Marcado como: Richard Hell and the Voidoids Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • paulocarames 10:00 em 14/06/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , , , pere ubu, , , , , , Richard Hell and the Voidoids, Valley Entertainment, wayne kramer, Wayne Kramer Presents Beyond Cyberpunk   

    CD – VA: Wayne Kramer Presents Beyond Cyberpunk 2001 

    Wayne Kramer's Beyond Cyberpunk 0
    Lançado em 27 de março de 2001, a exemplo de A Punk Tribute to Metallica, esta coletânea capitaneada pelo MC5 Wayne Kramer apresenta performance rara do ex-baixista dos Ramones – neste caso Bad Little Go-Go Girl.

    Mudhoney, Chris Spedding (produtor de alguns discos solo de Dee Dee Ramone) e Pere Ubu também dão o ar da graça nesta compilação.

    Ficha Técnica:
    Valley Entertainment – produzido por Wayne Kramer

    Tacklist:
    01 – Inside Job – Mudhoney
    02 – Bad Little Go-Go Girl – Dee Dee Ramone
    03 – Love on Death Row – Chris Spedding
    04 – Black Silk – Mother Superior
    05 – Beloved Movie Star – Stan Ridgway
    06 – Oh – Richard Hell & the Voidoids
    07 – Take Me in Your Arms (Like Heroin) – Lesbianmaker
    08 – Chow Main Street – David Was
    09 – Dead End Street – Ron Asheton
    10 – Betrayal – Strung Out
    11 – Cold Blue Coma – Downset
    12 – Passtime – Cooter
    13 – Wasteland – Pere Ubu
    14 – Crawling Outta the Jungle – Wayne Kramer
    Wayne Kramer's Beyond Cyberpunk 1
    Wayne Kramer's Beyond Cyberpunk 2
    Wayne Kramer's Beyond Cyberpunk 4Wayne Kramer's Beyond Cyberpunk 3

     
  • paulocarames 10:00 em 25/01/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , 6 de março, , , , , , , Brassneck TV, , , , , , , , , , , , , , , , , , , Richard Hell and the Voidoids, Rock 'N' Roll Exposed: The Photography of Bob Gruen, , , Sky Arts, , , , , , ,   

    Documentário – Rock ‘N’ Roll Exposed: The Photography of Bob Gruen 2011 

    SkyArts_RocknRollExposed_Title-348x196bob gruen
    Com sua obra divulgada em livros como Rock Seen, Rockers, The Clash: Photographs by Bob Gruen e John Lennon: The New York Years eis que surge a cereja no bolo do fotógrafo Bob Gruen.

    Rock ‘N’ Roll Exposed: The Photography of Bob Gruen, documentário lançado em 6 de março 2011, é uma obra de arte. Dirigido por Don Letts (The Punk Rock Movie, The Clash: Westway to the World e Punk Attitude) conta com depoimentos do próprio Gruen e muito mais.

    Tommy Ramone, Legs Mcneil, Iggy Pop, Billie Joe Armstrong, Debbie Harry, Alice Cooper, Yoko Ono e Sean Lennon põe a cara na tela para atestar a importância do fotógrafo que entrou pra história da música empunhando sua câmera.

    Praticamente imperceptível em ação, ele registrou as principais bandas de seu tempo sem poses combinadas – tudo com muita autenticidade e com poucos cliques. Segundo ele, só depois de muito tempo percebeu a importância do seu trabalho ao proporcionar a fãs a sensação de estar em uma época que ainda nem haviam nascido.

    Nas quase duas horas de documentário onde suas fotos desfilam na tela a trilha sonora é impecável: Rock n Roll All Night (Kiss); Lucille (Chuck Berry); Immigrant Song (Led Zeppelin); Dont Look Back (Bob Dylan); Brown Sugar, It’s Only Rock and Roll (Rolling Stones); Walk this way (Aerosmith); Eighteen (Alice Cooper); I Wanna Be Your Dog (Iggy and The Stooges); I Wanna Be Your Boyfriend, I Don’t Wanna Walk Around With You (Ramones); Horses (Patti Smith); Woman is The Nigger of The World (John Lennon); Personality Crisis, Looking for a Kiss (New York Dolls); Psycho Killer (Talking Heads); Blank Generation (Richard Hell and the Voidoids); Anarchy in The UK, Submission, Pretty Vacant (Sex Pistols); Complete Control, The Call Up, Radio Clash, Brand New Cadillac (The Clash); New York, New York (Frank Sinatra); Born to Run (Bruce Springsteen); Welcome to Paradise (Green Day); Seven Nation Army (White Stripes).

    Com uma seleção tão robusta e inúmeros detentores de direitos autorais o vídeo foi licenciado, por enquanto, apenas para tv a cabo – ou seja, nada de dvd à venda. Ainda assim vale a pena garimpar na programação e acompanhar esta aula de música e fotografia.

    Ficha Técnica:
    Brassneck TV – produzido por John Osborne

    ramonesbob_gruen_5
    Bob-Gruen_-1976BobGruen_008

     
  • paulocarames 10:00 em 18/01/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , brian wilson, , , depeche mode, echo and the bunnymen, erasure, , , just say sire, , madness, madonna, , paley brothers, pet shop boys, , , , , , Richard Hell and the Voidoids, Risa Morley, Robin Hurley, seal, , , , the cult, , the replacements, the rezillos, the saints, the smiths, the undertones, tom tom club, wilco   

    Boxset – Just Say Sire: The Sire Records Story 2005 

    2005-xx-xx Just Say Sire The Sire Records Story [COMPILATION] (5)
    Boxset que apresenta uma compilação pra lá de eclética composta por 3 cds, 1 dvd e 1 livreto – ou como diz o texto promocional “o selo que apresentou Punk, New Wave e Madonna para o mundo”.

    Merecido resgate da história da Sire Records, selo que abrigou de Ramones, Undertones e Richard Hell a Madonna, Erasure e Pet Shop Boys. E ainda, de Talking Heads e The Smiths a Ministry e Ice-T.

    Criado por Seymour Stein e Richard Gottehrer em 1966, o selo foi responsável por divulgar a emergente cena punk de Nova Iorque na segunda metade dos anos 1970 e acabaria comprada pela gigante Warner. Stein mais tarde foi nomeado presidente da Elektra Records, também da Warner, responsável por discos dos The Doors, Television, The Stooges e MC5.

    Seu catálogo é atualmente distribuído por outra subsidiária da major, a Rhino Records, que relançou em LP 180gr boa parte do catálogo dos Ramones e dos Dead Boys, pra citar alguns.

    Inicialmente a Sire havia oferecido aos Ramones um single para You’re Gonna Kill That Girl, mas a banda preferiu aguardar proposta para um álbum completo. Linda Stein (esposa de Seymour na época) assistiu uma apresentação dos Ramones em 23 de junho de 1975 o que impulsionou o selo a assinar com o quarteto em janeiro do ano seguinte. Linda acabaria empresariando a banda ao lado de Danny Fields.

    Neste pacote lançado em 2005, os Ramones contribuem com seu hino máximo Blitzkrieg Bop, uma parceria com os Paley Brothers (Come on Let’s Go incluída na trilha de Rock ‘n’ roll high school) e com o vídeo da música tema deste filme.

    The Saints, The Rezillos, The Cure, Debby Harry e Lou Reed também são lembrados como parte da história escrita com afinco por Stein.

    Ficha Técnica:
    Sire Records/Rhino Records – produzido por Risa Morley, Seymour Stein e Robin Hurley

    Ramones
    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    Dee Dee Ramone – baixo, backing vocal
    Tommy Ramone/ Marky Ramone – bateria

    Track Listing
    CD 01:
    01. Everybody – Madonna
    02. Mirror in the Bathroom – The English Beat
    03. Kiss Me – Tin Tin
    04. Oh L’Amour – Erasure
    05. Tainted Love – Soft Cell
    06. Situation – Yaz
    07. People Are People – Depeche Mode
    08. Living on the Ceiling – Blancmange
    09. That Summer Feeling – Jonathan Richman
    10. Young at Heart – The Bluebells
    11. One Step Beyond – Madness
    12. Genius of Love – Tom Tom Club
    13. Im Nin’alu – Ofra Haza
    14. Endicott – Kid Creole & the Coconuts
    15. Love and Mercy – Brian Wilson
    16. Each and Every One – Everything But the Girl
    17. All the Way – Little Jimmy Scott
    18. Crazy – Seal
    19. Fire Woman – The Cult
    20. Constant Craving – k.d. lang

    CD 02:
    01. Teenage Kicks – The Undertones
    02. This Charming Man – The Smiths
    03. I Melt With You – Modern English
    04. Moskow Diskow – Telex
    05. (I’m) Stranded – The Saints
    06. Ca Plane pour Moi – Plastic Bertrand
    07. Top of the Pops – The Rezillos
    08. Nowhere Girl – B-Movie
    09. Part of the Process – Morcheeba
    10. Come Together – Primal Scream (7″ version)
    11. Beat Dis – Bomb the Bass
    12. The Love Cats – The Cure
    13. The Killing Moon – Echo & the Bunnymen
    14. Warm Leatherette – The Normal
    15. Everyday Is Like Sunday – Morrissey
    16. Never Never – The Assembly
    17. Oblivious – Aztec Camera
    18. Inside Out – The Mighty Lemon Drops
    19. Soon – My Bloody Valentine
    20. Leave Them All Behind – Ride

    CD 03:
    01. Blitzkrieg Bop – Ramones
    02. Alex Chilton – The Replacements
    03. Come on Let’s Go – Paley Brothers/Ramones
    04. Medley – Radio Birdman
    05. The – Dinosaur Jr. Wagon
    06. Sonic Reducer – Dead Boys
    07. White Horse – Laid Back
    08. Blank Generation – Richard Hell & the Voidoids
    09. I Want That Man – Debbie Harry
    10. I’ll Be Your Everything – Tommy Page
    11. Summer Teeth – Wilco
    12. World Class Fad – Paul Westerberg
    13. Back on the Chain Gang – Pretenders
    14. Give Back the Key to My Heart – Uncle Tupelo
    15. Shake Some Action – Flamin’ Groovies
    16. Counting Backwards – Throwing Muses
    17. Boy – Book of Love
    18. Romeo Had Juliette – Lou Reed
    19. O.G. Original Gangster – Ice-T
    20. Jesus Built My Hotrod – Ministry
    21. Burning Down the House – Talking Heads

    DVD
    01. Pop Muzik – M
    02. Rock ‘N’ Roll High School – Ramones
    03. Let’s Go To Bed – Cure, The
    04. A Little Respect – Erasure
    05. Brass In Pocket – Pretenders, The
    06. The Cutter – Echo & The Bunnymen
    07. Bastards Of Young – Replacements, The
    08. She Sells Sanctuary – Cult, The
    09. Once In A Lifetime – Talking Heads
    10. Like A Prayer – Madonna
    11. Enjoy The Silence – Depeche Mode
    12. Feed The Tree – Belly
    13. Drifting, Falling – Ocean Blue, The
    14. Reach – Martini Ranch
    15. Groovy Train – Farm, The
    16. Things Can Only Get Better – D:Ream
    17. New York City Boy – Pet Shop Boys
    18. In The Meantime – Spacehog
    19. One Week – Barenaked Ladies
    20. Come To Daddy – Aphex Twin

    2005-xx-xx Just Say Sire The Sire Records Story [COMPILATION] (5)2005-xx-xx Just Say Sire The Sire Records Story [COMPILATION] (1)
    2005-xx-xx Just Say Sire The Sire Records Story [COMPILATION] (4)2005-xx-xx Just Say Sire The Sire Records Story [COMPILATION] (2)
    2005-xx-xx Just Say Sire The Sire Records Story [COMPILATION] (3)
    2005-xx-xx Just Say Sire The Sire Records Story [COMPILATION] (8)2005-xx-xx Just Say Sire The Sire Records Story [COMPILATION] (9)




     
  • paulocarames 10:00 em 12/10/2013 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , , CBGB O FILME, , , , , , , , , , , Omnivore Recordings, , , , , Richard Hell and the Voidoids, , , , ,   

    LP/CD/DVD – CBGB 2013 

    CBGB_club_facade
    CBGB (o clube, localizado na 315 Bowery) foi inaugurado em dezembro de 1973 e surgiu da idéia de Hilly Kristal em dar abrigo a bandas autorais de Country, BlueGrass e Blues. Kristal acabou enganado pelo Television que nada tinha de bluegrass em seu som e estreou na casa em 31 de março de 1974. Dali por diante vieram Patti Smith, Dead Boys, Talking Heads e tantos outros que consolidaram este como o templo do punk em Nova Iorque.

    cbgb 75 summer festivalOs Ramones fariam sua estréia em 16 de agosto daquele ano e se apresentariam lá em 87 datas, algumas com sessões duplas e na companhia de Blondie, Cramps, Talking Heads e Suicide. Foi lá que em 4 de maio de 1978 Tommy Ramone fez seu último show com a banda. Em 10 de abril de 1979 eles tocariam lá pela última vez.

    Antes disto, em julho de 1975 (dias 16, 17 e 18) um festival de verão promoveria o clube e bandas que estavam ganhando destaque mas ainda não tinham contrato como Ramones, Blondie e Talking Heads.

    No caso dos Ramones, ainda demoraria até janeiro do ano seguinte para assinarem com a Sire Records. Já a casa fecharia as portas em outubro de 2006 com Patti Smith fazendo o último show no dia 15. Hoje, em seu lugar, está a sofisticada loja John Varvatos.

    Hilly Kristal morreria em 28 de agosto de 2007 vítima de câncer de pulmão.

    cbgb_ver5_xlgAnunciado em maio do ano passado, CBGB (o filme) é o retrato na visão do diretor Randall Miller desta cena e principalmente deste cenário icônico (anunciado como 50 mil bandas e um banheiro nojento). Em maio deste ano foram divulgadas imagens da produção que foi lançada oficialmente no dia 11 de outubro de 2013.

    Teve quem reclamasse que os atores não se parecem com os artistas originais (veja o comparativo aqui) e que, diferente do tom trágico que muitos acontecimentos tiveram na vida real, o estilo cartoon do filme alivia o drama das drogas e o amadorismo das bandas naquela época.

    A cena dos Ramones andando por um beco vestindo suas camisetas listradas faz parte do clipe de We Want the Airwaves do disco Pleasant Dreams de 1981 e no período retratado quem dava as cartas na banda eram Johnny/Tommy e não Joey que só ganharia confiança e espaço com a saída de Tommy e a tutoria de Phil Spector (nas gravações de End of The Century em 1980).

    Eles aparecem tocando músicas da carreira solo de Joey (Spirit in my House e I Got Knocked Down, ambas do póstumo Don’t Worry about Me de 2002) e não suas próprias canções. Segundo Brad Rosenberger que co-produziu o filme, apenas os representantes do vocalista morto em 2001 mostraram interesse pela trama. (“We showed the band or representation the film, and for whatever reason, they couldn’t seem to go for it,” says Rosenberger. “The Joey Ramone side – they were fine. There was no animosity. I personally thought it was a lost opportunity.”)

    Por outro lado, perceber que finalmente alguém resolveu retratar este período e esta cena que sempre foi marginalizada pelas rádios e pelo cinema em geral é no mínimo, elogiável. Também é preciso perceber que se fosse Iggy Pop de verdade, seria um documentário e não um filme.

    Exceção pelas músicas de Joey Ramone, as demais são parte da história do CBGB e você dificilmente irá se deparar com uma trilha sonora como esta novamente (Blondie, Dead Boys, Johnny Thunders and the Heartbreakers, Mc5, New York Dolls, Patti Smith, Richard Hell and the Voidoids, Talking Heads, Television, The Police, The Stooges).

    Como dito nos créditos iniciais do filme ‘a maioria dos acontecimentos são verdade’. As primeiras apresentações do Television ou dos Dead Boys estão lá, assim como o incidente em que Johnny Blitz foi esfaqueado ou a famosa camiseta Please Kill Me. As portas e a mesa usadas no cenário pertenceram de fato ao bar e foram emprestadas para as filmagens. As incríveis ilustrações de John Holmstrom que costuram este divertido conto também tem os dois pés na realidade.

    Legs Mcneil se manifestou declarando que o filme foi um erro. Holmstrom, seu antigo parceiro na Punk Magazine, deu o troco dizendo que “não tem nada de bom a dizer a respeito de Mcneil”.

    Ficamos entre procurar defeitos ou aproveitar Mate-me por favor passando diante dos nossos olhos com trilha sonora e tudo. Já fiz a minha escolha.

    Ficha Técnica:
    Omnivore Recordings

    Ramones:
    Joey Ramone – vocal
    Johnny Ramone – guitarra
    Dee Dee Ramone – baixo, backing vocal
    Tommy Ramone – bateria

    Tracklist:
    Lado A:
    01. Talking Heads – “Life During Wartime”
    02. MC5 – “Kick Out the Jams (Uncensored Version)”
    03. New York Dolls – “Chatterbox”
    04. Television – “Careful”
    05. Richard Hell and the Voidoids – “Blank Generation”
    Lado B:
    06. Flamin’ Groovies – “Slow Death”
    07. The Velvet Underground – “I Can’t Stand It”
    08. Wayne County and the Electric Chairs – “Out of Control”
    09. The Count Five – “Psychotic Reaction”
    10. Tuff Darts “All For the Love of Rock ‘n’ Roll” (Live)
    Lado C:
    11. Johnny Thunders and the Heartbreakers – “All By Myself”
    12. The Dictators – “California Sun” (Original Demo)
    13. Dead Boys – “Caught With the Meat in Your Mouth”
    14. Joey Ramone – “I Got Knocked Down (But I’ll Get Up)”
    15. The Laughing Dogs – “Get Outta My Way”
    Lado D:
    16. Blondie – “Sunday Girl” (2013 Version)
    17. The Stooges – “I Wanna Be Your Dog”
    18. Dead Boys – “Sonic Reducer”
    19. The Police – “Roxanne”
    20. Hilly Kristal – “Birds and the Bees”
    CBGB-10-8

    Elenco:
    Josh Zuckerman – John Holmstrom
    Peter Vack – Legs McNeil
    Parker Gant – Baby Hilly
    Arthur Bridgers – Shamai Kristal
    Danielle Shaw – Young Bertha
    Holly Hubbell – Sarah Brown
    B. Todd Johnston – Benjamin Brown
    Tyler Tunney – Judge
    Freddy Rodríguez – Idaho
    Tom Nowicki – Palace Bartender
    Estelle Harris – Bertha Kristal
    Donal Logue – Merv Ferguson
    Max Reinhardsen – Tom Verlaine
    Luke Dressler – Richard Lloyd
    Richard de Klerk – Taxi
    Evan Alex Cole – Richard Hell
    Aaron Munoz – Palace Hotel Manager
    Michael Massee – Officer Stan
    Darin Heames – Bert
    Ahna O’Reilly – Mary Harron
    James Edwards – Psychotic Fan
    Jared Carter – David Byrne
    Dominic Bogart – Michael Sticca
    Mickey Sumner – Patti Smith
    Taylor Hawkins – Iggy Pop
    Joel David Moore – Joey Ramone
    Steven Schub – Dee Dee Ramone
    Julian Acosta – Johnny Ramone
    Caleb McCotter – Wayne County
    Justin Bartha – Stiv Bators
    Bronson Adams – Johnny Blitz
    Vincenzo Hinckley – Da Thug
    Cheetah Chrome – Cabbie
    Kamille Dawkins – Bank Teller
    Blake Shutterly – Female Reporter
    Katherine DuBois – Genya’s Friend
    Juan Piedrahita – Angry Hombre #1
    Richard Marrero – Angry Hombre #2
    Bob Lipka – Ye Ol’ Farmer
    Keene McRae – Sting
    Teddy the Dog – Nathan the Dog
    Malin Akerman – Debbie Harry
    Johnny Galecki – Terry Ork
    Kyle Gallner – Lou Reed
    Ashley Greene – Lisa Kristal
    Rupert Grint – Cheetah Chrome
    Ryan Hurst – Mad Mountain
    Stana Katic – Genya Ravan
    Alan Rickman – Hilly Kristal
    Bradley Whitford – Nicky Gant
    John Deifer – Homeless Person
    Johnathan Staggs – Tommy Ramone




     
  • paulocarames 10:00 em 15/12/2012 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , , , , , , , , , , , , Richard Gottehrer, , Richard Hell and the Voidoids, Robert Quine,   

    LP/CD – Richard Hell & the Voidoids: Blank Generation 1977 

    R-1767393-1325849077
    Blank Generation, o disco, é clássico absoluto do punk rock mundial ao lado dos primeiros álbuns de Clash, Pistols e Ramones.

    Blank Generation, a música, é o hino desta geração. Ao contrário dos hippies da década anterior, eles não tinham protestos anti-guerra nem roupas coloridas ou solos longos de guitarra. Richard Hell sintetizou o pensamento niilista do final da década de 1970 que vestia jaquetas de couro, calças surradas e investia nos três acordes.

    Marc Bell (Marky Ramone) já era um músico experiente àquela altura. Com três registros de estúdio na bagagem (Dust, Hard Attack e Estus), desta vez ele deixou de lado o hard rock/heavy metal para investir na batida rápida que o notabilizaria como um Ramone a partir de Road to Ruin já no ano seguinte.

    As gravações foram feitas no Electric Lady (criado por Jimi Hendrix) e no Plaza Sound (onde os Ramones gravaram seu primeiro disco em 1976. Roberta Bailey, responsável pela foto na capa do debut dos Ramones, clicou também Richard Hell para capa deste álbum.

    Richard Hell aparece em uma pose um tanto inusitada com a inscrição ‘você me faz _______’ no peito. No relançamento em cd feito em 1990 a foto foi substituída por uma em que Hell aparecia com uma camisa rasgada. Este relançamento continha também dois bônus em relação a edição original.

    Ficha Técnica:
    Sire Records – produzido por Richard Gottehrer e Richard Hell

    Richard Hell – vocal, baixo
    Robert Quine – guitarra, backing vocal
    Ivan Julian – guitarra, backing vocal
    Marc Bell – bateria

    Traklist:
    Lado A:
    01 Love Comes in Spurts (Hell) – 2:03
    02 Liars Beware (Hell, Julian) – 2:52
    03 New Pleasure (Hell) – 1:58
    04 Betrayal Takes Two (Hell, Julian) – 3:37
    05 Down at the Rock and Roll Club [Alternate Version] (Hell) – 4:05
    06 Who Says? (Hell) – 2:07
    Lado B:
    01 Blank Generation (Hell) – 2:45
    02 Walking on the Water (Fogerty, Fogerty) – 2:17 (Creedence Clearwater Revival)
    03 The Plan (Hell) – 3:56
    04 Another World (Hell) – 8:14
    Bônus do CD:
    11 I’m Your Man (Hell) 2:55
    12 All the Way (Cahn, VanHeusen) – 3:22 (Frank Sinatra)

    R-1767393-1325849077R-916481-1177539306
    R-916481-1177539331R-916481-1177539318
    R-916481-1177539342R-916481-1177539353

    Prensagem da Philips
    R-1767393-1325835058R-1767393-1325835071

    Versão em CD
    R-385041-1250359922R-385041-1248403441
    R-385041-1248403043R-385041-1248403122
    R-385041-1248402976R-385041-1250359952
    R-385041-1250359939


     
  • paulocarames 23:48 em 15/07/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: 15 de julho de 1956, , , , , , , , , , , , , , , , , , , Richard Hell and the Voidoids, Rounder Records, teenage head, , , , the speedkings   

    CD – Marky Ramone and The Intruders: Don’t Blame Me 2000 


    Marc Bell (nascido em 15 de julho de 1956) começou a carreira nas bandas de hard rock Dust (onde gravou Dust em 1971 e Hard Attack em 1972) e Estus (gravando um disco homônimo em 1973). Marc tocou também com o ex-Television Richard Hell no projeto The Voidoids até que em 1978 se tornou Marky Ramone.

    Marky foi o baterista escolhido para substituir Tommy nas baquetas dos Ramones quando este passou a se dedicar a produção musical evitando extensas turnês. Seu álbum de estréia foi Road To Ruin daquele mesmo ano. Em 1983, logo após as gravações de Subterranean Jungle foi a vez de Marky ser substituído (desta vez por Richie Ramone) afastando-se para tratar-se da dependência de álcool.

    Em setembro de 1987 Marky retornaria à banda e permaneceria até a dissolução do grupo em 1996 quanto se dedicou ao projeto Marky Ramone and The Intruders, excursionando pelo Brasil várias vezes. De lá pra cá Marky tocou com Dee Dee no The Ramainz e gravou discos com Raimundos e os gaúchos da Tequila Baby. Além do projeto com os The Intruders ele também tocou com The Speedkings e no álbum solo de Joey Ramone.

    Marky também era responsável pelos registros em vídeo nas turnês dos Ramones gerando clipes e outros vídeos mostrando a rotina da banda em turnê como em Ramones Raw (2004).

    Em Don’t Blame Me (2000) além da cover dos Beatles (Nowhere Man) também merecem destaque Probation, One way ride e Don’t Blame Me. Produzido por Lars Frederiksen (Rancid) o álbum tinha duas artes distintas, a primeira para o público sul americano. A segunda, lançada no resto do mundo, conforme Marky declarou na época do lançamento é uma crítica ao fato das pessoas buscarem em comprimidos a solução para seus problemas.

    Ficha Técnica:
    Rounder Records – produzido por Lars Frederiksen

    Johnny Pisano – baixo e vocal
    Ben Trokan – guitarra e vocal
    Marky Ramone – bateria

    Traklist:
    01 Peekhole (Marky Ramone/Johnny Pisano) – 1:38
    02 What If (Marky Ramone/Ben Trokan) – 1:50
    03 Probation (Marky Ramone/Mark Neuman) – 1:40
    04 One Way Ride (Marky Ramone/Ben Trokan/Johnny Pisano) – 3:12
    05 Nobody Likes You (Ben Trokan) – 2:29
    06 Life Sucks (Marky Ramone/Ben Trokan) – 1:51
    07 Don’t Blame Me (Marky Ramone/Meyer F. Rossabi) – 2:57
    08 Don’t Think (Johnny Pisano) – 2:03
    09 Middle Finger (Marky Ramone/Johnny Pisano) – 2:18
    10 Cry Baby (Marky Ramone/Mark Neuman) – 2:06
    11 Lottery (Marky Ramone/Pat Kim) – 1:18
    12 Under The Gun (Ben Trokan) – 2:11
    13 Nowhere Man (John Lennon/Paul Mccartney) – 1:48
    14 Better Than Being You (Marky Ramone/Ben Trokan/Johnny Pisano) – 2:12
    markyramone-dontblameme1
    markyramone-dontblameme2
    markyramone-dontblameme3
    markyramone-dontblameme4


    marky ramone-theanswertoyourproblems1
    marky ramone-theanswertoyourproblems2
    marky ramone-theanswertoyourproblems3
    marky ramone-theanswertoyourproblems4
    marky ramone-theanswertoyourproblems5
    marky ramone-theanswertoyourproblems8marky ramone-theanswertoyourproblems7
    marky ramone-theanswertoyourproblems6




     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: