Marcado como: steve jones Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • carames 10:00 em 29/07/2014 Link Permanente | Resposta
    Tags: 10th Anniversary, , 24 de agosto, , Duff McKagan, hollywood forever cemetery, , Johnny Ramone Tribute, , , , , , steve jones   

    Johnny Ramone Tribute 10th Anniversary 

    JohnnyRamoneTribute10
    Acontece no dia 24 de agosto (no Hollywood Forever Cemetery em Los Angeles) o Johnny Ramone Tribute – 10th Anniversary, evento em homenagem ao ex-guitarrista dos Ramones. Organizado por Linda, viúva do músico, o evento contará ainda com Rob Zombie, Steve Jones (Sex Pistols) e Duff McKagan (Guns N’ Roses) entre outros.

    O evento terá exibição do filme Rejeitados pelo Diabo (de Rob Zombie), exposição de memorabilia de horror da coleção de Kirk Hammett e muito mais.

    Anúncios
     
  • carames 1:46 em 16/09/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , , a Tribute To Johnny Ramone, , , , , , , , , , Mandy Stein, , , , , , , , , , , , , , , steve jones, , ,   

    DVD – Too Tough To Die – A Tribute To Johnny Ramone 2006 

    Gravado no dia 12 de setembro de 2004 na celebração dos 30 anos de aniversário dos Ramones, Too Tough To Die acabou virando tributo ao guitarrista Johnny Ramone (que morreria dois dias e meio mais tarde, vítima de câncer).

    O show é apresentado por Rob Zombie (que inclusive fala pelo celular – aos gritos de HEY! HO! LET’S GO! – com Johnny que naquela altura já estava hospitalizado).

    As apresentações dividem espaço com depoimentos de Steve Jones (Sex Pistols), Henry Rollins, Red Hot Chili Peppers, Eddie Vedder (Pearl Jam), Brett Gurewitz (Bad Religion), Tim Armstrong (Rancid), Daniel Rey, Lisa Marie Presley, Seymour Stein (Sire Records), ex-membros do Ramones, como CJ, Tommy e Marky além do ex-diretor artístico da banda, Arturo Vega.

    A direção é de Mandy Stein que ainda trás matéria da MTV News sobre a morte de Johnny e mostra Eddie Vedder e o ator Nicolas Cage, ao lado da viúva Linda Cummings, homenageando o amigo morto. A versão de Today Your Love, Tomorrow The World que toca enquanto eles estão no cemitério é simplesmente de chorar.

    Too Tough To Die é também o nome do oitavo disco da banda, lançado em 1984. Na época Johnny quase morrera e para representar o espírito de luta do guitarrista e também da própria banda (na estrada há anos sem reconhecimento) o título foi mais do que apropriado.

    Ficha Técnica:
    Rhino Records – produzido por Mandy Stein

    Set list:
    “Durango 95”
    “Today Your Love, Tomorrow The World”
    “Pin Head”
    “Today Your Love, Tomorrow The World”
    “You Drive Me Ape (You Big Gorilla)”
    “Los Angeles”
    “Because I Do”
    “I Just Wanna Have Something To Do”
    “I Wanna Be Sedated”
    “She’s The One”
    “It’s A Long Way Back”
    “Durango 95”
    “Wart Hog”
    “Don’t Come Close”
    “I Wanna Be Your Boyfriend”
    “My Brain Is Hanging Upside Down (Bonzo Goes to Bitburg)”
    “Cretin Hop”
    “I Believe In Miracles”
    “Sheena Is A Punk Rocker”
    “Judy Is A Punk”
    “Commando”
    “Blitzkrieg Bop”
    “Today Your Love, Tomorrow The World”
    “Something To Believe In”
    “Dirty Tears”
    “Too High”
    “Judy Is A Punk”
    “Teenage Lobotomy”


    johnnyramone-tootoughtodie3johnnyramone-tootoughtodie4
    johnnyramone-tootoughtodie5

     
  • carames 12:51 em 11/07/2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: , , glen matlock, great rock n' roll swindle, , , paul cook, , , , , steve jones   

    Documentário – Sex Pistols: The Great Rock n’ roll Swindle 1980 

    Malcolm Mclaren criou a maior farsa do rock n’ roll (aliás, título apropriado para este falso documentário). Mclaren, que havia empresariado os New York Dolls, voltou para Inglaterra após sua experiência frustrada com as drag queens americanas e resolveu aliar música e moda para fazer dinheiro.

    Em poucos meses ele criaria os Sex Pistols e viraria o Reino Unido de cabeça para baixo. SEX era o nome da loja de roupas fetichistas e S&M que mantinha com sua esposa e estilista de renome Vivienne Westwood. Foi lá que Steve Jones e Paul Cook se conheceram.

    Johnny Rotten passeava pela rua usando uma camiseta com a inscrição “Odeio Pink Floyd” e foi convidado a assumir os vocais após cantar uma música de Alice Cooper em um Jukebox parecendo o corcunda de Notre Dame.

    Em uma apresentação de Tv eles chocaram o país xingando o apresentador e dizendo palavrões ao vivo em rede nacional. Conseguiram ser chutados de sua gravadora (EMI) e embolsar uma boa grana.

    Logo assinaram com a A&M e lançaram o single God Save the Queen em pleno jubileu da rainha. Proibidos de tocar em praticamente todos os lugares, restou ao grupo mais um golpe de publicidade. Tocaram a bordo de um barco em pleno Tâmisa, atrás de um barco da marinha real inglesa.

    Com um mês de contrato conseguiram ser chutados de mais uma gravadora, embolsando mais uma boa quantia em dinheiro. Com a saída do baixista Glen Matlock, Sid Vicious não só entraria para banda como se tornaria o maior ícone punk que se tem notícia.

    O lançamento do álbum Nevermind the bollocks, here’s the Sex Pistols (algo como ‘deixe os culhões pra lá, aqui estão as pistolas sexuais’) não facilitou a vida da banda. Foi então que veio o golpe de misericórdia.

    Uma turnê pelos Estados Unidos culminou no fim da banda. Àquela altura a banda enfrentava brigas internas, com Nancy Spungen (namorada de Sid) atuando como a Yoko Ono punk. A escolha de um circuito alternativo para os shows também se mostraria um fardo. Ao invés de clubes underground como Max’s ou CBGB’s, eles excursionaram por bares do interior cheios de caubóis acostumados a música country.

    Ainda deu tempo de Steve Jones e Paul Cook virem ao Rio de Janeiro e gravarem No One is Innocent e Belsen was a gas com Ronnie Biggs, o famoso assaltante do trem pagador que roubou 2,6 milhões de libras de um trem e após fugir da prisão escondeu-se no Brasil.

    Escrita seguindo lições de marketing de Mclaren, chegaria ao fim este capítulo da história do rock.

    As lições de Malcolm Mclaren:
    01 – Junte jovens e alimente o ódio entre eles
    02 – Estabeleça um nome
    03 – Arranje um advogado cujos interesses não sejam musicais, mas sim dinheiro.
    04 – Não toquem, evitem exposição pública
    05 – Saia da gravadora o mais rápido possível arrancando o máximo possível de grana
    06 – Procure o evento do momento e o explore ao limite
    07 – Cultive o ódio, faça a audiência te odiar
    08 – Diversifique seu negócio
    09 – Leve civilização aos bárbaros
    10 – Afinal, quem matou Bambi??

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
%d blogueiros gostam disto: