaval carioca é notória e de conhecimento de todos. Em Filhos do Carnaval esta relação é o pano de fundo para mostrar a vida da família Gebara.

    O patriarca, Anésio, é um barão do jogo do bicho que além da jogatina e de uma escola de samba toca também o negócio das vans de transporte ilegal. Com frequência ele antevê os acontecimentos a partir de números em seus sonhos e sua interpretação de acordo com o jogo do bicho. Seu filho mais velho, Anesinho, é o herdeiro imediato ao seu posto agora que ele começa a pensar em se afastar dos negócios.

    A morte de Anesinho no dia do aniversário do pai, desencadeia uma série de eventos e mudanças que ditarão o rumo da série. Além de Anesinho, o velho Gebara tem outro filho legítimo (Claudinho) além de dois filhos fora do casamento mas nunca reconhecidos e que agora verão seu papel na organização do pai mudar.

    Claudinho não tem a malandragem do irmão morto apesar de até então ser o responsável pela lavagem de dinheiro do jogo ilegal. Brown é o mestre de bateria e Nilo o motorista/segurança pessoal do próprio pai e o narrador desta história.

    O elenco tem Jece Valadão e Felipe Camargo além de outras participações globais e a trilha sonora mistura música eletrônica com a batida do carnaval. A direção é de Cao Hamburguer (de O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias e Xingu). Já a fotografia remete ao padrão internacional da HBO atestando o padrão de qualidade da produção.

     
  • paulocarames 10:00 em 28/02/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , hbo, house of saddam,   

    Série – House of Saddam (2008) 

    houseofsaddamApesar de ser uma co-produção entre a britância BBC e a americana HBO, House of Saddam consegue retratar a intimidade do ditador Saddam Hussein sem puxar a brasa pra lado algum. Aliás, seria até incoerente pintar o iraquiano como mero tirano após sua acensão ter recebido apoio da coalizão anglo-americana no final dos anos 1970.

    Abastecido com armamentos pela CIA, só recentemente ele virou inimigo declarado da conveniência americana. Com o exército ianque batendo à sua porta, Saddam fica cada vez mais encurralado e paranóico temendo invasores extrangeiros e inimigos domésticos. Sua ex-esposa, seus filhos e mesmo os principais comandantes de seu exército são como ratos esperando a hora certa de pular do barco que está para afundar.

    Detalhe, a série é um drama sobre a família Hussein, portanto não espere grandes cenas de ação ou guerra a exemplo do que acontece em Generation Kill – série da HBO que estreiou no mesmo ano e também aborda o conflito no Iraque, mas do ponto de vista de um jornalista que acompanha as tropas durante a invasão.

    Após a invasão do Iraque, uma longa busca resultou em sua captura e Saddam Hussein acabou julgado e condenado a morte em 2006.

     
  • paulocarames 10:00 em 21/02/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , hbo, ,   

    Série – Generation Kill (2008) 

    PJ Ransone as a MarineDas tantas séries de qualidade que a HBO tem no seu portfólio, Generation Kill se destaca não só pelo cuidado já habitual mas pelo tema pouco recorrente nas produções da emissora habituada aos dramas.

    A peça central da trama é baseada em um livro de Evan Wright onde um repórter da Rolling Stone acompanha o 1º Batalhão de Reconhecimento da Marinha dos Estados Unidos em plena ocupação do Iraque.

    Apesar de ambientado em uma guerra moderna, o realismo da série lembra muito Band of Brothers (série sobre a segunda guerra mundial), produção do mesmo canal. As cenas de ação e violência não ficam devendo em nada a série 24 horas, menos ainda a visão distorcida e preconceituosa que americanos tem de outras nações ou a hostilidade com que são recebidos nos vilarejos que precisam patrulhar.

    Pra quem esperava um passeio no deserto a realidade não poderia ser mais cruel. Longe de casa e cercado de possíveis inimigos, os soldados são obrigados a lidar com a pressão e perceber que mesmo a mais humilde dona de casa iraquina pode ser uma suicida carregando uma bomba com intuito de levar consigo o máximo possível de invasores infiéis.

    Os sete episódios da mini série são o bastante pra perceber o quão absurda e injustificada foi esta guerra e o quanto uma nação consegue achar que é a ‘polícia do mundo’ impondo sua vontade de acordo com sua conveniência.

     
  • paulocarames 11:00 em 10/01/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , família soprano, hbo, os sopranos, , the sopranos   

    Série – The Sopranos (1999-2007) 

    Se misturássemos o clássico O Poderoso Chefão (1972) com a série In Treatment (2008) o resultado provavelmente seria The Sopranos.

    Nesta série, Tony Soprano (James Gandolfini) dirige um negócio de coleta de lixo que é, na verdade, faxada para suas atividades mafiosas.

    Extorsão, cobrança de propina e clubes de strip são o verdadeiro ganha-pão deste pai de família que resolve procurar uma psicóloga para tratar suas crises de ansiedade.

    Nestas sessões ele acaba revelando os bastidores do crime organizado e os princípios de lealdade impostos pela família mafiosa que não é composta somente pelos parentes de sangue mas pelos parceiros de crime.

    O conceito da mãe de família mafiosa que faz vista grossa para os negócios do marido é muito bem explorada também. Afinal, enquanto a casa está abastecida e o dinheiro continua entrando, não há motivo para criar caso.

    Falando em caso, Tony também revela os detalhes das suas amantes enquanto tenta ser menos impulsivo, ou em bom português, perguntar antes de sair atirando.

    Premiada com um Grammy e dois Emmys de melhor série é frequentemente apontada como a melhor de todos os tempos. Se hoje a HBO é conhecida pelo altíssimo padrão de qualidade, parte desta fama se deve a The Sopranos.

     
  • paulocarames 11:47 em 26/11/2012 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , birds, , confissões de uma ladra, hbo, marnie, pássaros, , sienna miller, the girl, toby jones   

    Filme – The Girl (The Girl) 2012 

    Baseado no livro Spellbound by Beauty, The Girl é um filme para tv co-produzido por HBO e BBC que retrata os bastidores das gravações de Os Pássaros (1963) e Marnie, confissões de uma ladra (1964) ambos do diretor inglês Alfred Hitchcock.

    Porém o foco principal está no relacionamento conturbado e obsessivo que o diretor (interpretado por Toby Jones) manteve com Tippi Hedren (Sienna Miller) durante as gravações, tudo supervisionado por sua esposa Alma.

    Hitch era conhecido por seu detalhismo e chegou a declarar que tinha previamente concebido cada cena de seus filmes não precisando portanto conferir o resultado das filmagens.

    Mesmo assim, fez incontáveis takes forçando Tippi a ser atacada repetidamente por pássaros de verdade ao invés de utilizar réplicas mecânicas. Na trama, Bodega Bay – uma cidade do interior, é alvo do ataque de aves enfurecidas. Os ataques coincidem com a chegada repentina da loira misteriosa Melanie Daniels.

    Sienna Miller incorpora com maestria a pupila de Hitchcock que à época era uma modelo desconhecida. Coincidentemente, Sienna já havia interpretado outra modelo no também biográfico The Factory Girl (2006) sobre Edie Sedgwick e seu mentor Andy Warhol.


     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: