Marcado como: Michael Sheen Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • paulocarames 15:58 em 11/09/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , à procura de eric, , cantona, damned united, , , looking for eric, maldito futebol clube, Manchester united, Michael Sheen,   

    Esporte Bretão United: À procura de Eric / Maldito Futebol Clube 

    Lado A – À Procura de Eric (Looking for Eric) 2009
    Em tempos de equipes mal estruturadas que se agarram em ídolos do passado como tábua da salvação (vide Brasil, Argentina e o próprio Grêmio) o filme de Ken Loach vem bem a calhar.
    Eric (Steve Evets) encontra-se em uma crise pessoal com baixa auto-estima, sentimentos mal-resolvidos por sua ex-mulher e tomando conta de seus dois enteados. A solução encontrada parece ser a mesma dos times citados anteriormente.
    O carteiro fanático pelo Manchester United passa a buscar conselhos do seu ídolo, o imaginário Eric Cantona (interpretando a ele mesmo) – imaginário pois somente o torcedor consegue vê-lo, ao contrário de seus amigos que pensam que ele tem problemas mais sérios ainda. Cantona passa a dar conselhos ao seu xará que culminam com uma seqüência inesquecível durante uma operação contra gângsteres que o ameaçavam.
    É a história não só de Eric, o carteiro, mas de tantos clubes de futebol que buscam em tempos de glória a solução para um presente pouco glorioso.

    Lado B – Maldito Futebol Clube (The Damned United) 2009
    Quando Dom Revie (Colm Meaney) é convidado para treinar a seleção inglesa em 1974, o ex-artilheiro inglês e agora técnico, Brian Clough (Michael Sheen) é contratado para ocupar seu lugar. O detalhe é que meses antes, enquanto Clough treinava o Derby County, ele criticara duramente a maneira que a equipe do Leeds United jogava (ao seu entender, muitas vezes violenta e desonesta) além do fato de encarar Revie como um desafeto devido aos confrontos anteriores das duas equipes. Carismático e ao mesmo tempo controverso, ele entra em conflito com os jogadores que não aceitam seu comando e buscam referências no antigo treinador enquanto ele recebe duras críticas da torcida, imprensa e dos próprios dirigentes do clube.
    O filme é rico em detalhes quando se trata da estilização de época. Carros, roupas e cabelos fielmente de acordo com o período retratado além da competente mistura de dramatização e imagens reais recuperadas dos jogos no período relâmpago de 44 dias em que a equipe foi treinada por Clough. O filme é baseado no livro de David Peace (The Damned Utd) com alguns fatos livremente adaptados para melhor se encaixarem no formato cinebiografia.
    Exceção feita a esta passagem pelo Leeds United, Brian Clough executou um trabalho memorável por outros dois times ingleses. Assistam e depois respondam se vestiário não derruba treinador.

     
  • paulocarames 22:10 em 29/08/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , anjos da noite, , , , Kate Beckinsale, , , Lobisomem, Michael Sheen, , Robert Pattinson, Taylor Lautner,   

    Lobisomem do arvoredo: Crepúsculo / Anjos da Noite 

    Lado A – Saga Crepúsculo:
    Crepúsculo (Twilight) 2008
    Lua Nova (The Twilight Saga New Moon) 2009
    Eclipse (The Twilight Saga Eclipse) 2010

    Uma história de vampiros parece absurda nos dias de hoje. Uma história de homens que se transformam em lobos parece tão absurda quanto uma de vampiros. Pois bem, para parecer mais absurdo junte as duas histórias e desrespeite todas as ‘regras’ que foram escritas durante séculos para descrever tanto lobisomens quanto vampiros e faça um melodrama para adolescentes.
    Foi o que fez Stephenie Meyer com extrema maestria, ao menos do ponto de vista comercial (a franquia faturou U$ 400 milhões com o primeiro filme, U$ 700 milhões com o segundo e outros tantos com o terceiro, isso sem falar nos livros que inspiraram os filmes).
    Isabela Swan, filha de pais divorciados, muda-se para uma cidade pequena para morar com seu pai pois sua mãe resolveu casar-se novamente. Na nova escola conhece o misterioso Edward Cullen e os dois se apaixonam, embora ele saiba que seus segredos podem ameaçar a segurança da sua amada. Na verdade ele e sua família são vampiros que, contrariando tudo que se pregou até hoje a respeito deles, brilha quando exposto ao sol ao invés de arder em chamas.
    Edward ainda precisará disputar o amor de Bela com Jacob, um nativo norte-americano que é na verdade um lobisomem (não confundir com a clássica definição metade-homem/metade-lobo, aqui ou ele é lobo ou é humano, sem meio termo). Deixando de lado outros furos consideráveis que o enredo apresenta e como a série ainda está na metade, resta saber o que ainda vem por aí.
    Depois do hardcore ficar melódico e dos vampiros brilharem ao sol, só falta tocarem forró nos CTGs.

    Lado B – Anjos da Noite:
    Anjos da Noite – Underworld (Underworld) 2003
    Anjos da Noite – A Evolução (Underworld Evolution) 2006
    Anjos da Noite – A Rebelião (Underworld Rise of the Lycans) 2009
    Anjos da noite mostra o conflito secular entre duas espécies de criaturas da noite que tanto aterrorizam os humanos há gerações. Disputando a supremacia, de um lado refinados vampiros sugadores de sangue e de outro, selvagens homens lobo. Michael Sheen (Frost/Nixon, Maldito Futebol Clube) fez papel de lobisomem em Anjos da noite e de vampiro em Crepúsculo, apesar da diferença de tratamento que as lendas receberam nas duas sagas.

     
    • Mateus 13:58 em 30/08/2010 Link Permanente | Resposta

      Parodiando o mestre Zina:
      “Edward… brilha muito no Crepúsculo!”

c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: