Marcado como: movimento Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • paulocarames 10:00 em 20/02/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: bikini kill, , , , Editora Ideal, , jawbreaker, , kathleen hanna, movimento, Porcell, , , Shelter, , Steve Albini, winston smith   

    Livro – Não Devemos Nada A Você 2008 

    livronao-devemos-nada-a-voceLançado inicialmente em 2001, o livro Não Devemos Nada A Você foi reeditado em 2007 e ganhou versão nacional em 2008.

    Compilação de 30 entrevistas publicadas no fanzine Punk Planet entre 1997 e 2007 que inclui expoentes da música independente como Ian MacKaye (Minor Threat e Fugazi), Jello Biafra (Dead Kennedys), Bob Mould (Husker Du), Kathleen Hanna (Bikini Kill, Le Tigre), Black Flag, Thurston Moore (Sonic Youth), Jawbreaker, Sleater-Kinney e Shelter além de artistas como Winston Smith e Art Chantry.

    A obra tem a música como pano de fundo já que o zine tinha interesses muito mais amplos. Entrevistando dos pioneiros do punk, passando por feras da arte e design e abrangendo política e ativismo Daniel Sinker revisita 80 edições e 13 anos de experiência para registrar um panorama interessante e nada mainstream. Edições Ideal, 312 páginas.


    Anúncios
     
  • paulocarames 15:35 em 12/12/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , a Invasão dos Bandos Sub, , J. Zahar Editor, Janice Caiafa, movimento, Movimento Punk na Cidade, ,   

    Livro – Movimento Punk na Cidade: a Invasão dos Bandos Sub 

    livro - movimento punk na cidadeMuito já se falou sobre o punk. Começando por Legs Mcneil e seu Mate-me por favor onde ele descreve a cena musical de Nova Iorque no final dos anos 1970 e que influenciou jovens na Inglaterra e Brasil.

    No Brasil, O Que é Punk de Antônio Bivar fez a transição mesclando música e ideologia narrando o que acontecia, principalmente em São Paulo – Bivar ainda organizaria o festival paulista que deu origem ao clássico disco O Começo do Fim do Mundo.

    Os paulistas acabariam por reivindicar a origem do punk no país e, de fato, teriam destaque maior graças às bandas nascidas por lá (Cólera, Olho Seco, Inocentes, Ratos de Porão, pra citar apenas algumas). Já o recorte de Janice Caiafa é a pouco lembrada realidade dos punks cariocas bem no começo dos anos 1980.

    A exemplo de Punk: Cultura e Protesto, Movimento Punk na Cidade: a Invasão dos Bandos Sub faz uma análise social desta mescla de ideologia e música que se tornou o Punk com destaque mais para questões antropológicas e menos para o lado artístico.

    Chama atenção que àquela altura bandas como Ramones, Sex Pistols e The Clash eram tidas como ultrapassadas pelos entrevistados. Dead Kennedys, The Exploited e GBH é que preenchiam os K7’s trocados nos subúrbios do Rio.

    Fruto de diversas entrevistas e várias festas e shows em que a autora acompanhou o grupo carioca, esta obra mostra que nem só de praia e funk é feita a cidade maravilhosa. J Zahar Editor, 148 páginas.

     
  • paulocarames 10:00 em 05/09/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: Aproveite O Green Day, Beast Books, , , movimento, Niki Lee, ,   

    Livro – Aproveite O Green Day 

    livro - aproveite o green dayNão, esta não é uma biografia sobre o Green Day. Um desavisado pode comprar o livro esperando pela biografia do trio, suas origens, a história por trás de cada disco, etc.

    Nada disto, trata-se da experiência de uma fã de 52 anos que teve a vida alterada pela música da turma do American Idiot e que bem antes disto tinha Dookie e Insomniac no currículo.

    Entre fotos e textos Niki Lee narra as dificuldades que passou na vida e suas aventuras para acompanhar os shows da banda, conhecer outros fãs e, claro, encontrar pessoalmente seus ídolos.

    De grandes shows a eventos secretos com o Pinhead Gunpowder (projeto paralelo que conta com Billie Joe) ela acompanhou o Green Day pelo mundo. Detalhe, a nota na capa é assinada por Billie Joe Armstrong. Beast Books, 256 páginas.

     
  • paulocarames 11:08 em 27/06/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , movimento, , Punk Cultura e Protesto, Rafael Lopes de Sousa,   

    Livro – Punk Cultura e Protesto 

    punk cultura e protestoO livro Punk Cultura e Protesto apresenta um estudo antropológico por trás do movimento punk, iniciado em metrópoles como Nova Iorque e Londres e que mais tarde chegariam a São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília se estendendo também a cidades menos populosas do Brasil.

    Tão importante quanto esta análise, é o retrato que Rafael Lopes de Sousa traça a partir dos anos 1950 e o princípio de algo novo pra época chamado Rock n’ Roll.

    Esta história seguiria nos anos 60 com a luta pelos movimentos civis e o estabelecimento da contracultura até o surgimento do movimento punk no final dos 70 e seus altos e baixos nas décadas seguintes.

    O Brasil ainda vivia à sombra de uma ditadura e a letra das músicas de bancas como Cólera e Inocentes refletiam a realidade da juventude pobre das periferias. Mas não se engane, este é um estudo que trata muito mais do movimento do que da música que o tornou tão conhecido, ao contrário de Mate-Me Por Favor (Legs Mcneil E Gilliam Mccain). Edições Pulsar, 128 páginas.


     
  • paulocarames 9:42 em 11/01/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , craig o'hara, Editora Radical Livros, filosofia do punk, , movimento, ,   

    Livro – A Filosofia do Punk, mais do que barulho 

    Censurado na Lituânia por ser considerado um “documento vil, rebelde e ofensivo”, aqui, Craig O’Hara discute o que existe por trás da estética e da música punks. Com um interessante glossário e com fotos exclusivas, clicadas pelo próprio autor, A Filosofia do punk aborda as diferentes facetas deste movimento desde a definição do que viria a ser considerado como Punk em sua essência, os problemas enfrentados com a mídia que historicamente teve dificuldades em entender os adeptos desta cultura e o anarquismo como alternativa ideológica. Os problemas com skinheads e os subgêneros como Straight Edge ajudam a entender a cena punk/hardcore norte-americana, seus ideais e contradições, que fizeram do Do It Yourself mais do que um lema. Editora Radical Livros, 240 páginas.

     
    • Darrieux 4:29 em 25/12/2012 Link Permanente | Resposta

      PLEASE Alguém me arruma o pdf desse livro!!!!!!!
      Li uma vez que peguei emprestado com um amigo meu e nunca mais vi, mas queria muito poder passar alguns textos dele pra frente.
      Quem puder enviar ele em pdf fala comigo pelo email mathdarrieux@gmail.com

    • Artemio 20:44 em 13/04/2018 Link Permanente | Resposta

      Se puder, poder ser?

  • paulocarames 4:26 em 07/09/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , movimento, , , traidor do movimento   

    Tu traiu o movimento véio 

    Mais um da seção clássicos inesquecíveis.
    “eu faço música sobre relacionamento” – mas é rock paulêra??

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: