Marcado como: Intergalactic Studios Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • paulocarames 10:00 em 04/10/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , , , , In A Family Way, Intergalactic Studios, , , , , , , , Sibling Rivalry   

    EP – Joey Ramone: Sibling Rivalry ‎– In A Family Way 1994 

    Sibling Rivalry in a Family Way
    Lançado em 11 de outubro de 1994 pela Alternative Tentacles, Sibling Rivalry ‎– In A Family Way apresenta Joey Ramone nos vocais e seu irmão Mickey Leigh na guitarra em três canções, todas incluídas mais tarde no lançamento não oficial Unreleased Tracks de 1996:

    See My Way foi produzida por Andy Shernoff e Daniel Rey – parceiros de Joey a partir de 1987. O Baby Monster Studios, mesmo de Mondo Bizarro e Adios Amigos, foi o escolhido pela dupla para este registro.

    On the Beach foi extraída do EP de mesmo nome dos Rattlers de 1979 e é de autoria de Mickey. A produção é de Ed Stasium que fez a gravação no Electric Lady (por onde passaram Richard Hell and the Voidoids para gravação de Blank Generation).

    O disco fecha com Don’t be so Strange, parceria de Mickey com David Baillie, produzida por Joe Blaney e gravada no Intergalactic Studios (de Animal Boy e Halfway to Sanity).

    A foto da capa é mais uma vez de George DuBose. Detalhe, na foto interna, Joey aos 6 e Mickey aos 3 anos de idade já esboçavam os primeiros acordes.

    Ficha Técnica:
    Alternative Tentacles – produzido por Andy Shernoff, Daniel Rey (1), Ed Stasium (2) e Joe Blaney (3)

    1 See My Way (M. Abrahams) 4:11
    Vocal – Joey Ramone
    Guitarra – Mickey Leigh
    Baixo – Steven Sane
    Bateria – Whitey Benezra

    2 On The Beach (Mickey Leigh) 3:02
    Vocal – Joey Ramone
    Guitarra – Mickey Leigh
    Baixo – David Merrill
    Bateria – Matty Quick

    3 Don’t Be So Strange (D. Baillie, Mickey Leigh) 2:25
    Vocal – Joey Ramone
    Guitarra – Mickey Leigh
    Baixo, Vocal – Mickey Leigh
    Bateria – Whitey Benezra
    Guitarra, Vocal – David “Billy” Baillie
    Sibling Rivalry in a Family WaySibling Rivalry in a Family Way (2)
    Sibling Rivalry in a Family Way (1)


     
  • paulocarames 16:09 em 05/11/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: 15 de Setembro de 1987, , , , , , , , Intergalactic Studios, , , , , , , , , ,   

    LP/CD – Ramones: Halfway to Sanity 1987 


    Gravado no Intergalactic Studios e lançado em 15 de Setembro de 1987, Halfway to Sanity fecha a trinca de discos hardcore capitaneados por Johnny, embora ele já tivesse desistido de seguir carreira. Na verdade, ele estava pronto para aposentadoria do que considerava um emprego desde o lançamento de End of the Century.

    Conscientes que o sucesso era um objetivo cada vez mais distante, a banda optou pelo produtor e fã da banda, Daniel Rey que não conseguiu fazer muito melhor que seus antecessores. Prova da pouca criatividade da banda é que Johnny que fazia oposição às contribuições do baterista por ele não ser um dos membros originais abriu mão deste conceito e concordou com a contribuição de Richie com duas músicas. O número de contribuições que totalizam quase metade do disco também sinalizam nesta direção.

    O ponto alto fica por conta de Bop ‘Til You Drop, I’m not Jesus e da balada sessentista Bye Bye Baby. Apesar dos problemas criativos, a banda abriria mão novamente de incluir uma versão de outra banda optando apenas por canções autorais (aliás, nenhum dos três discos em que Richie participou contem covers). A pérola do álbum é I Wanna Live, talvez a melhor música feita por eles.

    A música teve direito a single lançado em um boxset na Inglaterra pela Beggars Banquet e videoclipe (com imagens da banda tocando ao vivo e se deslocando de um lugar para outro).

    Garden of Serenity, cantada roucamente por Joey, fazia coro ao título do álbum embora as pessimistas Worm Man e I Lost My Mind (hardcores na linha do disco anterior) apontassem no caminho oposto.

    A função de clicar a banda para a capa do disco ficaria novamente nas mãos de George DuBose que flagrou o quarteto em frente a um restaurante chinês. Seria mais um disco que, com uma foto escura, falharia em vender a banda.

    ramonesmottstdoorway

    Se a parte artística não ia de vento em popa, a relação entre os integrantes também não era das melhores. Dee Dee investia em uma carreira solo como rapper e Richie exigia maior participação no resultado financeiro com a venda de camisetas.

    Ao menos Joey participou mais do processo criativo que nos álbuns anteriores. Com o sucesso inalcançável àquela altura, restaria ao grupo expandir sua atuação à América do Sul (Brasil e Argentina em especial) e países como a Finlândia, com fãs ávidos e que ofereceriam o respeito que lhes era devido.

    Ficha Técnica:
    Sire Records/Beggars Banquet – produzido por Daniel Rey

    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    Dee Dee Ramone – baixo, backing vocal
    Richie Ramone – bateria

    Letra das músicas
    Partituras

    Edição Original (Sire Records)
    Lado A:
    01 “I Wanna Live” (Dee Dee Ramone, Daniel Rey) – 2:36
    02 “Bop ‘Til You Drop” (Dee Dee Ramone, Johnny Ramone) – 2:09
    03 “Garden of Serenity” (Dee Dee Ramone, Daniel Rey) – 2:35
    04 “Weasel Face” (Dee Dee Ramone, Johnny Ramone) – 1:49
    05 “Go Li’l Camaro Go” (Joey Ramone) – 2:00
    06 “I Know Better Now” (Richie Ramone) – 2:37
    Lado B:
    07 “Death of Me” (Joey Ramone) – 2:39
    08 “I Lost My Mind” (Dee Dee Ramone, Johnny Ramone) – 1:33
    09 “A Real Cool Time” (Joey Ramone) – 2:38
    10 “I’m Not Jesus” (Richie Ramone) – 2:52
    11 “Bye Bye Baby” (Joey Ramone) – 4:33
    12 “Worm Man” (Dee Dee Ramone) – 1:52


    Prensagem Alemã
    ramones-halfwaygermanyramones-halfwaygermany (1)

    Prensagem Uruguaia
    ramones-halfwayuruguayramones-halfwayuruguay (1)

    Prensagem Beggars Banquet
    ramones-halfwaybeggarsramones-halfwaybeggars (1)

    Versão em K7
    R-3804990-1345105850-3261

    Versão em CD
    ramones - halfwaytosanitycd
    ramones - halfwaytosanitycd (3)
    ramones - halfwaytosanitycd (4)
    ramones - halfwaytosanitycd (5)
    ramones - halfwaytosanitycd (6)
    ramones - halfwaytosanitycd (7)
    ramones-halfwaytosanitycd (1)ramones-halfwaytosanitycd (2)

    Reedição da Torso com as inéditas Indian Giver e Life Goes On:
    halfway to sanity torso 1
    halfway to sanity torso 2
    halfway to sanity torso 4halfway to sanity torso 3

    Reedição com Spider-Man:
    halfway to sanity spider 1
    halfway to sanity spider 2
    halfway to sanity spider 3
    halfway to sanity spider 4
    halfway to sanity spider 5
    halfway to sanity spider 6
    halfway to sanity spider 7halfway to sanity spider 8

    O disco fez parte ainda de uma compilação que incluía as 12 músicas da versão original e 29 canções do derradeiro We’re Outta Here:
    Halfway to Sanity - We're Outta Here 1
    Halfway to Sanity - We're Outta Here 2
    Halfway to Sanity - We're Outta Here 3
    Halfway to Sanity - We're Outta Here 5Halfway to Sanity - We're Outta Here 4
    Halfway to Sanity - We're Outta Here 6

    Singles:




    ramones-iwannaliveextendedramones-iwannaliveextended (1)


    ramones-iwannalivecamaroramones-iwannalivecamaro (1)
    ger7008ger7007

    Mais sobre o disco*:

    *artigos publicados na revista Metal Head Especial nº 11 e General Especial.


     
  • paulocarames 17:46 em 29/10/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: 19 de maio de 1986, , , , , , , Intergalactic Studios, , , , , , , , , , ,   

    LP/CD – Ramones: Animal Boy 1986 


    O nono álbum de estúdio dos Ramones começou a ser gravado em dezembro de 1985 no Intergalactic Studios e foi oficialmente lançado em 19 de maio de 1986. Era o segundo álbum com Richie nas baquetas e, a exemplo de Too Tough to Die, foi dominado pelas composições de Dee Dee.

    Joey novamente contribuiria com apenas duas músicas e uma parceria com Dee Dee e o produtor Jean BeauvoirBonzo Goes to Bitburg que teve seu título alterado para My Brain Is Hanging Upside Down pois Johnny queria evitar uma crítica aberta ao então presidente americano Ronald Reagan.

    A sequência inicial é harcore puro com Somebody Put Something in my Drink (escrita por Richie e uma das melhores músicas da história da banda), Animal Boy e Love Kills (que soa como se tivesse sido extraída do disco anterior e era uma homenagem de Dee Dee ao seu amigo e também baixista Sid Vicious que morrera de overdose). A idéia inicial era utilizar a música na trilha sonora do filme de mesmo nome que narrava a relação entre o ex-Sex Pistols e Nancy Spungen. Dee Dee acabou brigando com o diretor Alex Cox e a música foi deixada de lado.

    I Don’t Want To Live This Life (Anymore) também homenageava o casal mas acabou não aparecendo em Animal Boy. Acabaria incluída no labo B de Crummy Stuff no boxset End of the Decade do selo independente Beggars Banquet junto com outros singles.

    Apeman Hop completa a temática animal boy e temas recorrentes nos primeiros discos como problemas mentais (Mental Hell) e personagens desajustados (Freak of Nature) voltam a cena. Something To Believe In fecha, de forma bastante otimista, o pacote.

    O álbum repetiria o feito de Pleasant Dreams contendo apenas canções autorais. Para divulgação a banda ainda contou com o clipe de Something to Believe In satirizando os vídeos de caridade de mega astros como Michael Jackson. Para capa novamente foi usada uma foto de George DuBose que clicou os Ramones ao lado de Legs McNeil, autor de Mate-me por favor, fantasiado de macaco.

    Ficha Técnica:
    Sire Records/Beggars Banquet – produzido por Jean Beauvoir

    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    Dee Dee Ramone – baixo, backing vocal
    Richie Ramone – bateria

    Letra das músicas
    Partituras

    Edição Original (Sire Records)
    Lado A:
    01 “Somebody Put Something in My Drink” (Richie Ramone) – 3:23
    02 “Animal Boy” (Dee Dee Ramone, Johnny Ramone) – 1:50
    03 “Love Kills” (Dee Dee Ramone) – 2:19
    04 “Apeman Hop” (Dee Dee Ramone) – 2:02
    05 “She Belongs to Me” (Dee Dee Ramone, Jean Beauvoir) – 3:54
    06 “Crummy Stuff” (Dee Dee Ramone) – 2:06
    Lado B:
    07 “My Brain Is Hanging Upside Down (Bonzo Goes to Bitburg)” (Joey Ramone, Dee Dee Ramone, Jean Beauvoir) – 3:55
    08 “Mental Hell” (Joey Ramone) – 2:38
    09 “Eat That Rat” (Dee Dee Ramone, Johnny Ramone) – 1:37
    10 “Freak of Nature” (Dee Dee Ramone, Johnny Ramone) – 1:32
    11 “Hair of the Dog” (Joey Ramone) – 2:19
    12 “Something to Believe In” (Dee Dee Ramone, Jean Beauvoir) – 4:09


    Prensagem Alternativa Sire
    ramones-animalboot1ramones-animalboot2

    Prensagem Beggars Banquet

    Versão em K7
    R-3804985-1345105633-9015

    Versão em CD
    ramones-animalboycd (2)
    ramones-animalboycd (3)
    ramones-animalboycd (4)
    ramones-animalboycd (5)
    ramones-animalboycd (6)
    ramones-animalboycd (7)


    ramones-animalboycd (1)

    O disco fez parte ainda de uma compilação dupla que incluía as 12 músicas da versão original e 21 canções extraídas da coletânea Ramones Mania:
    Animal Boy - Ramones Mania 1
    Animal Boy - Ramones Mania 2
    Animal Boy - Ramones Mania 3
    Animal Boy - Ramones Mania 5Animal Boy - Ramones Mania 4
    Animal Boy - Ramones Mania 6

    Singles:


    ramones-somethingtospainramones-somethingtospain (1)
    ramones-somethingtospain (2)ramones-somethingtospain (3)




    Sans titre-22

    Mais sobre o disco*:

    *artigos publicados na revista Metal Head Especial nº 11 e General Especial.

    release


     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: