Marcado como: redson Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • paulocarames 0:45 em 28/09/2012 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , MMDC, , Que Esse Grito Não Seja em Vão, redson   

    Que esse grito não seja em vão – tributo a Redson do Cólera 


    Em 27 de setembro de 2011 morria Redson Pozzi – vocalista e guitarrista da banda Cólera – aos 49 anos. Os tributos e as referências à obra de Redson só aumentaram de lá pra cá.

    Chegou a vez do documentário “Que esse grito não seja em vão” lembrar a vida e a obra do vocalista em pré-estréia no dia 29 de setembro (sábado). A premiere vai acontecer durante o show tributo no Hangar 110 em São Paulo que terá como atrações a nova formação do Cólera e as bandas Agrotóxico e MMDC.

    Enquanto isto, você confere além do teaser do que rola no sábado, os documentários 20 minutos de Cólera (1989) e Três acordes de Cólera (2005)



     
  • paulocarames 1:34 em 10/11/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , cacá, , , dance of days, , hangar 110, helinho, , , , , não religião, nene altro, , redson, tatola   

    Hangar 110 recebe homenagem a Redson do Cólera 

    Após os shows que ocorrerão no próximo final de semana em homenagem aos 30 anos das bandas Garotos Podres e Ratos de Porão dia 15 de novembro (feriado) é a vez do Hangar 110 sediar o show Que Esse Grito Não Seja em Vão – homenagem ao Redson. Val e Pierre tocarão com convidados mais do que especiais lembrando o guitarrista do Cólera, morto recentemente. Confira a programação e os convidados:

    Clemente (Inocentes)
    Gordo e Jão (R.D.P.)
    Ari, Finho & Miro (365)
    Ariel (Invasores)
    Daniel ET (Muzzarelas)
    Helinho (ex-Cólera)
    Tatola (Não Religião)
    Nene Altro (Dance Of Days)
    Wendel (Sociedade Sem Hino)
    Cacá (Garotos Podres)
    Kojeka & Anselmo (Kolapso 77)
    Nem (Cama de Jornal – BA)
    Cherry (Hellsakura)
    Houly (Horda Punk – SC)

    DJ Set: Ratinho

    Hangar 110 – Rua Rodolfo Miranda, 110 – Bom Retiro – São Paulo
    15 de novembro de 2011
    19h às 23:30
    R$15 (antecipado) – R$20 (na porta)
    Antecipados nas lojas 255 (R. 24 de Maio, 62 – loja 255 – f: 3361-6951)

     
  • paulocarames 1:16 em 29/09/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , Morre Redson, , redson, vocalista do Cólera   

    Morre Redson, vocalista do Cólera 


    Morreu na noite de ontem (27/9/2011), aos 49 anos, o guitarrista e vocalista Edson Pozzi (na foto, à direita – na última passagem da banda pelo RS).

    Redson, como era conhecido, junto com o irmão (o baterista Carlos Lopes Pozzi – o Pierre) e o baixista Val Pinheiro formaram em 1979 o Cólera – um dos pioneiros do punk rock nacional.

    A banda participou das principais coletâneas nos primórdios do punk no país (algumas lançadas pelo selo Ataque Frontal, do qual Redson era um dos sócios): Grito Suburbano de 1982 (com Olho Seco e Inocentes), SUB de 1983 (com Ratos de Porão, Psykóze e Fogo Cruzado) e Ataque Sonoro de 1985 na qual dividiu espaço com Garotos Podres, Ratos de Porão e Lobotomia.

    Gravaram ainda um álbum split com Ratos de Porão, ao vivo no Teatro Lira Paulistana. Estes álbuns, com baixa tiragem (em alguns casos, poucas centenas), se tornariam itens de colecionador procurados ainda hoje por apreciadores do gênero.

    Redson e cia se destacaram pelo seu ativismo contra a violência e em favor da natureza tanto nas letras de suas músicas quanto na arte da capa em seus discos.

    A primeira informação sobre a morte foi dada por Val no perfil da banda no Orkut: “lamento informar a todos os nossos amigos, fãs e família que o nosso principal membro da banda Cólera, Redson, faleceu hoje, deixando um legado incalculável em nossas vidas”. A partir de então o Facebook e o twitter receberam inúmeras manifestações de pesar de fãs que respeitavam e admiravam o trabalho do Cólera.

    Atualmente, o Cólera fazia uma extensa turnê (que incluiu o Rio Grande do Sul em junho passado) em comemoração dos 30 anos da banda, por todo o Brasil. Eles foram os primeiros artistas da cena alternativa nacional a excursionar pela Europa – viagem que rendeu um disco ao vivo em 1988.

    Álbuns de estúdio:
    Tente Mudar o Amanhã (LP, 1984, Ataque Frontal)
    Pela Paz em Todo Mundo (LP, 1986, Ataque Frontal)
    Verde, Não Devaste! (LP, 1989, Devil Discos)
    Mundo Mecânico, Mundo Eletrônico (LP, 1991, Devil Discos)
    Caos Mental Geral (CD, 1998, Devil Discos)
    Deixe a Terra em Paz! (CD, 2004, Devil Discos)

    Álbuns ao vivo:
    split-LP c/Ratos de Porão (LP, 1985, Ataque Frontal)
    European Tour ’87 (LP, 1988, A. Indie Records)
    20 Anos ao Vivo (CD, 2002, Devil Discos)

    EPs:
    Dê o Fora (7″ EP, 1986, Hageland Records)
    É Natal!!? (12″ EP, 1987, Ataque Frontal)

    Coletâneas:
    Grito Suburbano – The Best of (CD e LP, 2004, Dirty Faces)
    Primeiros Sintomas (CD, 2006)

    A repercussão em alguns veículos oficiais:
    Zero Hora
    UOL
    Rolling Stone Brasil
    Terra



     
  • paulocarames 0:45 em 09/06/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , pela paz em todo mundo, , , redson, , tente mudar o amanhã   

    Show – Cólera em Porto Alegre 

    A banda punk paulista formada em 1979 se apresenta na capital gaúcha na sexta-feira (10/6). Na bagagem, hinos como Pela paz em todo mundo, Em Setembro e Vivo na cidade além de outros petardos de discos emblemáticos como Tente mudar o amanhã (1984) e Verde não devaste (1989).

    No início da carreira o Cólera fez parte das principais coletâneas de música punk lançadas no país – Grito Suburbano (1982), SUB (1983) e Ataque Sonoro (1985) – ao lado de Garotos Podres, Inocentes e Ratos de Porão.

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: