Marcado como: public enemy Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • paulocarames 23:02 em 10/04/2012 Link Permanente | Resposta
    Tags: , fight the power, , public enemy,   

    Public Enemy – Fight the Power 

     
  • paulocarames 12:20 em 15/09/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: acorda hip hop, , , DJ TR, Editora Aeroplano, , nwe, public enemy, racionais mc's, , ,   

    Livro – Acorda Hip Hop 

    De autoria de DJ TR, pesquisador e especialista em Hip Hop nacional e estrangeiro, Acorda Hip Hop resgata a história deste gênero que há muito deixou os guetos e hoje chega a todos os seguimentos da sociedade.

    Brancos; negros; homens; mulheres; no Brasil ou fora dele. O movimento que começou nos bairros pobres de Nova Iorque difundiu seus elementos (grafite, break, MC) e espalhou sua mensagem mundo afora. Criado a partir de elementos da música reggae, o canto de forma improvisada em cima de uma batida caiu no gosto dos jovens pobres nas periferias americanas e de lá para o mundo.

    Dos primórdios na década de 1970 com Run DMC, NWE e Public Enemy até os Beastie Boys e o rap com banda, encontrando no Brasil seus principais representantes (os Racionais Mc’s) nos anos 1980 até a criação e proliferação do Gangsta Rap (Snoopy Dog e Dr Dre) na década de 1990.

    Muito deste desenvolvimento se deve à Rick Rubin, produtor de obras clássicas como Raising Hell do Run-D.M.C. e Licensed to Ill dos Beastie Boys, ambos de 1986 e It Takes a Nation of Millions to Hold Us Back do Public Enemy (1988).

    A partir deste ponto, o hip hop foi ficando cada vez mais popular e saiu das áreas pobres para ganhar espaço em programas de TV como na MTV e no caso do Brasil na Tv Cultura.

    Com depoimentos de Mano Brown, Gabriel, o pensador e Nino Brown, DJ TR nos apresenta uma bela síntese deste gênero que soube mesclar protesto e diversão. E ao contrário do que o autor afirma no prefácio, consegue sim desenvolver uma espécie de Bíblia do Hip-hop Nacional.

    Acesse aqui a versão PDF do livro ou corra para uma livraria. Editora Aeroplano, 456 páginas.

     
  • paulocarames 12:49 em 08/11/2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , public enemy, , , woody guthrie   

    DVD – Rage Against The Machine: Revolution In The Head and The Art Of Protest 2010 

    Ainda inédito no Brasil, este documentário narra a trajetória de uma das mais influentes e contestadoras bandas do rock em todos os tempos. Quem teve oportunidade de assistir ao show do Rage Against the Machine no festival SWU pode perceber que a banda não perdeu o jeito apesar do tempo em que ficou separada e que projetos solo como Street Sweeper Social Club e The Nighthwatchman de Tom Morello assim como o próprio Audioslave ocuparam os ex-integrantes da banda.
    Apesar de não autorizada, esta videobiografia conta com trechos dos principais registros videográficos oficiais do grupo. Clipes como Bulls on parade e Sleep now in the Fire são dissecados bem como cada um dos quatro discos da banda, além de trechos dos videos The Battle of Mexico City e Live Democratic National Convention.
    Partindo de um interessante histórico de Woody Guthrie, Pete Seeger, Bob Dylan e Public Enemy os diretores traçam um paralelo até chegar ao RATM e a mistura explosiva que caracterizou a banda ainda nos anos 1990 onde música e protesto tornariam-se uma única forma de expressão.
    Como definiu Colin Devenish, um dos biógrafos entrevistados para o documentário, “é como se tivéssemos Martin Luther King, Woody Guthrie e Malcolm X juntos no palco”. Único ponto negativo é ter incluído tantos registros em vídeo da banda e ter deixado de fora a bombástica apresentação no VMA de 2000. Mesmo assim, ESSENCIAL.

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: